Artigo SQL Magazine 74 - Introdução à Gerência de Configuração

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Este artigo apresenta conceitos gerais da gerência de configuração de software. Além disso, ressalta alguns dos benefícios que esta área provê, e sua relação com o processo de desenvolvimento de software.

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

[lead]De que trata o artigo:

Este artigo apresenta conceitos gerais da gerência de configuração de software. Além disso, ressalta alguns dos benefícios que esta área provê, e sua relação com o processo de desenvolvimento de software.

Para que serve:

A Gerência de Configuração de Software surgiu da necessidade de controlar modificações ocorridas ao longo do desenvolvimento do software, por meio de métodos e ferramentas, com o intuito de maximizar a produtividade e minimizar os erros cometidos durante a evolução.

Em que situação o tema é útil:

A gerência de configuração é uma disciplina que controla e notifica as inúmeras correções, extensões e adaptações aplicadas durante o ciclo de vida do software de forma a assegurar um processo de desenvolvimento e evolução sistemático e rastreável, sendo indispensável quando equipes manipulam, muitas vezes em conjunto, artefatos comuns. [/lead]

Os sistemas de software estão em constante evolução. A manutenção do software chega a consumir 75% do custo total do seu ciclo de vida. Aproximadamente, 20% de todo o esforço de manutenção é usado para consertar erros de implementação e os outros 80% são utilizados na adaptação do software em função de modificações em requisitos funcionais, regras de negócios e na reengenharia da aplicação. A Gerência de Configuração de Software surgiu da necessidade de controlar estas modificações, por meio de métodos e ferramentas, com o intuito de maximizar a produtividade e minimizar os erros cometidos durante a evolução.

É uma disciplina que controla e notifica as inúmeras correções, extensões e adaptações aplicadas durante o ciclo de vida do software de forma a assegurar um processo de desenvolvimento e evolução sistemático e rastreável, sendo indispensável quando equipes manipulam, muitas vezes em conjunto, artefatos comuns.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?