Curso de .Net e C# - Parte II

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (2)

Neste artigo teremos uma apresentação da linguagem C#.

Curso Completo de .Net e C# - Parte II

Apresentação da linguagem C#

 

Olá amigos, mais uma vez estamos aqui para darmos prosseguimento em nossa jornada. Quero desde já agradecer a receptividade que tive no primeiro artigo que na prática só foi uma apresentação sem um conteúdo técnico mais específico, mas que já serviu para mostrar que eu estava certo e verdadeiramente temos um público para esse modelo de curso. Não posso deixar de pedir desculpas pelo longo período que levei para dá continuidade com o curso, mas prometo que se Deus quiser agora nosso curso vai prosseguir com o intervalo de tempo estimado. Mas deixemos os agradecimentos e desculpas de lado e vamos aquilo que fui chamado, ou seja, apresentar a linguagem C#.

 

    using System;

    class HelloWorld

    {

          static void Main()

          {

                //Escrevendo na saída da tela

                System.Console.WriteLine("Olá Mundo em C#");

                System.Console.Read();

          }

10ª   }

Listagem 02. Hello World em C#.

 

Como vocês podem notar esse é o mesmo código que mostrei no outro artigo, somente destacando que a numeração que aparece no início de cada linha do código é para facilitar a explicação, ou seja, não deve ser escrito no seu código. Vou explicar o que ocorre em cada linha, mas antes preciso que todos estejam localizados para que possamos avançar juntamente. Alguns podem estar se perguntando onde esse código deve ser digitado. Na prática ele pode ser escrito em qualquer editor de texto, ou seja, até no nosso bom e velho “Bloco de Notas” é possível programar em C# mas devido às facilidades apresentadas iremos utilizar a ferramenta de desenvolvimento da Microsoft o Visual Studio 2005 que irá nos ajudar no desenvolvimento de nossos aplicativos. Então antes de prosseguirmos será preciso que você instale o Visual Studio 2005.

 

tscconetcsp2fig01.jpg

Figura 01. Microsoft Visual Studio 2005.

 

A Figura 01 apresenta o Microsoft Visual Studio 2005 que será utilizado em todo nosso curso como ferramenta de desenvolvimento. Depois de aberto o programa vá até a barra de menu(toolbar) e siga a seqüência FILE > NEW > PROJECT


tscconetcsp2fig02.jpg

Figura 02. New Project – Microsoft Visual Studio 2005.

 

A Figura 02 apresenta o resultado dessa ação, agora escolha no Project Types(Tipos de Projeto) o Visual C#, em Templates(Modelos) escolha Console Application. Na opção Name escreva HelloWorld e se julgar necessário pode alterar o local onde ficará a pasta do projeto alterando na opção Location o caminho. Depois de alterada as configurações pressione o botão OK.

 

Agora estamos no ambiente de desenvolvimento da ferramenta, apague o código padrão oferecido pelo Visual Studio 2005 e no local digite o nosso código, lembrando que ele não deve possuir os números que foram colocados nesse artigo.

 

tscconetcsp2fig03.jpg

Figura 03. Ambiente de Desenvolvimento – Microsoft Visual Studio 2005

 

A Figura 03 mostra como deverá está o seu programa assim que estiver terminado de digitar o código. Depois de digitado vá até a barra de menu em BUILD > BUILD SOLUTION. Se houver algum problema com o código corrija e repita o processo, quando não for apresentado nenhum problema rode o programa em DEBUG > START DEBUGGING.

 

tscconetcsp2fig04.jpg 

Figura 04. Resultado de rodar o programa HelloWorld

 

Agora iremos percorrer cada linha do código e entender o que está acontecendo.

 

1ª linha: Nessa linha é utilizado a diretiva using seguida do namespace de nome System. Esse namespace contém as classes que utilizamos em projetos do tipo console que é o exemplo que estamos utilizando. Essa declaração é importante e sempre estaremos utilizando namespaces no desenvolvimento de códigos para facilitar a vida. Para que você possa ter uma idéia da utilidade dessa primeira linha tente executar o mesmo programa sem ela, retire essa parte do código e rode (F6). E o resultado? O programa rodou perfeitamente, ou seja, grande Thiago já começou a ensinar errado, pois essa linha não possui utilidade alguma, mas ai eu preciso que você tenha só mais um pouco de paciência comigo, agora faça mais uma alteração antes que eu continue a explicação. Nesse mesmo código alterado troque os comandos System.Console.WriteLine("Olá Mundo em C#"); e System.Console.Read(); da 7ª e 8ª linhas repectivamente por Console.WriteLine("Olá Mundo em C#"); e Console.Read(); e rode novamente. E agora, o que aconteceu? Novamente eu estava errado? Ok, agora antes de entendermos o ocorrido peço para você manter esse mesmo código retornando somente aquela primeira linha using System; que retiramos, lembra? Agora rode novamente o seu programa e novamente ele está funcionando.

 

Vamos para a explicação do que ocorreu.

 

Uma das importâncias de usarmos esse comando é que não precisaremos está sempre repetindo-o, pois será carregado no sistema só necessitando declarar as classes que pertencem a esse namespace específico e seus respectivos métodos. Quando pedi para você apagar o código padrão oferecido pelo Visual Studio 2005 uma das coisas que aparecia lá era a declaração de namespaces e um deles era esse System. Isso é útil para economizarmos código pois como demonstrei é possível escrever uma mesma linha de código de forma compacta somente utilizando essa primeira linha. Também teremos a ajuda do IntelliSense do Visual Studio 2005 que irá nos oferecer as classes pertecentes a esses namespaces, e você dizendo que não tinha utilidade, que feio hein !¡!¡!¡

 

2ª linha: Estamos declarando a nossa própria classe chamada HelloWorld. C# como uma boa linguagem Orientada a Objetos(OO) possui toda sua lógica de programação dentro de classes, ou seja, tudo que fizermos estará contido dentro de uma classe. A utilidade das classes é tão grande que teremos um espaço só para tratarmos desse assunto durante o curso.

 

3ª linha: A abertura de chave( { ) diz onde se inicia a classe declarada na linha anterior. C# é baseada em bloco de código, ou seja, tudo que estiver entre a chave de abertura e de fechamento ( } )na 10ª linha faz parte do bloco dessa classe.

 

4ª linha: Todo programa em C# independente do seu tamanho deve possuir um método chamado Main(), que deve ter o modificador static. O método Main deve ser escrito obrigatóriamente com o “M” maiúsculo pois o C# é case-sensitive(diferencia minúsculo de maiúsculo). O valor void está dizendo que este método não retorna nenhum valor quando é chamado.

 

5ª linha: Semelhante a 3ª linha estamos dizendo ao programa que aqui dar-se inicio a mais um bloco, mas nesse caso o que está sendo iniciado é referente ao método Main() e tudo que estiver localizado entre essa chave de abertura ( { ) e a sua respectiva chave de fechamento ( } ) da 9ª linha pertence ao método.

 

6ª linha: Apresenta um comentário, ele mesmo não sendo visível ao usuário do programa é de grande utilidade para o desenvolvedor pois serve de explicação do que ocorre naquele pedaço do programa. O seu uso é de grande importância e durante nosso curso estarei sempre comentando o que iremos fazer para que você venha entender e pegar essa boa prática de programação.

 

7ª linha: Aqui é onde efetivamente se produz o resultado apresentado no nosso programa. Esse método serve para escrever um texto no console com retorno de carro, ou seja, ele escreve na tela e assim que termina de escrever aquilo que foi requisitado pula para a próxima linha deixando o ponteiro no começo da outra linha. O ponto-e-vírgula(;) no final do comando é obrigatório.

 

8ª linha: Esse método espera que algum valor seja digitado, nesse exemplo sua utilização foi somente para que você pudesse ver o resultado do método anterior mas geralmente ele é utilizado para se pegar valores junto ao usuário. O ponto-e-vírgula(;) no final do comando é obrigatório.

 

9ª linha: Como já foi dito anteriormente essa linha serve para dizer que aqui termina o bloco do método Main(), tudo que estiver escrito daqui para frente não faz mais parte desse método.

 

10ª linha: Aqui estamos declarando onde termina o bloco da nossa classe HelloWorld, tudo que estiver escrito daqui para frente não faz mais parte dessa classe.

 

E com isso terminamos mais uma parte do nosso curso, e gostaria que vocês treinassem bem essa parte e se arriscassem a fazer alterações. Tente tirar alguma parte desse código e ver o resultado, se acostumem a ler as mensagens de erro que o sistema apresenta assim ficará mais fácil no futuro solucionar possíveis problemas. Boas práticas de programação ajudam na manutenção do programa, dentro dessas boas práticas se encontra o uso de recuos. Sempre utilize um tamanho fixo de recuo no seu código, o Visual Studio 2005 nos ajuda muito nesse tópico. Quero lembrar a vocês que estamos avançando em conhecimento, pois a linguagem C# é baseada nesses conceitos. O nosso curso por não ser presencial sempre apresenta uma certa dificuldade, a ausência do professor e até mesmo dos alunos dificulta saber onde estamos errando ou acertando. Então volto a insistir, sua participação nesse curso é muito importante, mande e-mail tirando dúvidas, dando dicas, criticando onde você acha que deve melhorar. Estarei sempre aberto para receber suas opiniões. Abraços e até o próximo artigo...

Leia também

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?