Artigo SQL Magazine 72 - Talend Open Studio

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Nesse artigo vamos aprender como utilizar metadados e as funcionalidades de customização de código do Talend Open Studio, uma ferramenta Open Source para ETL e Integração de Dados.

[links]Talend Open Studio - Parte 1[/links][rotulo-curso/] [lead]De que trata o artigo?

Nesse artigo vamos aprender como utilizar metadados e as funcionalidades de customização de código do Talend Open Studio, uma ferramenta Open Source para ETL e Integração de Dados.

Para que serve?

As aplicações de Business Intelligence utilizam informações de várias fontes, sendo necessário integrá-las e carregá-las em um Data Warehouse através de um processo conhecido como ETL (Extração, Transformação e Carga). O Talend Open Studio é uma ferramenta especializada para o desenvolvimento desse tipo de aplicação que utiliza uma interface gráfica baseada em componentes. Essas aplicações podem ser executadas através dessa interface, como aplicações independentes ou como web services.

Em que situação o tema é útil?

Em conjunto com a interface visual do Talend Open Studio, os metadados e a customização de código diminuem o tempo de desenvolvimento, possibilitam o aproveitamento de funcionalidades já existentes e facilitam o entendimento do processo para todos os envolvidos.[/lead]

No primeiro artigo da série apresentamos a interface visual do Talend Open Studio e seus componentes básicos. Seguindo a aplicação de exemplo, desenvolvemos uma etapa simples de carga de uma tabela a partir de um arquivo texto e a captura dos logs gerados nesse processo. Agora, vamos aprimorar nosso exemplo através da utilização das facilidades de metadados e da criação de novas funcionalidades com código customizado. Os detalhes do modelo de dados utilizado estão no quadro “Exemplo utilizado no artigo”.

[subtitulo]Definindo itens de Metadados[/subtitulo]

Os metadados do TOS armazenam informações reutilizáveis sobre layouts de arquivos, parâmetros de conexão com bancos de dados e estruturas de dados (schema), necessários durante o desenvolvimento dos Jobs. Vários wizards auxiliam a coletar e armazenar essas informações. No painel Repository, o nó Metadata exibe os tipos de metadados que podem ser configurados, como podemos ver na Figura 1.

Figura 1. Itens de metadados

Seguindo nosso exemplo vamos criar três itens de metadados: a conexão com um banco de dados, a definição de um arquivo delimitado e uma planilha.

Na aba Repository clique no nodo Metadata para expandir a árvore. No item Db Connections clique com o botão direito e selecione Create connection. Informe o nome (Vendas) da conexão e clique em Next. Selecione o Db Type MySQL e preencha os demais parâmetros conforme a Figura 2; a senha é “vendas”. Clique no botão Check para validar a configuração e depois em Finish. Em seguida, abra o nodo Db Connections, no item Vendas clique com o botão direito e selecione Retrieve Schema. Feito isso, desmarque os checkbox VIEW e SYNONYM e clique Next. Marque as três tabelas e clique em Next. Depois, navegue no painel Schema para visualizar as definições dos atributos de cada tabela. No schema dim_produto altere a precisão do atributo valor_unitario para 2, conforme a Figura 3. Repita o mesmo procedimento para o atributo valor_total do Schema fato_venda, e clique em Finish para encerrar.

Figura 2. Nova conexão com banco de dados

Figura 3. Schema da dimensão dim_produto

Para criar uma definição de arquivo delimitado o processo é semelhante. Clique com o botão direito no item File delimited e selecione Create file delimited. Informe o nome (Produtos) e prossiga com Next. Clique no botão Browse... à direita da propriedade File, selecione o arquivo Produtos.csv no diretório de instalação do exemplo e escolha WINDOWS no Format do arquivo. Clique em Next e na próxima tela marque a opção Set heading row as column names para indicar que a linha de cabeçalho contém os nomes das colunas. O botão Refresh Preview atualiza os dados exibindo o nome das colunas. Clique no botão Next. Na próxima tela configure o Type, Length e Precision da coluna VALOR_UNITARIO conforme a Figura 4. Também marque a coluna CODIGO como Key. Finalize clicando no botão Finish.

Seguindo os mesmos passos vamos criar um item File Excel com o nome de “Vendas”, selecionando o arquivo vendas_filial.xls. Marque Plan1 no painel Set sheets parameters e confirme em Next. No passo seguinte também marque a opção Set heading row as column names e prossiga. No próximo passo configure o Type da coluna DATA_VENDA e marque a opção Key dos atributos NUMERO_CUPOM, CODIGO_FILIAL e CODIGO_PRODUTO, conforme a "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?