Certificação ou Carreira acadêmica?

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)

O mercado de TI esta presente em várias realidades organizacionais, deixando de ser uma estratégia de crescimento para se tornar um setor fundamental e imprescindível para o funcionamento de uma organização. Mas para que o mesmo seja eficiente e funcione, se faz necessário profissionais experientes e qualificados. Daí surge a dúvida, quais caminhos devem seguir: Certificações ou Carreira acadêmica?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcio Brasil de Sá Leitão

 

Analista de Banco de Dados

Graduado em Tecnologia em Processamento de Dados

                                                                                                                                                                            Cursando Pós-Graduação em Banco de Dados

Extensão em Engenharia de Processos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mercado de TI esta presente em várias realidades organizacionais, deixando de ser uma estratégia de crescimento para se tornar um setor fundamental e imprescindível para o funcionamento de uma organização. Mas para que o mesmo seja eficiente e funcione, se faz necessário profissionais experientes e qualificados. Daí surge a dúvida, quais caminhos devem seguir: Certificações ou Carreira acadêmica?

 

            Há certo tempo atrás tínhamos que fazer uma escolha entre iniciar na informática com um curso técnico e ingressar mais rápido no mercado de trabalho ou passar alguns anos na faculdade com aulas teóricas e aos poucos ocupar vagas que iriam sendo abertas. Mas como a área de TI esta em constante expansão e sendo necessário à inserção do mesmo em varias áreas das organizações as oportunidade vem crescendo e acompanhando o crescimento. Mas nada é mil maravilhas, o nível de exigência que esta sendo colocado para os candidatos nos faz abrir outra bifurcação. Será que devemos tirar certificações ou seguir a carreira acadêmica como especialização e mestrados?

 

            Um profissional Certificado para o mercado de TI é um diferencial quando se esta analisando um currículo, assim, sendo considerado um pessoa preparada e devidamente aconselhado a desempenhar a função pretendida. Um exemplo ilustrativo é a campanha de certificação da Oracle, onde existem três níveis progressivos:

 

  • OCA (Oracle Certified Associate)

Essa é a primeira fase da carreira de certificação da Oracle, sendo ela obrigatória para tentar OCP e OCM reconhecimento para os candidatos que estão iniciando sua formação. Para os aprovados recebe acesso a comunidade OCA no site da Oracle University (OU).

 

  • OCP (Oracle Certified Professional)

Esse nível é o reconhecimento de candidatos que possuem habilidades técnicas avançadas em gerenciamento de banco de dados Oracle. Para obter o certificado, se faz obrigatório cursar pelo menos um curso oficial e após a conclusão de todas as etapas informar a Oracle os dados do curso realizado.

 

  • OCM (Oracle Certified Máster)

É o nível mais alto da Oracle “informando o candidato ser expert”, com tudo o mesmo já deve ter sido aprovado pelas etapas anteriores (OCA e OCP) e também terá que se submeter a uma prova pratica de simulação em ambiente real. Essa prova pratica se resume a dois dias de um cenário em que são pedidos para executar tarefas técnicas de configuração, diagnostico, prevenção, backup, recovery dentre outros. Esses ambientes são montados em sedes localizados em pontos nos Estados Unidos e como não é uma prova teórica, é recomendado uma média de três anos de pratica real em gerenciamento de banco de dados oracle.

 

 

O Currículo que obtiver escrito essas ou alguma delas em seu corpo pode se ter certeza que terá boas chances de ser finalista em algum processo seletivo tanto como DBA ou Desenvolvedor Oracle. Também sabemos que, como qualquer outra conquista, essa opção requer um bom investimento financeiro e muita dedicação em estudos teóricos e práticos.

 

            Seguir uma carreira acadêmica é uma forma progressiva de alavancamento profissional, onde na teoria existe uma possível seqüência de estudos após a graduação. Alguns se interessam em iniciar os estudos pela especialização, como sabemos, e a descrição por si só afirma, é um estudo dirigido e focado em uma determinada área de estudo. Como hoje em dia um profissional não vive e se coloca no mercado de trabalho só com a graduação, muitas das faculdades estão abrindo vários cursos Pós-graduação Lato-Sensu (Especialização) e em diversas áreas para atender essa nova tendência que deixou de ser um diferencial no currículo para ser uma necessidade.

Uma boa pratica que esta sendo adotada por esses cursos de Pós é a junção com aulas preparatória para certificações, ou seja, o aluno que ingressar em um curso com essas características esta juntando o útil ao agradável tendo um bom “custo x beneficio”. Um bom exemplo é o curso de Pós-graduação em Banco de Dados da faculdade Barros Melo (AESO), que consegue mostrar seguimentos, módulos e boas praticas do BD utilizando o SGBD Oracle, sendo assim, no decorrer do curso ou final o aluno está apto para iniciar a campanha de certificação Oracle.

Mas os estudos não começam ou terminam necessariamente na Pós-graduação Lato-Sensu (Especialização), muitos preferem dar continuidade com o tão desejado Mestrado, que pode ser ele acadêmico ou Profissional.

 

            Ambos os mestrados são cursos Stricto Sensu, e se concluído, os novos mestres podem tentar ingressar no doutorado, mas existe diferença entre eles. O mestrado acadêmico tem o intuito de formar o aluno a ser um pesquisador da área a ser cursada. Normalmente é disponibilizado por Universidades Federais e Estaduais e de forma gratuita, por esse motivo existe certa concorrência. Já os Profissionais formam mestres que almejam uma melhor colocação em sua área de atuação de forma pratica e com estudos de casos reais. Por eles serem um investimento caro, a concorrência não é muito grande. Nas duas formas de Mestrado existem as cadeiras básicas e eletivas que são cursadas em 12 meses em média e ao final a confecção e defesa da tese.

 

            Então qual será o melhor caminho a se seguir? Na verdade não existe o melhor caminho para se chegar ao sucesso. Temos que entender e estudar o mercado que queremos ingressar e dai traçar um plano de carreira que melhor se encaixe. Apesar da carreira acadêmica ser muito extensa, podendo levar anos de estudos e preparações de monografias e teses, temos que salientar que as certificações devem ser renovadas a cada mudança de versões dos aplicativos associados, para que não percam a validade e fiquem obsoletas.

Por tanto as opções não são fáceis de serem concluídas, precisa-se de muita determinação e foco nos objetivos. O que não vale é ficar de braços cruzados esperando que um dia seja absorvido. Apesar de desconhecer o autor, gosto muito de utilizar uma frase que nunca me deixar ficar ocioso, que diz o seguinte: “Enquanto você esta descansando, existe alguém trabalhando para te superar...”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Referências

 

Prometric – www.2test.com

Oracle - www.oracle.com

César EDU - www.cesar.edu.br

AESO / Barros Melo – www.aeso.br

Mestrado Profissional / UFPE - http://www.cin.ufpe.br/~mprof/

Cin-UFPE – www.cin.ufpe.br

 

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?