www.devmedia.com.br
[versão para impressão]
Link original: http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp.asp?comp=13886

QUICK TIPS: Gerência de Configuração - Parte Final

Olá pessoal, aqui estamos para nossa quinta e ultima parte da serie sobre Gerencia de configuração. Continuaremos falando sobre o SVN e Tortoise e para encerrarmos veremos alguns comandos mais avançados no Tortoise.



           Olá pessoal, aqui estamos para nossa quinta e ultima parte da serie sobre Gerencia de configuração. Continuaremos falando sobre o SVN e Tortoise e para encerrarmos veremos alguns comandos mais avançados no Tortoise. Vamos a eles:
 
Update To Revision

                                                    


Esta opção nos permite “voltar ao passado”, nela nós informamos o número da revisão desejada e então nossa cópia de trabalho volta a versão dos arquivos nesta revisão.
É importante ressaltar que a cópia mais nova permanece no servidor, este recurso atualiza volta nossa cópia local para uma revisão específica, quando quiser “voltar ao presente”, basta acionar o comando update que a versão mais nova do arquivo será atualizada na cópia local.
 
Get Lock
 
Esta função serve para travar o arquivo para edição. Antes de alterar um arquivo, você pode dar um lock no mesmo, assim caso outro usuário tente dar um lock no mesmo arquivo ele receberá uma mensagem de erro informando que o arquivo está travado por você.
 
Após travar o arquivo, efetua-se a alteração do mesmo e atualiza no repositório, após isso o arquivo é destravado.
 
Ao atualizarmos um arquivo travado no repositório, por padrão o mesmo será destravado após a atualização, porém temos a opção de manter a trava do arquivo (“Keep Lock”) mesmo depois de enviá-lo ao servidor.
 


 
Release Lock
 
Esta opção destrava um arquivo, permitindo que outros usuários consigam travar ou atualizar o mesmo no servidor.
 
Revert
 
Esta opção reverte todas as alterações realizadas na cópia de trabalho local e que ainda não foram para o repositório. Tome cuidado com esta opção, pois ela desfaz todas as alterações feitas no arquivo e que ainda não foram para o servidor, ou seja, ela desfaz as alterações de forma irreversível.
 
Delete

Elimina o arquivo. Ao realizar o Commit, esta eliminação ficará registrada no repositório, e conseqüentemente este arquivo também será excluído de todas as outras máquinas clientes, quando estas fizerem o update.

Rename

Renomeia o arquivo no repositório, na verdade efetua duas operações, elimina o arquivo com o nome antigo e cria-o com o novo nome.
 
Add
 
Quando é criado um novo arquivo na cópia local, o mesmo fica com status “não-versionado”, com isso o mesmo deve ser adicionado ao controle de versões, isso é feito com a operação Add. Lembrando que mesmo depois de realizado o Add, é necessário realizar o Commit para enviar para o repositório.
 
Show Log
 
        Exibe um log de todas as revisões.
 

       
Por questões de desempenho, o Tortoise carrega apenas as últimas 100 revisões, porém você pode visualizar as próximas 100 ou até mesmo todas clicando nos botões na parte inferior da tela de log.

Repo-Browser
 
         Exibe uma visão da árvore de diretórios e arquivos do repositório.




No lado esquerdo podemos navegar pelas pastas do repositório, enquanto no lado direito podemos visualizar e interagir com os arquivos de cada pasta;
 
Ícones no Explorer

                                                      


            Normal – Quando todas as alterações locais já estão no servidor.
            ReadOnly – Quando o arquivo está com o atributo “somente leitura” marcado
            Added – Quando um arquivo novo é criado e adicionado ao controle de versões através do recurso “Add”
Modified – Indica que o arquivo/pasta possui alterações locais que não foram enviadas para o servidor ainda.
Locked – Indica que o arquivo está travado por você
Deleted – Indica que o arquivo foi eliminado da cópia local e esta eliminação ainda não foi enviada ao servidor.
Ignored – Arquivos ignorados pelo controle de versões.
Non-versioned – Quando um arquivo novo é criado ele fica com este ícone que indica que o mesmo ainda não está versionado.
           
 
            Conclusão
 
            Bom pessoal, o que vimos aqui foi à instalação e configuração básica do Subversion e do Tortoise assim como a aplicação de suas operações básicas.
            O subversion e o Tortoise são bem completos, infelizmente não dá para abordar aqui todas as funcionalidades, talvez em artigos futuros possamos vir a falar de outros recursos destas excelentes ferramentas.
            Mesmo sendo apenas o básico apresentado aqui, isso já é o suficiente para que você possa implantar essas ferramentas em sua empresa ou até mesmo em seus projetos pessoais.
 
 
 
 
Referências
Svn-book.pdf
Arquivo de ajuda TortoiseSVN
 
Ricardo da Silva Coelho

Engenharia de software lover