Artigo SQL Magazine 52 - Automatizando Tarefas no SQL Server 2005 Express

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Artigo da Revista SQL Magazine edição 52.

Esse artigo faz parte da revista SQL Magazine edição 52. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

SQL Server

Automatizando Tarefas no SQL Server 2005 Express

Aprenda a usar o utilitário SQLCMD para automatizar tarefas no SQL Server Express

 

 

Uma pergunta muito comum dos usuários que utilizam o SQL Server 2005 Express (comumente chamado apenas de SQL Express) é como fazer para agendar suas tarefas uma vez que o SQL Express não possui o serviço SQL Server Agent, muito usado para o agendamento de tarefas rotineiras e disponíveis nas demais edições do SQL Server 2005.

Assim como nas edições do SQL Server 2005, o SQL Express fornece alguns utilitários de linha de comando, entre eles o SQL Command ou SQLCDM (sqlcmd.exe). O sqlcmd é um utilitário de linha de comando que deve ser utilizado quando se deseja executar instruções Transact-SQL interativamente através de uma janela DOS, ou ainda para executar arquivos de scripts contendo instruções Transact-SQL. Ele pode ser utilizado, por exemplo, para automatizar rotinas de manutenção dos bancos de dados como backups, DBCC INDEXDEFRAG, REINDEX, UPDATE STATISTICS, entre outros. Neste artigo, serão apresentadas aos leitores algumas features deste utilitário, incluindo como utilizá-lo para administrar um servidor SQL Express interativamente e também como usá-lo para automatizar suas tarefas mais rotineiras.

Conhecendo os parâmetros mais comuns

Como todo utilitário de linha de comando, o sqlcmd possui vários parâmetros que podem ser utilizados durante sua iniciallização. Uma lista completa destes parâmetros pode ser obtida ao chamar o utilitário com a opção “/?” (Figura 1). No entanto, os parâmetros mais utilizados no dia-a-dia por um DBA são:

·         (-S): indica o nome da instância ou servidor SQL Server onde a conexão deve ser estabelecida. Caso você execute o utilitário no próprio servidor e não informe este parâmetro, o utilitário assume a instância local. Imaginando que você quer se conectar a um servidor SQL Express chamado WINXPDEV\SQLEXPRESS, um exemplo de utilização do parâmetro seria.

 

C:\sqlcmd -S WINXPDEV\SQLEXPRESS

 

·         (-E): informa que a conexão ao SQL Express deve ser efetuada usando uma conexão trusted, ou seja, será utilizado o mesmo usuário conectado no Windows para se conectar ao SQL Express sem precisar novamente informa um usuário e senha. Neste caso, não é necessário usar um login e senha, pois a conexão será feita usando as credenciais do usuário já conectado e autenticado no Windows. O exemplo abaixo mostra como se conectar a um servidor SQL Express usando uma conexão trusted.

 

C:\sqlcmd -S WINXPDEV\SQLEXPRESS -E

 

·         (-U): nome do login a ser utilizado para se conectar ao SQL Express. Se você não quiser ou puder se conectar usando uma conexão trusted, é necessário então informar um login e senha. Esta opção requer a utilização do parâmetro “-P”."

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?