Acessando a agenda do Windows Phone - Revista .Net Magazine 105

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)

Neste artigo será explicado como acessar (com C#) a lista de contatos do usuário a partir da sua aplicação desenvolvida para o sistema operacional Windows Phone, tanto na versão 8 (Apollo), quanto na 7.5 (Mango).

Artigo do tipo Tutorial
Recursos especiais neste artigo:
Contém nota Quickupdate.
Acessando a agenda do Windows Phone
O desenvolvimento mobile tem crescido a cada dia no mercado e o Windows Phone é aposta da Microsoft para entrar de vez neste mercado que pode ser explorado tanto para o meio corporativo com aplicações que acessem bases distribuídas quanto pelo público de entretenimento com aplicações divertidas ou que ajudem no cotidiano das pessoas.

Neste artigo será explicado como acessar a lista de contatos do usuário a partir da sua aplicação desenvolvida para o sistema operacional Windows Phone, tanto na versão 8 (Apollo), quanto na 7.5 (Mango). Utilizando a linguagem C#, serão apresentados os recursos necessários para obter dados como telefone e e-mail dos contatos, preservando sempre a privacidade do usuário e seguindo as boas práticas sugeridas pela Microsoft para esse tipo de operação, de forma que a aplicação esteja adequada à publicação na Windows Phone Store (loja oficial de aplicativos para Windows Phone).


Em que situação o tema é útil
O tema abordado neste artigo é útil para a implementação de funcionalidades que requeiram o acesso a informações da lista de contatos em aplicações para o Windows Phone (tanto para a versão 8 quanto para a 7.5). Como exemplo podemos citar aplicações que façam a gestão de contatos do telefone do usuário, ou que possam fazer alguma interação com a mesma, integrando-a com redes sociais ou até mesmo com sistemas corporativos.

O Windows Phone é o sistema operacional mobile da Microsoft, tendo surgido como sucessor do Windows Mobile, porém com uma arquitetura e interface bem diferentes. A versão mais atual desse sistema operacional, a versão 8 (que recebeu o codinome Apollo) foi lançada em meados de 2012.

As inovações do Windows Phone foram facilmente percebidas já na versão 7.5, que trouxe um modelo de interface totalmente renovado, muito diferente do Windows Mobile 6. O menu principal desse sistema é formado por tiles (blocos), com figuras simples e de visual leve. Esse modelo, chamado de Metro, preza pela leveza e facilidade de acesso às funções do menu, sem deixar de lado um fator que tem se tornado cada vez mais importante: a elegância da interface. A comparação entre a interface do Windows Mobile 6 e o Windows Phone 8 pode ser vista na Figura 1.

Figura 1. Comparação entre as interfaces do Windows Mobile 6 e Windows Phone 8

Outra grande mudança se deu na forma como as aplicações são instaladas nos aparelhos. Até o Windows Mobile 6 o desenvolvedor podia fazer o deploy (Nota do DevMan 1) da aplicação para o aparelho utilizando um cabo de dados USB. A aplicação permanecia então instalada e quando fosse necessário realizar atualizações, bastava reconectar o aparelho e atualizar os arquivos da aplicação.

No Windows Phone 7.5 e 8, ao concluir a aplicação o desenvolvedor precisa enviá-la para a loja oficial de aplicativos e o usuário poderá então instalá-la sem necessidade de se conectar a um computador para enviar arquivos para o seu aparelho. Essa alteração garante maior segurança para o usuário, pois todas as aplicações passam por um processo de avaliação e testes. Além disso, o usuário não precisa buscar uma aplicação em várias fontes, estando sujeito a instalar programas mal intencionados em seu dispositivo, pois tudo foi centralizado em um único local, onde as aplicações são separadas por categoria e podem ser facilmente localizadas através de um sistema de busca bastante simples de utilizar e eficiente.

Nota do DevMan 1
O termo deploy é utilizado para descrever o processo de envio dos arquivos de uma aplicação para um dispositivo, nesse caso, um aparelho com Windows Mobile. Durante o desenvolvimento, o próprio Visual Studio 2008 permitia executar a aplicação em um aparelho conectado via cabo USB. Nesse processo (deploy), os arquivos da aplicação são copiados para o aparelho e a aplicação é instalada no sistema operacional.

Dentre as várias novidades do Windows Phone, algumas possuem maior relevância para serem tratadas aqui, como a integração entre serviços de e-mail e redes sociais com a agenda e outras partes do sistema operacional, como será visto na seção a seguir.

A agenda do Windows Phone

Uma das maiores inovações do Windows Phone, vista inicialmente na versão 7.5 e mantida na versão 8, bem como no Windows 8, foi a integração entre os vários serviços de mensagem e contato do usuário com o sistema operacional e suas várias aplicações.

Ao iniciar o sistema operacional pela primeira vez (ou após resetar o aparelho) o usuário é solicitado a conectar-se utilizando um Windows Live ID (contas de email MSN, Hotmail e Outlook), que é usado para realizar downloads de aplicações, usar o Xbox Live, Office, SkyDrive, entre outros serviços.

Após conectar-se usando essa conta inicial, é possível importar contas de e-mail (não só Microsoft, como também Gmail e outros) e integrar o serviço de mensagens (equivalente ao Messenger) ao chat do Facebook. Após unificar os vários serviços de mensagem e redes sociais, seus contatos são automaticamente importados para a agenda (cuja aplicação agora é chamada apenas de Contatos).

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?