Delphi Prism vs. Delphi Win32 - Revista ClubeDelphi 133

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

O artigo trata das principais diferenças existentes na linguagem do Delphi Prism comparadas ao Delphi Win32, nas construções mais básicas, como métodos, construtores e strings, até as avançadas, como ponteiros e código unsafe.

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

De que se trata o artigo

O artigo trata das principais diferenças existentes na linguagem do Delphi Prism comparadas ao Delphi Win32, nas construções mais básicas, como métodos, construtores e strings, até as avançadas, como ponteiros e código unsafe.

Em que situação o tema é útil

Conhecer as diferenças entre ambas as linguagens pode ser útil na migração de projetos e no reaproveitamento de código existente.

Delphi Prism vs. Delphi Win32

O artigo mostra vários recursos da linguagem Delphi Prism comparados ao Delphi Win32, incluindo: a utilização de strings; o uso de generics para ampliar o poder da linguagem e definição de tipos de dados mais amplos; procedure e function sendo substituídas por um method no Prism; constructors e destructors e seu relacionamento com o Garbage Collector; events e delegates; a utilização de ponteiros e código unsafe; e, por fim, o destaque a implementação de métodos de interfaces no que diz respeito a sua nomenclatura.

Strings

No Delphi Prism é possível utilizar Strings em conjunto com diversas funções que podem variar entre concatenações, cópias, comparações, substituições e pesquisas. Uma String utiliza o tipo básico System.String do .NET e define uma coleção sequencial de caracteres unicode que são utilizados para representar um texto.

Um objeto String é chamado imutável, ou seja, é somente leitura, devido ao seu valor não poder ser alterado depois que ele for criado. Quando alteramos uma string, internamente o .NET cria uma nova estrutura em memória. Métodos que parecem modificar um objeto String, na verdade retornam um novo objeto String que contém a modificação.

Strings podem ser analisadas por uma propriedade padrão de forma indexada, permitindo que seja realizado o acesso direto através de índices a cada membro presente na sequência de valores. Um índice é a posição de um objeto Char em uma String. Ele é um número baseado e iniciando em zero, não negativo a partir da primeira posição na cadeia de caracteres, indo até o seu tamanho limite. A Listagem 1 indica a criação de uma string e o uso de seu índice para retornar a primeira letra do nome no formato de mensagem na tela do usuário. No exemplo, a resposta obtida será a letra R.

Observe que no Prism este índice é iniciado de maneira diferente do que ocorre com o Delphi tradicional, pois no Delphi versões Win32 este índice inicia-se com o valor 1, o que poderá ser analisado na "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?