Guia Gestão de Projeto

Como implantar um PMO

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (4)  (0)

Este artigo visa fornecer uma visão geral de como funciona a implantação de um escritório de gerenciamento de projetos, analisando o vínculo dessa iniciativa com o planejamento estratégico.

Fique por dentro
Este artigo tem como objetivo fornecer uma visão geral de como funciona a implantação de um escritório de gerenciamento de projetos (PMO) analisando o vínculo dessa iniciativa com o planejamento estratégico, de forma a identificar as dificuldades e os benefícios a serem colhidos. Através deste artigo o leitor poderá ter uma visão de todo o contexto da implantação de um escritório de gerenciamento de projetos, entendendo que o seu benefício principal está em organizar e gerenciar os projetos da empresa sem esquecer-se do seu maior ativo, o cliente.

O cenário atual vem mostrando que as organizações precisam de ações e respostas cada vez mais rápidas, não sendo possível desperdício de tempo e oportunidade. Uma empresa, para alcançar resultados e obter sucesso em sua área de atuação, necessita de um bom planejamento estratégico, foco nas ações que levarão aos resultados e, principalmente, de priorização dos objetivos, de forma que seja possível ter o retorno esperado com a maior eficiência. Além disso, gerenciar demandas de diversas partes interessadas sabendo priorizar o que é mais importante para a organização, compreender, gerenciar e conectar grupos diversos de partes interessadas internas e externas de um projeto e criar uma cultura de gerenciamento de projetos dentro da empresa são alguns dos muitos desafios que todo escritório de projetos tem a partir da sua concepção.

O relatório “Pulso da Profissão do PMI: O alto custo do baixo desempenho” relata que entender quais “boas” práticas — tanto estratégicas quanto táticas — as organizações de alto desempenho implementaram é crucial para melhorar o sucesso de uma organização, assim como o pensamento de que o sucesso das empresas de alto desempenho está diretamente associado ao foco estratégico em pessoas, processos e resultados. Consequentemente, uma empresa que atua com uma gestão de projetos descentralizada, sem processos claramente definidos e com ausência de metodologia tende a perder mercado em função do seu baixo desempenho e das perdas provenientes de uma gestão pouco competitiva.

Não restam dúvidas que diante da crise econômica, da crescente volatilidade e incertezas, da grande escassez de recursos e de uma carteira de clientes cada vez mais exigente as organizações terão que pensar em uma prestação de serviço mais estruturada e associada a práticas maduras de gerenciamento de projetos a fim de que se possa ter um percentual significativamente maior de projetos que atendam aos objetivos e intenções do negócio — “foco no cliente e no resultado” (Figura 1).

Práticas maduras de gerenciamento de
projetos resultam em mais projetos bem-sucedidos
Figura 1. Práticas maduras de gerenciamento de projetos resultam em mais projetos bem-sucedidos [2]

Para que tudo isso seja viável, é importante que a empresa pense na implantação de um escritório de gerenciamento de projetos como uma nova unidade organizacional que centraliza e coordena o gerenciamento dos seus ativos da forma menos burocrática.

Este artigo visa apresentar uma proposta de implantação de um escritório de gerenciamento de projetos, mesclando a teoria das disciplinas do PMBOK com a prática do mercado de gerenciamento de projeto a fim de que o leitor possa entender o conceito e todos os caminhos pelos quais" [...]

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?