Artigo Java Magazine 66 - Conhecendo o Sun SPOT

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Artigo da Revista Java Magazine Edição 66.

Esse artigo faz parte da revista Java Magazine edição 66. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

Conhecendo o Sun SPOT

Uma demonstração de monitoramento remoto utilizando Sun SPOT

 

De que se trata o artigo:

Divulgados há pouco mais de dois anos, os Sun SPOTs são pequenos dispositivos que possuem diversos sensores, pinos de entrada e saída, e conexão wireless, tudo programável em Java. Neste artigo faremos uma pequena aplicação que explora alguns recursos disponíveis dos Sun SPOTs.

 

Para que serve:

Idealizado para o âmbito da pesquisa, não existe apenas uma forma de utilizar o SPOT. Após essa introdução caberá ao cientista formular outras maneiras de aplicar todo o potencial desses microcomputadores em uma solução prática.

 

Em que situação o tema é útil:

Essa é uma tecnologia que vem ganhando um espaço cada vez maior entre os programadores Java, apesar de, por enquanto, ainda não ser comercializada no Brasil qualquer um pode se familiarizar com ela através do Sun SPOT Emulator.  

 

Conhecendo o Sun SPOT:

O Sun SPOT (Small Programmable Objects Technology) é um microcomputador dotado de uma série de sensores, por exemplo, temperatura e luminosidade, que utiliza Java e possui a capacidade de configurar redes sem-fio roteando-se automaticamente.

Neste artigo desenvolveremos uma aplicação simples utilizando dois SPOTs para monitoramento remoto de um ambiente, capturando os dados dos sensores. Um SPOT fará a captura dos dados fornecidos pelos sensores de forma stand alone, enquanto que outro SPOT ficará conectado, via USB, a um computador para recepcionar os dados enviados.

 

 

Quem nunca sonhou em ter uma casa inteligente? Você pode ter uma! Construa você mesmo o seu ambiente inteligente utilizando apenas o seu PC e alguns SPOTs! A casa do futuro que se imaginava há alguns anos onde poderíamos controlar a temperatura, ligar e desligar as luzes, além de monitorar de forma simples a entrada e saída de pessoas, está ao seu alcance!

Neste artigo, desenvolveremos uma aplicação simples utilizando dois SPOTs para monitoramento remoto de um ambiente, capturando os dados dos sensores. Um SPOT fará o papel de sensor e ficará instalado de forma stand alone enquanto o outro ficará conectado via USB a um computador. Para utilizar esta aplicação precisaremos utilizar os SPOTs ou o SPOT Emulator. (Para uma introdução ao SPOT, veja o quadro “Sobre o SPOT”, que também apresenta projetos brasileiros com esta tecnologia. Veja também o artigo “Programando o mundo com o Sun SPOT”, Edição 57.)

 

Figura 1. Visão geral da aplicação.

Sobre o SPOT

O Sun SPOT (Small Programmable Object Technology) é uma tecnologia experimental que vem tomando grandes proporções à medida que o número de desenvolvedores envolvidos nos projetos aumenta, de forma exponencial. Isso significa dizer que a cada dia surgem novas possibilidades de utilização e de expansão da capacidade de processamento, memória e comunicação do SPOT.

Cada SPOT é um microcomputador dotado de um processador similar aos usados nos PDAs, memória flash expansível e uma série de sensores como de temperatura e luminosidade. Este utiliza, para execução de código Java, a máquina virtual Squawk que dá suporte à plataforma J2ME, sendo assim, o primeiro produto real da Sun a implementar essa máquina virtual feita quase totalmente em Java. Além disso, também possui a capacidade de configurar redes sem-fio roteando-se automaticamente.

Dentre os inúmeros projetos envolvendo Sun SPOT espalhados ao redor do mundo, temos alguns aqui no Brasil como o projeto M.O.V.E.R. (Movimentação Orientada Via Estação Remota) onde um SPOT é acoplado a um pequeno carro elétrico tornando-o auto-suficiente, recebendo instruções de movimento além de coletar informações referentes ao ambiente como temperatura e relevo do terreno (www.sunspot.com.br). Destaca-se também o projeto For ALL que “tem a intenção de democratizar o acesso à informação oferecendo os serviços computacionais a qualquer tempo e lugar para todas as pessoas nos mais diversos lugares. Visando à captação rápida de informações sobre mudanças nas características normais de um ambiente, sendo também capaz de tomar decisões em tempo hábil, repassando as decisões tomadas instantaneamente para as pessoas interessadas.” (http://sites.google.com/site/spotpb)

O que você vai precisar?

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?