Desenvolva aplicações para a nuvem com CloudBees

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (4)  (0)

Este artigo tem por objetivo apresentar a plataforma CloudBees, que proporciona ao desenvolvedor maior facilidade nos procedimentos de construção, desenvolvimento e implantação de aplicativos na nuvem.

Artigo do tipo Tutorial
Recursos especiais neste artigo:
Artigo no estilo Solução Completa
Autores:Fernanda Cristina Girelli e Everton Coimbra de Araújo

Desenvolvendo aplicações para nuvem com CloudBees
Este artigo tem por objetivo apresentar a plataforma CloudBees, que proporciona ao desenvolvedor maior facilidade nos procedimentos de construção, desenvolvimento e implantação de aplicativos na nuvem. Visando demonstrar estes procedimentos nessa plataforma, será desenvolvida uma aplicação web referente a um cadastro de alunos e notas, utilizando a linguagem de programação Java.

Em que situação o tema é útil
Este tema é útil para quem deseja conhecer e utilizar a plataforma CloudBees para desenvolvimento de aplicativos Java para a nuvem. Com ela, a construção, desenvolvimento e hospedagem das aplicações, além de ser gratuita, se torna mais simples, fácil e rápida.

Diariamente arquivos são acessados, informações dos mais variados tipos são armazenadas e ferramentas e aplicações são utilizadas de maneira on premise. Este termo é empregado quando é preciso se referir a arquivos, informações e aplicações que são armazenadas/instaladas localmente nos computadores pessoais, ao invés de se utilizar uma instalação remota como, por exemplo, a tecnologia de computação em nuvem. Entretanto, quando se fala em ambientes corporativos, essa prática de acessar arquivos e ferramentas localmente nos computadores deixa de ser interessante, pois, nas empresas, os funcionários necessitam compartilhar a todo o momento as mesmas informações e recursos, para desempenhar suas funções.

Com o objetivo de suprir essa necessidade de compartilhamento, além de reduzir custos relacionados à mão de obra e equipamentos computacionais, surge a computação em nuvem, do inglês Cloud Computing, que tem se popularizado com a evolução constante da tecnologia computacional, principalmente pela grande facilidade no acesso à Internet. No Brasil, a computação em nuvem é recente. Ela começou a ser implantada no ano de 2008 e, gradativamente, as empresas vêm adotando essa tecnologia para oferecer seus serviços e produtos.

O termo computação em nuvem surgiu com a proposta de que ninguém mais precisaria instalar programas nos seus computadores, pois tudo seria acessado via Internet, desde tarefas mais básicas (como edição de planilhas e arquivos texto) até as mais complexas (como edição de imagens).

Uma vez conectado à Internet, é possível acessar um servidor que execute a ferramenta desejada. Assim, enquanto o servidor fica responsável por executar esse serviço, o computador do usuário apenas utiliza o monitor e seus periféricos, já que o restante do processamento fica a cargo do servidor.

Com a computação em nuvem o usuário não precisa se preocupar, por exemplo, com a capacidade de armazenamento do seu computador, quantidade de memória, backup, segurança, manutenção, entre outros fatores, porque todas essas atribuições ficam a cargo do fornecedor do servidor. Em alguns casos, o usuário ainda pode desfrutar de todos esses benefícios sem custo algum, já que existem aplicações em nuvem disponibilizas gratuitamente, como o Google Docs, Dropbox e SkyDrive.

Além das aplicações citadas anteriormente, a computação em nuvem possibilitou também a abertura de novos negócios, como foi o caso da plataforma CloudBees. Esta plataforma foi desenvolvida com o objetivo de facilitar a construção, implantação e execução de forma gratuita de soluções Java, na nuvem. O CloudBees foi fundado no início de 2010, por Sacha Labourey (ex-diretor da JBoss), e tem como meta oferecer uma plataforma que possibilite aos desenvolvedores concentrar-se 100% na implementação dos sistemas, não se preocupando com tarefas de manutenção e infraestrutura dos servidores.

Com base nisso, neste artigo serão apresentados alguns dos recursos da plataforma CloudBees, bem como a construção de um aplicativo Java, referente a um cadastro de alunos e notas, com o objetivo de demonstrar os passos para criação, desenvolvimento, implantação e execução de uma solução na nuvem.

Conhecendo a plataforma CloudBees

Como já informado, o CloudBees é uma plataforma recentemente fundada que tem como objetivo simplificar o processo de desenvolvimento, implantação e execução de aplicações, utilizando para isso o conceito de computação em nuvem.

A arquitetura dessa plataforma é baseada em três tipos de serviços: Build, Run e Manage que, respectivamente, são responsáveis pela construção, execução e gerenciamento da aplicação.

No serviço de construção (Build), o CloudBees oferece recursos para criação, integração e teste das aplicações. São disponibilizadas diversas ferramentas que auxiliam neste serviço, como é o caso do plugin CloudBees para a IDE Eclipse, que auxilia no processo de criação da aplicação, e também o suporte a Jenkins, que pode ser utilizado para integração contínua e para a realização de testes. Para o serviço de execução (Run), o CloudBees oferece todos os recursos necessários para a hospedagem da aplicação na nuvem, como servidores de aplicação (JBoss e Tomcat), deploy através de arquivo WAR ou pela IDE Eclipse, e serviços de armazenamento de dados (MySQL e PostgreSQL). Já no serviço de gerenciamento da aplicação (Manage), estão disponíveis, por exemplo, recursos rápidos para identificação de problemas de desempenho, facilidade para visualizar os relatórios de logs, ferramentas para controle de versões e consumo de memória, entre outros.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?