db4o: Banco OO

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

db4o é o banco de objetos open source que possibilita aos desenvolvedores Java e .Net reduzir o tempo e o custo de desenvolvimento e alcançar níveis nunca vistos de performance.

Eduardo Monteiro (e-mail) é graduado em Ciência da Computação pela UFES, pós-graduado em Arquitetura de Softwares .NET na Universidade de Vila Velha, e ingressando em mestrado em Informática pela UFES. Desenvolvedor de softwares para web desde 2001, tendo trabalhado com PHP, Java e .NET.

db4o é o banco de objetos open source que possibilita aos desenvolvedores Java e .Net reduzir o tempo e o custo de desenvolvimento e alcançar níveis nunca vistos de performance.

O design ímpar do mecanismo nativo da base de objetos faz com que ele seja a escolha ideal para aplicações embarcadas em equipamentos e dispositivos, em software de caixinha (prateleira) executado tanto em desktop como dispositivos móveis, ou em sistemas de controle de tempo real – em resumo: em todos os ambientes Java e .Net onde não há um DBA presente

Todos os desenvolvedores orientados a objetos sabem das dificuldades de passar um modelo orientado a objetos para uma persistência relacional. Até agora eram forçados a escolher entre velocidade e orientação a objetos: acesso nativo ao SQL é rápido, mas trabalhoso, requerendo um enorme esforço extra para codificação. Mapeadores objeto-relacional oferecem uma ponte conveniente, no entanto eles degradam seriamente a performance.

Como resultado, os desenvolvedores podem:

. Eliminar ferramentas e códigos para o mapeamento objetorelacional, os quais comprovadamente levam ao aumento da complexidade do código e consumo de recursos enquanto inibem o desempenho, a facilidade de manutenção e alteração do código. Com o db4o, os usuários ganham até 90% de tempo e redução de custos para o desenvolvimento de softwares no tocante à persistência.

. Construir aplicações sem amarras com o armazenamento de dados que não necessitam de administração em tempo de execução, altamente confiáveis e muito mais rápidas do que engines convencionais ou proprietários de armazenamento de dados.

. Benefícios do paradigma orientado a objetos, sem estar preso pelo banco de dados, permitindo modelos de objetos mais naturais e ricos em recursos sem direcionar para cima custos e consumo de recursos.

. Mudanças, refactor e reutilização de componentes de software com habilidade para adicionar novos recursos sem quebrar o código legado ou incorrer em altos custos – permitindo mais flexibilidade para permanecer no topo da competição.

db4o já passou da marca de 250.000 downloads. Ele já foi instalado com sucesso em empresas do ramo de transporte, rede, ciências naturais, industrial, consumo, aplicações corporativas e uma miríade de outros ramos. Usuários e consumidores do db4o estão em mais de 168 países, da Albânia ao Zimbábue, e uma variedade de líderes como Boeing, Bosch, BMW e Hertz e uma variada faixa de empresas iniciantes altamente inovativas.

Maiores informações em: http://www.db4o.com

Veremos nos próximos artigos como operá-lo em diferentes tipos de aplicações, e discutiremos quais padrões seguir ao desenvolver softwares com bancos oriento a objetos.

Um forte abraço!

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?