Artigo Clube Delphi Edição 10 - Kylix Project

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Artigo da Revista Clube Delphi Edição 10.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi edição 10. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Atenção: por essa edição ser muito antiga não há arquivo PDF para download. Os artigos dessa edição estão disponíveis somente através do formato HTML. 

 

Kylix Project

As primeiras  impressões do produto

 

         Ao que tudo indica, o dia 28 de setembro de 1999 vai se tornar uma data histórica para a comunidade Linux. Sendo mais otimista, uma data significativa para todo o mercado computacional. Esta data marcou a divulgação oficial da Inprise sobre o desenvolvimento do projeto Kylix, uma ferramenta RAD para Linux.    

         Mas será que teremos um Delphi equivalente ao que existe hoje ? Até certo ponto sim. Mas muita coisa será diferente. Seguindo um ponto de vista pessoal, acredito que a Inprise está tomando o caminho certo: não há a preocupação em reproduzir uma cópia fiel do Delphi para o ambiente Linux. O objetivo principal  é criar uma ferramenta que utilize a mesma sintaxe, Object Pascal, que seja 100% orientada à objetos e ofereça um ambiente RAD (Rapid Application Development) de desenvolvimento. O Delphi é uma ferramenta muito integrada ao Windows, e criar uma cópia de seus recursos para o Linux  não é uma boa idéia, até porque  muitos destes não existem no Linux. Abaixo segue um pequeno exemplo:

 

1) Suporte à ActiveX

2) Suporte à COM/DCOM

3) Suporte à OLE/DDE

4) TAPI, MAPI, RASAPI, etc..

5) WinSocks

 

         É decidido que os itens acima não estarão presentes no Kylix. Componentes ou funções que façam chamadas à estes recursos não estarão presentes. Rotinas e componentes que utilizem diretamente a API do Windows também não serão suportados.

 

VCL

         A VCL (Visual Component Library) depende do Windows. No Kylix, teremos uma nova biblioteca de componentes, denominada CLX (pronúncia: 'clicks'). O objetivo principal desta nova biblioteca é criar uma grande portabilidade para os controles. O CLX estará disponível também para Windows em futuras versões do Delphi. Portanto, o código escrito em CLX será muito mais portável entre os dois sistemas.

 

GUI

         O Windows possui uma GUI (Graphics User Interface) única. A GUI determina como será o comportamento visual padrão do sistema. Por exemplo, a GUI determina  como será o rolamento de uma barra de scroll, como o aplicativo será minimizado e qual a aparência de um combobox, entre muitos outros. A GUI do Windows permanece encapsulada em um conjunto de APIs denominada Win32. A Win32 é a mesma para o Windows95, Windows98, WindowsNT e o Windows2000. Por este motivo, uma aplicação escrita em qualquer um destes sistemas terá sempre o mesmo funcionamento.

         No Linux a história é diferente. Existem várias GUIs, escritas através de diversas fontes. As duas mais famosas são o Qt e o GTK+. O Qt é a base de construção do KDE e o GTK+ é a base do GNOME, tendo os dois, comportamentos diferentes. A Inprise decidiu utilizar o Qt, desenvolvido pela TrollTech (www.trolltech.com), como sua interface gráfica. O motivo foi a proximidade do Qt com a Win32, e o fato da TrollTech fornecer sua GUI para outras plataformas, incluindo o próprio Windows. Veja abaixo um pequeno gráfico que ilustra este assunto:

 

 

         Ainda há muita especulação sobre este assunto. Especialistas no linux afirmam que as aplicações construídas no Kylix poderão se comportar de forma diferente no GNOME. Outras fontes garantem que as próximas versões do Qt e do GTK+ irão possuir uma camada de compatibilidade. Resta aguardar e conferir. O lançamento do produto realmente está próximo. Apesar da boa impressão, muita coisa ainda não foi esclarecida, e muito ainda está por vir. Para maiores informações a respeito do projeto, visite o nosso site, em www.clubedelphi. com.br/kylix/kylix.htm.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?