Artigo .net Magazine 37 - Boas práticas de desenvolvimento

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Neste artigo focaremos a reutilização de código entre diferentes interfaces, não trataremos de portabilidade entre sistemas operacionais ou diferentes bancos de dados.

capa_NET37_G.gif

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

Boas práticas de desenvolvimento

 

Este artigo discute

Este artigo usa as seguintes tecnologias

·       DataSets tipados;

·       Organização no acesso a dados;

·       Biblioteca de classes;

·       Reutilização de código;

·       ObjectDataSource.

Visual Studio 2005, ASP.NET 2.0, SQL Server 2005, Web Services e C#.

 

Você se preocupa com a reutilização quando desenvolve suas aplicações? Toma cuidado para não reescrever códigos que foram escritos em outras aplicações? Nessa terceira parte da série de artigos sobre Boas Práticas no Desenvolvimento de aplicações, abordaremos o assunto Portabilidade.

Veremos que ao nos preocuparmos com essas questões, estamos aplicando uma ótima prática de desenvolvimento. Vamos conferir que o .NET oferece diversos recursos para que possamos garantir um grande nível de portabilidade em nossas aplicações.

 

O que é portabilidade?

“Portabilidade, no contexto da informática, refere-se à característica das aplicações serem executáveis (ou facilmente recompiladas) noutras plataformas além daquela de origem”. Essa é a definição que você encontrará no wikipedia (www.wikipedia.org).

Podemos ter vários níveis de portabilidade. Uma aplicação (ou parte dela) pode ser portável entre sistemas operacionais, ter a capacidade de trabalhar com diferentes bancos de dados ou operar em diferentes interfaces, como Windows, Web, dispositivos móveis etc.

Neste artigo focaremos a reutilização de código entre diferentes interfaces, não trataremos de portabilidade entre sistemas operacionais ou diferentes bancos de dados.

 

Problema

Trataremos esse assunto de forma prática, portanto vamos analisar o seguinte cenário: “A empresa Northwind, possui um banco SQL Server com todos os seus dados de vendas. Temos que criar uma aplicação Windows onde os operadores de telemarketing poderão consultar, incluir, excluir e alterar dados dos clientes. Essas operações também devem estar disponíveis para os vendedores que trabalham em campo e terão acesso ao sistema pela Web. Além disso, precisamos disponibilizar aos próprios clientes, um Web Service para que os mesmos possam atualizar seus dados”.

Como você pode observar, teremos que disponibilizar praticamente as mesmas operações em deferentes interfaces. Como fazer para não ter que reescrever código para cada uma dessas soluções?

 

Projeto Class Library

Vamos à prática. Abra o seu Visual Studio 2005, acesse o menu File>New>Project e em Project types escolha a opção Other Project Types>Visual Studio Solutions. Selecione Blank Solution, dê o nome de “Northwind” e clique em OK.

Acabamos de criar uma solução em branco e você pode conferi-la no Solution Explorer. Ainda no Solution Explorer, clique com o botão direito e escolha a opção Add>New Project. Em Project types clique em Visual C# e escolha o item Class Library. Para o nome, digite “NorthwindLibrary” e clique em OK.

Um projeto do tipo Class Library é destinado à criação de bibliotecas compiladas em um arquivo DLL. Assim, através de um projeto desse tipo, podemos encapsular rotinas que podem ser reaproveitadas em outros projetos .NET.

Nesse projeto que acabamos de criar, desenvolveremos a camada da aplicação que será responsável por persistir e recuperar dados no banco. Veremos como é possível reutilizá-la em diversas interfaces.

 

DataSet tipado

Há várias técnicas de criar uma camada de acesso a dados, vamos utilizar um DataSet tipado, que em conjunto com o TableAdapter é uma das formas mais simples de realizar essa tarefa. Para quem não conhece, um "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?