DevMedia
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Criando Tabelas no Firebird 1.5 com o IBExpert

Neste artigo vamos dar continuidade ao artigo anterior no qual criamos e registramos uma base de dados Firebird 1.5 utilizando o IBExpert. Partimos agora para a criação das tabelas também fazendo uso do IBExpert.

[fechar]

Você não gostou da qualidade deste conteúdo?

(opcional) Você poderia comentar o que não lhe agradou?

Confirmo meu voto negativo

   Olá amigos, neste artigo vamos dar continuidade ao artigo anterior no qual criamos e registramos uma base de dados Firebird 1.5 utilizando o IBExpert. Partimos agora para a criação das tabelas também fazendo uso do IBExpert.

   Após termos registrado a base de dados C:\ARTIGO.fdb com o Alias no IBExpert ARTIGO devemos nos conectar a essa base de dados. Isso pode ser feito através de um duplo clique sobre o Alias situado no Database Explorer, ou até mesmo através do Menu Database selecionando a opção Connect to Database.

   Nosso exemplo será bem simples, trata-se de uma tabela ara armazenamento de músicas e clipes. Defini os campos da tabela da seguinte forma:

ID_ARQUIVO

Campo identificador, uma numeração seqüencial.

NOME_ARQUIVO

Nome do arquivo armazenado.

EXTENSAO_ARQUIVO

Extensão do arquivo.

ARQUIVO

Armazenaremos aqui nosso arquivo (clipe ou música).

        

   Sendo assim nossa tabela apresentaria a seguinte estrutura de dados no Firebird:

CAMPO

TIPO DE DADO

TAMANHO

OBS.

ID_ARQUIVO

INTEGER

 

NOT NULL

NOME_ARQUIVO

VARCHAR

75

NOT NULL

EXTENSAO_ARQUIVO

VARCHAR

6

NOT NULL

ARQUIVO

BLOB

 

SUB_TYPE 0

 

   Agora que já temos noção do que nossa tabela irá armazenar vamos começar a concebê-la, voltemos ao IBExpert. No Database Explorer selecione Tables, selecionado clique com o botão direito e selecione a opção New Table. Feito isso a janela Table será aberta:

novatabela.JPG

 

   Com ela aberta devemos informar o nome a ser dado a esta tabela, no nosso caso chamamos de ARQUIVOS e preencher os campos para formar a estrutura como segue:

tabela2.JPG

 

   Note que usei círculos em vermelho para chamar a atenção para alguns “detalhes”, vamos a eles, porém começarei de baixo para cima na figura: o campo AutoInc diz respeito a implementação de incremento automático o qual implementamos através de Generators e Triggers. Ao optarmos pelo uso do AutoInc imediatamente é aberta uma janela solicitando a forma com a qual desejamos incrementar os dados nesse campo. Optemos então por Generator e solicite a criação de um novo Generator.

Generator.JPG

        

   Mude para a guia Trigger e solicite a criação do mesmo, em seguida clique em OK e pronto, está criado o conjunto que irá incrementar automaticamente nosso campo ID_ARQUIVO.

trigger.JPG

 

   Note que a sintaxe tanto do Trigger quanto a do Generator são bastante intuitivas. Antes de inserir o primeiro chama o segundo para incrementar o valor e jogar para o campo.

   Outro círculo vermelho foi feito na coluna PK (Primary Key) para nosso campo ID_ARQUIVO, a marcarmos este, estamos informando para o Firebird que este campo será um atributo Chave-primária em nossa tabela.

O último círculo de nossa seqüência diz respeito ao comando Compile.

executar.JPG

 

   Clicando nele nossa tabela será criada, confirme através do botão Commit e pronto, nós já temos nossa tabela para armazenamento de músicas ou clipes.

dbExplorerFinal.JPG

 

   No próximo artigo implementaremos um pequeno sistema em Delphi para acessarmos esta nossa base de dados.

   
   Saudações e até lá.

 

 

 



Landerson é Analista de Sistemas formado pela UNESA - Nova Friburgo desenvolve em Delphi desde a versão 5. Foi instrutor de Informática Básica da FAETEC em Itaocara-RJ, Tutor do Pré-Vestibular Social do CEDERJ-CECIERJ em Itaocara [...]

O que você achou deste post?
Conhece a assinatura MVP?
Serviços

Mais posts