Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Este é um post disponível para assinantes MVP
Este post também está disponível para assinantes da SQL Magazine DIGITAL
ou para quem possui Créditos DevMedia.

Clique aqui para saber como acessar este post

1) Torne-se um assinante MVP e por apenas R$ 69,90 por mês você terá acesso completo a todos os posts. Assinar MVP

2) Adquira Créditos: comprando R$ 180,00 em créditos esse post custará R$ 1,20. Comprar Créditos

post favorito     comentários

Artigo SQL Magazine 60 - Estudos de Caso

Artigo publicado Revista SQL Magazine 60.

[fechar]

Você não gostou da qualidade deste conteúdo?

(opcional) Você poderia comentar o que não lhe agradou?

Confirmo meu voto negativo
Esse artigo faz parte da revista SQL Magazine edição 60. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

imagem_pdf.jpg

Projeto

Estudos de Caso – Projeto de Bancos de Dados para Integração com a base de dados de CEPs

Aprenda a integrar a base de dados de CEPs no seu sistema

 

A maioria dos sistemas que contêm ao menos uma tela de cadastro geralmente solicita ao usuário informações a respeito do seu endereço, entre elas o número utilizado para correspondência conhecido como CEP (Código de Endereçamento Postal). Apesar disso, poucos sistemas e bancos de dados estão preparados para serem integrados com a base de dados oficial do CEP, fornecida pela empresa estatal ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos).

Este artigo apresentará como trabalhar com a base de dados oficial de CEPs brasileiros, fornecendo uma sugestão de modelagem que permitirá a integração entre o modelo de dados de um sistema genérico de cadastro e a base de endereços. A partir da modelagem proposta, o leitor poderá elaborar modelos de dados mais complexos que podem facilitar a entrada de dados por parte dos usuários no momento do preenchimento de um cadastro.

 

Busca por endereços e CEP

A base de dados contendo os CEPs e informações sobre a localização de endereços brasileiros é uma das mais famosas bases de dados do Brasil. Além de conter dados sobre o CEP, esta base de dados também fornece o estado, logradouro, região, localidade e outras informações pertinentes ao endereço.

No Brasil a empresa estatal ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), popularmente conhecida apenas como Correios, é responsável pela geração, atualização e manutenção desta base de dados. Ela é disponibilizada de várias maneiras para a população, porém para se obter todos os dados brutos é preciso adquirir um produto chamado DNE (Diretório Nacional de Endereços), que é a base de dados completa oficial de CEPs e endereços, formatada para ser utilizada em um banco de dados. Ela é exclusiva dos Correios por força dos artigos: 2º, §1º, “b”; 8º, inciso II e 15º, §1º da Lei 6.538/78, podendo ser licenciada por meio de contratação direta, respaldada no início do artigo 25 da Lei nº. 8.666/93.

O DNE é um produto que pode ser adquirido mediante a contratação e pagamento de um preço determinado pelos Correios. De acordo com o site oficial, existem várias formas de contratação, sendo que o preço final varia de acordo com a forma de licenciamento. Após a aquisição do DNE, a base de dados completa é gravada em um CD que é enviado para o cliente. Dependendo da forma de licenciamento escolhido, os Correios enviam um CD inicial contendo a base completa e periodicamente são fornecidas atualizações desta base de dados.

Entretanto, o DNE não é a única maneira de se consultar o CEP. Na verdade o DNE é um produto voltado para as empresas que precisam consultar os dados desta base sem nenhum tipo de limitação e a qualquer momento. Devido a esta característica corporativa, os Correios fornecem outros métodos para consultas esporádicas à base de dados de endereços. Veremos algumas dessas modalidades a seguir.

Talvez a forma mais popular de se consultar um CEP ou um endereço é acessar diretamente o site dos correios. A partir do endereço http://www.correios.com.br/servicos/cep/cep_loc_log.cfm qualquer internauta pode realizar uma consulta OnLine fornecendo o CEP ou parte do endereço. Esta é a principal maneira que a população utiliza para obter informações sobre um endereço, porém não é a única.

Para aqueles que desenvolvem aplicações Web, os Correios também disponibilizaram uma maneira de integrar a busca de CEPs e endereços diretamente em uma página da internet. No endereço http://www.correios.com.br/servicos/cep/cep_coloque.cfm é explicado como montar uma página HTML simples que faz uma requisição aos servidores do correio e retorna as informações desejadas de acordo com os parâmetros de pesquisa. Os Correios facilitam a integração fornecendo arquivos de exemplo que explicam passo a passo como inserir a consulta em uma página HTML.

Para os desenvolvedores que utilizam WebServices, é possível montar uma aplicação cliente que faz uma requisição utilizando o XML e obtém o retorno dos dados. Na edição número 36 da revista .NET Magazine Rodrigo Sendin apresenta um artigo chamado “Integração de WebServices com o CEP dos correios” que mostra como montar este tipo de solução baseado na plataforma .NET. Há também o site http://www.buscarcep.com.br/ que contém exemplos de como acessar o WebService dos Correios em diversas linguagens de programação. Utilizando o WebService, algumas aplicações desktop fazem chamadas diretas para a opção de CEPs como, por exemplo, o editor de texto Word da suíte Microsoft Office.

Para aqueles profissionais que não desejam gastar com o desenvolvimento de aplicações e que precisam consultar diversos CEPs de uma só vez, como em um processamento em lote, os Correios criaram uma aplicação chamada GPBe (Guia Postal Brasileiro Eletrônico), disponível no endereço: http://www.correios.com.br/servicos/cep/gpbe.cfm. Esta aplicação é um software desenvolvido pela ECT para permitir a busca de CEPs a partir de um computador conectado à internet. Esta aplicação oferece também um módulo chamado de Endereçador Escritório, que permite o cadastramento de endereços de remetente e destinatário para geração de etiquetas de endereçamento com o objetivo do envio de mala direta. Este serviço é recomendado para profissionais que não desejam arcar com custos de desenvolvimento para consultar lotes de CEP, como profissionais autônomos e liberais, lojistas, micro e pequenas empresas e escritórios em geral.

De todas as opções disponíveis para a consulta de endereços e CEPs, o DNE é o único que disponibiliza os dados brutos no formato de um banco de dados. Devido a esta característica, recomenda-se a aquisição do DNE quando se desejar trabalhar diretamente com os dados brutos dentro da empresa. Isso quer dizer que se um sistema utiliza apenas eventualmente os dados, talvez seja mais interessante procurar outra alternativa ao DNE. Contudo, existem tarefas que requerem o acesso direto aos dados e esta manipulação é crucial para o funcionamento da aplicação. Tomemos como exemplo uma empresa que trabalha com GeoMarketing, ou seja, o planejamento de ações de marketing baseado em distribuição geográfica. Neste caso faz sentido possuir a base de CEP oficial dentro de um banco de dados que possa ser facilmente acessada e integrada com o sistema de marketing já existente na empresa. Outros exemplos da necessidade do DNE incluem sistemas de CRM, ERP e Telemarketing, Mineração de Dados (Data Mining), DataWarehouses e outros.

 

Modelo de dados do DNE

Como o objetivo deste artigo é apresentar uma possível integração da base de dados do CEP fornecida pelo DNE, esta seção apresentará o modelo de dados fornecido por este produto através dos layouts de arquivos contidos no CD enviado pelos correios após a aquisição. Antes de começar a explicar o modelo de dados, vale à pena mencionar que há como obter uma versão de demonstração gratuitamente do DNE após o preenchimento de um cadastro. Esta versão de demonstração possui apenas uma fração dos dados existentes na versão completa do DNE, entretanto, contém o mesmo layout dos arquivos da versão completa.

Outro aspecto importante de ser comentado é o significado da posição de cada um dos números do CEP. De acordo com o endereço "

A exibição deste artigo foi interrompida

Este post está disponível para assinantes MVP.



Mauro Pichiliani é bacharel em Ciência da Computação, Mestre e doutorando em computação pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). Trabalha há mais de 10 anos utilizando diversos bancos de dados e ferramentas de programação. [...]

O que você achou deste post?
Publicidade
Serviços

Mais posts