Automatic Storage Management - Revista SQL Magazine 91 - Parte 16

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

É possível instalar e configurar instâncias ASM, grupos de disco, volumes e também o Oracle ACFS através de um utilitário de linha de comando e também com interface gráfica.

Artigo no estilo Curso

De que se trata o artigo

É possível instalar e configurar instâncias ASM, grupos de disco, volumes e também o Oracle ACFS através de um utilitário de linha de comando e também com interface gráfica. Este utilitário é o ASM Configuration Assistant, ou simplesmente Oracle ASMCA.

Este artigo trata da definição de conceitos e utilização do ASM – Automatic Storage Management, ferramenta da Oracle para gerenciamento do armazenamento de dados. O foco será a apresentação das características e funcionalidades do assistente de configuração introduzidas na versão 11.2.0.2 do banco de dados.


Em que situação o tema é útil

Em diversos momentos o DBA pode necessitar efetuar uma instalação ou mesmo a configuração de ambientes e funcionalidades do Oracle ASM. Uma das maneiras mais intuitivas é justamente utilizar uma ferramenta gráfica para tal tarefa. A configuração em linha de comando também se faz necessária em ambientes onde não está disponível a ferramenta gráfica.

Resumo DevMan

Este artigo trata das funcionalidades acrescentadas na versão 11.2.0.2 do Oracle ASM para a ferramenta de instalação e configuração Oracle ASM Configuration Assistant (Oracle ASMCA). Será vista a ferramenta em ambiente gráfico bem como em ambiente de linha de comando e, em ambos os casos, apresentarei como instalar e configurar os componentes do Oracle ASM.

O Oracle Automatic Storage Management Configuration Assistant, ou simplesmente Oracle ASMCA, é um utilitário desenhado para a instalação e configuração de instâncias ASM, grupos de discos (disk groups), volumes e também do Oracle Automatic Storage Management Cluster File System(Oracle ACFS)(ver Nota DevMan 1).

O Oracle ASMCA é uma das grandes novidades da versão 11g R2 sendo que agora a curva de aprendizado associada à configuração e manutenção de uma instância ASM é muito menor.

A partir de agora um disk group ASM pode ser gerenciado de maneira simples tanto pelo DBA quanto pelo SA (System Administrator – Administrador do Sistema) apenas com um simples ou limitado conhecimento do ASM em si.

O ASMCA suporta a maior parte das novas características introduzidas na versão 11g R2 como o ASM Cluster File System (ACFS) e o gerenciamento de volumes.

Esta ferramenta está disponível na versão de linha de comando bem como na versão GUI (ver Nota DevMan 2).

Nota DevMan 1. Oracle ACFS e sistema de arquivos

O Oracle ACFS, acronismo para Oracle Cluster File System, é um sistema de arquivos multiplataforma escalável que aumenta ainda mais as funcionalidades do ASM para dar suporte aos arquivos que são gerenciados normalmente fora do banco de dados. Através da utilização do Oracle ACFS é possível gerenciar uma infinidade de tipos de arquivos como: arquivos executáveis, arquivos de banco de dados, arquivos de trace do banco de dados, arquivo alert.log do banco de dados, relatórios da aplicação, BFILEs, arquivos de configuração em geral e, além destes, arquivos de vídeo, áudio, texto, imagens, etc.

O Oracle ACFS nada mais é que uma camada do ASM e é configurado juntamente com o storage do ASM

Sistema de arquivos é a forma de organização de dados em algum meio de armazenamento de dados em massa frequentemente feito em discos magnéticos. Sabendo interpretar o sistema de arquivos de um determinado disco, o sistema operacional pode decodificar os dados armazenados e lê-los ou gravá-los.

Fazendo analogias, tal organização assemelha-se a uma biblioteca escolar. O bibliotecário organiza os livros conforme o seu gosto, cuja busca, convenientemente, procura deixar mais fácil, sem ocupar muitas prateleiras e assegurando a integridade deste. Ainda, certamente, organiza os livros segundo suas características (assunto, censura, etc.). Depois de organizados, ou durante a organização, o bibliotecário cria uma lista com todos os livros da biblioteca, com seus assuntos, localizações e códigos respectivos.

Aplicando a analogia à informática, o sistema operacional seria o bibliotecário da "biblioteca de dados" do computador, o disco de armazenamento. Exatamente igual à organização de uma biblioteca, o sistema operacional guarda os dados nos espaços vazios do disco, rotulando-os com um FCB (File Control Block, Bloco de Controle de Arquivo) e ainda criando uma lista com a posição deste dado, chamada de MFT (Master File Table, Tabela de Arquivos Mestre). Sabendo a posição do arquivo a ser aberto/gravado, o sistema operacional solicita a leitura desta, decodifica/codifica e realiza a abertura/gravação do dado.

Enfim, um sistema de arquivos é uma forma de criar uma estrutura lógica de acesso a dados numa partição. Sendo assim, também é importante salientar que nunca poderá haver dois ou mais tipos de sistemas de arquivos (formatos) numa mesma partição.

Nota DevMan 2. GUI – Graphical User Interface

Uma GUI (Graphical User Interface – Interface Gráfica de Usuário) é um tipo de interface de usuário que permite ao usuário interagir com dispositivos eletrônicos através de imagens ao invés de comandos em modo texto. GUIs podem ser utilizadas em computadores, hand helds como um mp3 player, aparelhos celulares, jogos portáteis, equipamentos de escritório e até mesmo eletrodomésticos.

Uma GUI representa a informação e a ação disponível para o usuário através de ícones gráficos e indicadores visuais. A ação é normalmente executada através de manipulação direta do elemento gráfico.

Apresentarei neste artigo o ASMCA em seu modo GUI e também em modo de linha de comando.

Oracle ASMCA no ambiente gráfico

Para inicializar o ambiente gráfico do Oracle ASMCA é necessário definir as variáveis de ambiente que apontem para a instância ASM e logo após é só “chamar” o ASMCA. A Listagem 1 apresenta esse processo.

Listagem 1. Definindo as variáveis de ambiente e “chamando” o ASMCA.

  1. $ export ORACLE_SID=+ASM
  2. $ export ORACLE_HOME=/u01/app/oracle/grid/11.2.0.2
  3. $ asmca 
"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?