Artigo .net Magazine 62 - Performance em Aplicações Web

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Obtenha dicas práticas para melhorar seu web site.

Esse artigo faz parte da revista .NET Magazine edição 62. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição


Performance em Aplicações Web

Dicas práticas para melhorar seu web site

Corriqueiramente as aplicações ASP.NET, sejam elas sites de Internet ou aplicações intranet, apresentam sérios problemas de performance e de tempo de resposta. Assim como qualquer outra aplicação Web, existe uma mecânica que define seu funcionamento. Basicamente toda aplicação Web durante sua execução realiza as três operações a seguir:

1.    Requisição: a aplicação envia dados para o servidor, o que caracteriza um upload de informações;

2.    Processamento: o servidor de posse das informações, as processa;

3.    Resposta: com as informações já processadas, o servidor envia para o cliente, no caso o browser, a reposta esperada pela requisição, caracterizando um download de informações.

É muito comum que nós desenvolvedores comecemos a otimizar as aplicações no processamento do servidor, revisando chamadas ao banco de dados, WebServices,  leitura de arquivos, mecanismos de cache de servidor ou quaisquer outros meios que possamos achar necessários. Contudo ignoramos muitas vezes a mecânica natural de uma aplicação Web e sua influência direta na performance e no tempo de resposta que ela terá. Basicamente temos operações de upload e download, e se não gerenciarmos a quantidade de informação envolvida nisso, teremos problemas.

Vamos explorar algumas técnicas simples de construção que permitem uma sensível melhora no tempo de download de nossas aplicações.

Tabelas e TableLess

O primeiro ponto a se pensar é no próprio HTML que a aplicação devolve ao browser cliente. Quando utilizamos tabelas , o browser, mais precisamente o Internet Explorer, só renderiza os elementos na tela do usuário quando a tabela é fechada, ou seja, ao terminar de receber toda a informação do servidor. A seguir, na Listagem 1, temos um exemplo de um HTML gerado utilizando Table.

Listagem 1. Html que utiliza Table

<html>

  <head></head>

  <body>

    <table>

      <tr>

        <td>

          Hello World

        </td>

      </tr>"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?