Artigo Clube Delphi 56 - Aplicações Multicamadas com DataSnap e Firebird

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Parte I – Introdução, criação do BD, servidor de aplicação e interface cliente.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi Edição 56. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

imagem_pdf.jpg

 

Aplicações Multicamadas com DataSnap e Firebird

Parte I – Introdução, criação do BD, servidor de aplicação e interface cliente

Ao longo de nossas vidas profissionais, temos acompanhado a evolução de várias tecnologias dentro do desenvolvimento de soluções baseadas em software. Evolução de ambientes de desenvolvimento, linguagens de programação, sistemas operacionais, banco de dados, modelos e técnicas de implementação, entre tantas outras coisas. Essas inovações corrigem problemas trazidos por tecnologias anteriores, otimizam a performance, escalabilidade e custo-benefício de aplicações. Não foi diferente com o modelo de desenvolvimento conhecido como objetos distribuídos e multicamadas.

Acredito que a maioria dos desenvolvedores Delphi utiliza hoje o modelo cliente / servidor, por ser mais simples e de fácil aprendizado. Como banco de dados, acredito que muitos optaram pelo Firebird: é free, open source, robusto e de fácil administração e configuração. Nada impede que você desenvolva sua aplicação multicamadas com Firebird usando as mesmas técnicas empregadas no modelo cliente / servidor, pois a curva de aprendizado é bastante pequena, graças ao DataSnap.

 Neste artigo vamos abordar a evolução desse modelo, suas vantagens e obstáculos, criando um exemplo passo a passo. De forma clara e direta mostraremos situações do cotidiano num exemplo prático e simples, bem próximo da realidade do desenvolvimento de software. Pretendo, dessa forma, “encorajar” os desenvolvedores a adotarem o novo modelo, já que muitas empresas buscam soluções nessa área, por uma série de vantagens que destacarei a seguir.

Nossa solução também terá um diferencial: veremos como construir diferentes tipos de aplicação cliente (Windows/VCL, Web etc.) para acessar o mesmo servidor de aplicação, centralizando e compartilhando regras de negócio e de acesso a dados. Ou seja, você poderá fornecer para o seu cliente uma versão Web do sistema (baseada em um browser) ou Windows, de acordo com a necessidade.

Antes de iniciarmos um exemplo prático, vamos relembrar alguns conceitos importantes e necessários para o entendimento da aplicação a ser criada.

 

Dica: consulte a edição 46 para conhecer técnicas de migração de soluções cliente / servidor para DataSnap.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?