Artigo Clube Delphi Edição 12 - Editorial

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Editorial da Revista Clube Delphi Edição 12.

Esse artigo faz parte da revista Clube Delphi edição 12. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição



Atenção: por essa edição ser muito antiga não há arquivo PDF para download. Os artigos dessa edição estão disponíveis somente através do formato HTML.

Editorial

O QuickReport é a ferramenta das pessoas sinceras. Ou você o ama ou o odeia. Mas por que tanta polêmica? O fato é que poucos conhecem tudo o que o QR pode fazer. Ainda vemos muito ‘clippeiros’ (no bom sentido da palavra), criando extensos relatórios através do objeto Tprinter. Ora, não vamos gastar tanta energia. Tente resolver o relatório com o QR, provavelmente haverá uma maneira. A manutenção de relatórios em código é lenta e complicada, além do seu tempo de construção ser muito maior. Nesta edição trabalhamos sobre o QuickReport em conjunto com o site. Além de conferir as quatros matérias da revista, você também poderá ter acesso a vários exemplos e mais alguns artigos sobre o QR em nosso WebSite, no endereço www.clubedelphi.com. br.

         Aproveitando a grande quantidade de elogios que recebemos devido a matéria de capa da edição anterior, trouxemos um artigo dando continuidade ao Interbase 6, desta vez mostrando como converter tabelas xbase e paradox. Através desta matéria você poderá converter suas tabelas de forma confiável, evitando futuros problemas.

         Mas acredito que o queridinho da vez será o artigo DataWarehouse. Um termo que era muito elitizado e que agora começa a cair na boca de quem realmente bota a mão na massa. Os sistemas de DataWarehouse irão dominar o mercado em um futuro muito próximo, pois a cada minuto o conhecimento passa a ser a principal vantagem competitiva entre as empresas. Para quem nunca viu o termo, Datawarehouse representa um sistema com o objetivo de levantar conhecimentos antes ‘escondidos’ dentro de uma organização. A maioria dos sistemas encontrados hoje tem como objetivo atender a lógica operacional da empresa, ou seja, controlar as transações realizadas no dia a dia, como vender, pagar, comprar. Por isso, comumente são chamados de OLTP ou On-Line Transaction Processing. Esses sistemas geralmente fornecem conhecimentos muito ‘óbvios’ para a empresa. Por exemplo, qual o produto que mais vendeu em um período? Uma informação muito básica. Em anos de informações transacionais armazenadas, podemos chegar a conclusões mais complexas, relacionamentos mais profundos e mais distantes. O exemplo mais clássico é o caso de uma rede de supermercado nos Estados Unidos que implantou um sistema de DataWarehouse. Após o processamento do DataWarehouse, a empresa pode constatar que em determinado período do ano, nas sextas-feiras, as fraldas vendiam mais quando estavam perto das cervejas. Por que? Ainda não sei. Mas estatisticamente estava comprovado, e o marketing rapidamente passou a criar promoções entre fraldas e cervejas nas sextas-feiras daquele período do ano, alavancando as vendas de ambos os produtos.O artigo desta edição vai lhe guiar nos primeiros passos para utilizar esta técnica, esclarecendo as primeiras dúvidas que podem surgir em um projeto deste tipo.

         Aproveitando a deixa, no mês de outubro estaremos inaugurando uma nova fase em nosso site, e podemos adiantar que você não perde por esperar!

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?