Automatizando tarefas com scripts PowerShell - Revista SQL Magazine 92

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Neste artigo veremos como utilizar o Windows PowerShell para administrar servidores de bancos de dados SQL Server. Em seguida vamos desenvolver scripts para automatizar tarefas do dia a dia de um DBA.

Do que se trata o artigo:

Neste artigo veremos como utilizar o Windows PowerShell para administrar servidores de bancos de dados SQL Server. Em seguida vamos desenvolver scripts para automatizar tarefas do dia a dia de um DBA.

Em que situação o tema útil:

A administração de vários servidores de bancos de dados pode se tonar complexa. Com Scripts PowerShell é possível simplificar as principais tarefas de manutenção e monitoração com um código simples e altamente escalável, permitindo ao DBA um maior controle do seu ambiente.

Resumo DevMan:

Este artigo visa mostrar como os scripts desenvolvidos em PowerShell podem auxiliar administradores de bancos de dados e desenvolvedores na automatização de tarefas de administração e manutenção de servidores de bancos de dados SQL Server.

Além das várias obrigações de um administrador de bancos de dados, manter o ambiente de servidores organizado e automatizado não é uma tarefa simples. Automatizar os processos ajuda na resolução de problemas verificando possíveis falhas pró-ativamente, simplificando tarefas de manutenção e monitoração nos servidores e garantindo a disponibilidade do serviço. Essa administração é ainda mais complexa em um ambiente com múltiplos servidores e com configurações e versões diferentes.

Tarefas como verificar se o backup foi realizado com sucesso, verificar espaço livre em unidades dos servidores, monitorar mensagens de erro nos logs do sistema e do SQL Server, habilitar ou desabilitar configurações em vários bancos de dados em várias instâncias e servidores, entre outras atividades, pode consumir muito tempo e ainda não ter um controle adequado. Deste modo, para resolver ou amenizar este problema, demonstraremos neste artigo algumas rotinas utilizadas na administração de servidores de bancos de dados SQL Server. Para isso, vamos aprender como utilizar o Windows PowerShell para desenvolver scripts para automatizar as tarefas descritas acima.

Windows PowerShell

Windows PowerShell é o Shell de linha de comando da Microsoft voltado para a administração de sistemas que oferece recursos para um maior controle do sistema operacional de maneira fácil e produtiva. O PowerShell, como é popularmente conhecido, é totalmente integrado ao SQL Server 2008, e com isso temos acesso aos objetos e recursos do SGBD. Essa integração facilita a criação dos scripts permitindo a manipulação dos objetos através da linha de comando.

Os comandos incorporados ao PowerShell, chamados de cmdlets, são como funções que nos fornecem acesso aos dados. Ao instalar o PowerShell já temos à disposição alguns cmdlets que podem ser utilizados para realizar tarefas básicas no console, mas é possível criar seus próprios cmdlets para acesso ou manipulação de informações no sistema operacional ou mesmo no SQL Server.

Neste artigo iremos utilizar a biblioteca SQLPSX 2.3.2.1 – SQL Server PowerShell Extensions, que é um conjunto de funções que utilizam objetos SMO (Nota DevMan1) para acessar dados e configurações do SQL Server. Iremos utilizar a SQLPSX porque esta já contém diversos cmdlets para trabalhar com SQL Server. A biblioteca contempla cmdlets para realizar quase todas as tarefas de manutenção e administração em objetos do servidor e de bancos de dados. Assim, vamos aprender como utilizar seus cmdlets para facilmente criar scripts para fazer backups de bancos de dados, verificar corrupção de bancos de dados e arquivos de backup, entre outros.

SQLPSX é um projeto livre, hospedado em www.codeplex.com e que pode ser baixado no endereço http://sqlpsx.codeplex.com. Na página da biblioteca você encontrará o tutorial de instalação, fórum de discussão, página de ajuda online com exemplo de como utilizar os cmdlets, além de links com os contatos dos seus desenvolvedores.

Nota DevMan 1. Objetos SMO

SMO – SQL Server Management Objects – é uma coleção de objetos que são projetados para programação de aspectos de gerenciamento do SQL Server. Com estes objetos podemos desenvolver soluções para o gerenciamento do SGBD.

Após instalar o PowerShell e o SMO, inicie o PowerShell acionando Iniciar > Executar e depois digite powershell.exe. Feito isso, execute o seguinte comando para habilitar a execução de scripts: Set-ExecutionPolicy RemoteSigned.

Agora vamos instalar a SQLPSX. Faça o download do arquivo de instalação SQLPSX.msi e o execute. Na primeira tela do assistente apenas clique em "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?