Artigo SQL Magazine 37 - MySQL

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Artigo da Revista SQL Magazine - Edição 37.

capaSQL12.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

MySQL

 

O MySQL é um SGBD com o código fonte aberto que reúne características capazes de atender às necessidades dos mais variados tipos de usuários. Este produto tem sido utilizado como solução para desenvolvedores de sistemas, provedores de serviços, aplicações Enterprise, bem como para suportar aplicações livres (GPL).

O MySQL é reconhecido mundialmente por sua facilidade de uso, desempenho, confiabilidade, suporte aos usuários do produto, bem como à sua disseminação de uso. Por conseqüência desta ampla comunidade, tem-se muitas documentações e livros sobre o produto.

Portanto, o MySQL é uma solução confiável e de baixo custo para aplicações críticas, com grandes volumes de dados e que necessitam de uma alta disponibilidade da aplicação.

 

Limitações de memória / storage / processador / plataforma

A instalação padrão do servidor MySQL vem ajustada para um consumo de 32MB de memória, sendo possível reduzir ou ampliar este número. Esta alteração deve ser feita para satisfazer os requisitos de desempenho da sua aplicação. As limitações em relação ao uso de memória e disco estão associadas à arquitetura de processador e/ou sistema operacional (SO), onde o MySQL está executando.

Como se sabe, o MySQL possui suporte a uma ampla variedade de arquiteturas e SO’s, possuindo suporte a processadores de 32 e 64-bits, e SO’s tais como Unix, Linux, FreeBSD, SCO, Qnx, dentre outros. No caso do Linux 32-bits, por exemplo, existe uma restrição de 2GB em relação à quantidade memória alocada para o MySQL. Também é comum a restrição de 2/4 GB para o tamanho de arquivos, limitando assim o tamanho das tabelas MyISAM, que são armazenadas em três arquivos. Vale ressaltar que em Linux 64-bits estas limitações desaparecem.

Portanto, seria prudente dizer que às restrições do MySQL estarão diretamente relacionadas às restrições existentes no sistema operacional onde o MySQL estiver instalado. Lembrando que é possível contornar as restrições de 2/4 GB para o tamanho máximo do arquivo, mesmo em Linux 32-bits.

 

Recursos de desenvolvimento (trigger, stored procedures, functions, XML, java e orientação a objetos)

No que diz respeito ao suporte às linguagens de programação, a MySQL AB desenvolve diversos conectores para facilitar a integração das aplicações com o MySQL. Portanto, você pode optar por acessar o banco utilizando a API nativa, como em PHP, C/C++, Python e Perl, ou ainda via ODBC, JDBC ou .NET.

Como há suporte para vários protocolos de comunicação, é possível utilizar o MySQL com a maioria das linguagens de programação disponíveis no mercado.

O MySQL 5.0 é a versão GA (Generally Available), que é recomendada para uso em ambientes de produção. Os principais recursos disponíveis no MySQL são Stored Procedures, Triggers, Views atualizáveis, cursores (Server-side) e funções. Além disto, o MySQL possui outros recursos importantes como controle de transação com 4 níveis de isolamento e MVCC (Multi- Version Concurrency Control). O MySQL também possui integridade referencial ou foreign key constraints (restrições de chave estrangeiras e suporta os comandos UNION e sub-selects. Vale ressaltar que o conceito de integridade referencial é suportado pelo InnoDB e o sub-select está disponível apenas a partir da versão 4.1.

Dentre os novos recursos disponíveis no MySQL 5.1, se destaca o suporte ao XPath (XML Path Language). Este recurso amplia a sua capacidade de manipulação de dados no formato XML. Os clientes mysql e mysqldump já possuem a opção de exportar dados no formato XML, mas a implementação permite além disso, realizar consultas dados no formato XML.

 "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?