Conhecendo o Android - Revista Mobile Magazine 42

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

O artigo apresenta os aspectos básicos, porém fundamentais da plataforma Android, cobrindo assuntos de interesse do desenvolvedor relativos à sua arquitetura, desenvolvimento de aplicações, mercado e rumos tecnológicos da plataforma.

Do que se trata o artigo:

O artigo apresenta os aspectos básicos, porém fundamentais da plataforma Android, cobrindo assuntos de interesse do desenvolvedor relativos à sua arquitetura, desenvolvimento de aplicações, mercado e rumos tecnológicos da plataforma. Uma visão geral é dada sobre os temas mais relevantes do sistema e do seu framework para desenvolvimento de aplicações.

Em que situação o tema útil:

O tema é útil para os desenvolvedores de aplicações e curiosos sobre sistemas móveis com interesse em iniciar estudos e conhecer alguns dos conceitos mais importantes relacionados à plataforma Android.

Resumo DevMan:

Android é um sistema operacional baseado em Linux e desenvolvido pelo Google em parceria tecnológica com empresas da Open Handset Alliance. É voltado para os dispositivos móveis modernos com maior capacidade de memória e processamento, conhecidos como Smartphones e Tablets. Sua plataforma foi concebida para facilitar a criação de aplicações nativas baseadas em localização e conexão de dados, além de permitir sua rápida distribuição através de lojas online, como o Google Play.

Imaginem um sistema operacional criado exclusivamente para os celulares de maior capacidade (conhecidos como handsets ou smartphones), pensado desde o princípio em facilitar o desenvolvimento de aplicações conectadas e localizadas, e ainda levando em conta os erros cometidos por sistemas antecessores. Pois este é o Android. Falaremos deste empolgante sistema operacional, de algumas das suas características mais relevantes e principalmente da sua arquitetura básica.

Para o usuário final, o Android tem o objetivo de ser um sistema voltado à conectividade, localização e preferências do usuário. Trocando em miúdos, ele pretende ser extremamente personalizável e, acima de tudo, tirar proveito da Internet e dos Serviços em Nuvem. Para o desenvolvedor de software, tem o propósito de permitir a criação rápida e descomplicada de aplicações nativas, incorporando no seu framework diversas ferramentas que auxiliam o processo de codificação e preparação do software para o mercado, como por exemplo, a possibilidade da concepção de interfaces gráficas inteiramente em XML, recursos avançados de internacionalização e distribuição de aplicativos pelo Google Play (anteriormente conhecido como Google Market) sem a necessidade de procedimentos burocráticos de aprovação.

Evoluindo numa velocidade alucinante, o time do Android costuma incorporar novos padrões e tecnologias praticamente a cada atualização. As versões mais recentes estão repletas de APIs e componentes de comunicação de última geração, como por exemplo: Near Field Communication, usado para troca de dados a curtas distâncias via comunicação à rádio; WIFI –Direct, para conexão direta entre dispositivos sem necessidade de um Access Point; Bluetooth HDP, usado para a transmissão de dados médicos; além de APIs proprietárias como Cloud To Device Messaging, para o envio de mensagens da Nuvem diretamente para aplicações Android. Estas tecnologias estão totalmente disponíveis para desenvolvedores e criam um leque de possibilidades bastante interessante para uso em suas aplicações.

A plataforma Android

Lançado em estágio beta no final de 2007, o Android estreou sem muito barulho devido ao baixo nível de maturidade do produto naquele momento. A API contida no SDK (Software Development Kit) estava incompleta, o sistema como um todo estava em testes pelos engenheiros do Google, a documentação era inconsistente e, para piorar, nenhum aparelho rodando Android estava disponível para uso.

Com o intuito de agilizar a popularidade do Android entre os desenvolvedores, o Google lançou, junto com a primeira versão beta do SDK, uma competição para o desenvolvimento de aplicações chamada Android Developer Challenge (ADC). O ADC contou com mais de 2000 participantes de todo o mundo e ajudou consideravelmente na divulgação do sistema entre programadores e Geeks.

Próximo ao lançamento do primeiro SDK estável (versão 1.0), os engenheiros responsáveis pela plataforma trabalhavam nos bastidores junto à empresa HTC para que o primeiro aparelho chegasse ao mercado o mais rapidamente possível. Isto aconteceu em outubro de 2008, com o início das vendas do HTC G1, se tornando um marco importante para o projeto naquele período. Superada a pequena quantidade de aparelhos disponíveis, o Android vem evoluindo consideravelmente, sendo hoje, além de bastante popular, com cerca de 250 milhões de aparelhos ativados até o momento, uma das plataformas mais inovadoras entre os sistemas operacionais móveis atualmente disponíveis.

Visão geral

Com um núcleo Linux e um framework para desenvolvimento baseado na linguagem Java, Android é o que podemos chamar de uma “pilha completa de software”. Para ajudar no entendimento, dividiremos o sistema em camadas, como mostra a "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?