Administrando o Oracle Express Edition

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Conheceremos os principais conceitos da arquitetura Oracle e práticas para administrar o banco de dados XE.

capaSQL12.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

Administrando o Oracle Express Edition

 

O Oracle Express Edition é o mais novo lançamento da Oracle na família de banco de dados. Construído sobre a plataforma do Oracle Database 10g Release 2, a utilização de sua licença é gratuita e conta com recursos de desenvolvimento e administração totalmente atualizados.

Deste modo, desenvolvedores, DBAs, vendedores independente de softwares e estudantes podem usufruir para estudos e construir aplicações sobre a plataforma.

Para realizar o download do banco de dados, disponível nas plataformas Windows ou Linux, basta acessar www. oracle.com/technology/products/database/xe/index.html. Navegando no próprio site podemos encontrar comentários de profissionais, dicas e um fórum exclusivo aos usuários da versão Express Edition.

A seguir, conheceremos os principais conceitos da arquitetura Oracle e práticas para administrar o banco de dados XE. Veremos desde a utilização de seu aplicativo administrativo, chamado Apex, até orientações sobre seus limites de recursos, utilização de memória, armazenamento e opções de backup.

 

Apex - Oracle Application Express

Após realizar o download do banco de dados e seguir todos os passos até a finalização da instalação, será instalado um software que irá auxiliar na administração do banco de dados, seja de forma local ou remota, chamado Oracle Application Express. Para acessá-lo, basta ir em Iniciar -> Programas -> Oracle Database 10g Express Edition -> Ir para a Home Page de banco de dados.

As funções do aplicativo são semelhantes ao OEM (Oracle Enterprise Manager) e baseou-se no HTML DB da Oracle, que permite a interação com o banco através de páginas HTML.

Tarefas administrativas de instância e banco de dados podem ser executadas facilmente, desde o gerenciamento de usuários, memória e alterações de parâmetros até a construção de pequenos aplicativos para exibição via web.

A Figura 1 mostra a tela inicial do Apex. O primeiro acesso ao aplicativo deverá ser realizado com o usuário SYSTEM ou SYS, que foram criados no momento da instalação (Nota 1).

 

Figura 1. Acesso ao aplicativo Oracle Application Express.

 

 

O Apex oferece cinco opções aos usuários na tela principal: Administração, Browser de Objetos, SQL, Utilitários e Application Builder (Figura 2). Abaixo, vamos descrever um pouco sobre a utilização de cada opção.

 

Figura 2. Apresentação das opções do usuário.

 

Administração

Área responsável por todo o gerenciamento da instância e banco de dados XE. A partir deste item podemos gerenciar memória, capacidade de armazenamento, usuários, realizar monitorações de sessões e encontrar informações de configuração do banco de dados. A Figura 3 mostra as opções internas.

 

Figura 3. Opções da área Administrativa.

 

Ao lado dos itens, clicando na seta, existe uma tabela de tarefas com mais algumas opções administrativas que iremos ver mais adiante.

 

Browser de Objetos

Espaço reservado para navegação e criação de novos objetos dos usuários como tabelas, índices, procedimentos e etc. De forma fácil e simples, o aplicativo cria os objetos passo a passo seguindo as orientações do usuário, independente do nível de experiência. A Figura 4 mostra um exemplo das opções que o Apex oferece para criação de objetos.

 

Figura 4. Criação de objetos passo a passo.

 

SQL

O Apex incluiu uma versão do SQL*PLUS para acesso via web, semelhante ao iSQL*PLUS, que permite aos usuários acostumados aos comandos SQL ou PL/SQL executarem as instruções diretamente no banco de dados. Ainda existe a opção de criação e armazenamento de scripts (Opção Scripts SQL) e construção on-line de consultas (Opção Query Builder) como mostra a Figura 5.

 

Figura 5. Opção de Armazenamento de Scripts chama a atenção.

 

Utilitários

Algumas das principais funções da plataforma 10g estão aqui, como, Recycled Bin (Lixeira), Geração de DDL (Códigos de objetos), Exportação e Importação de dados em TXT ou XML e relatórios de objetos de usuários ou do banco de dados, como mostra a Figura 6.

 

Figura 6. As tarefas administrativas do DBA podem ser feitas rapidamente.

 

Application Builder

Área destinada aos usuários para construção de aplicativos web ou relatórios para usuários finais. É uma opção muito interessante que facilita a vida de muitos desenvolvedores. De forma simples e prática o Application Builder lhe orienta para criação de seus projetos. A Figura 7 exibe a página inicial do Application Builder.

 

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?