Exceções - Revista easy.net Magazine 21 - Parte 1

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

O artigo trata do uso de exceções e como estes tipos de erros podem vir a ser tratados. O tratamento de exceções é muito importante na prevenção de falhas dentro de uma aplicação, independente da plataforma.

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

De que se trata o artigo

O artigo trata do uso de exceções e como estes tipos de erros podem vir a ser tratados. O tratamento de exceções é muito importante na prevenção de falhas dentro de uma aplicação, independente da plataforma.

Em que situação o tema é útil

Por maiores que sejam os cuidados em implementar sistemas dotados de um comportamento previsível e estável, é praticamente certo que algum tipo de problema possa acontecer nos mesmos. Falhas deste tipo são conhecidas como exceções (Exceptions). O controle destas ocorrências não apenas ajudam a evitarem erros inesperados, como também serve de base para que informações sobre situações não previstas inicialmente possam ser coletadas para posterior análise.

Exceções - Tratando erros em aplicações .NET

Exceções correspondem a representações de erros ao longo da execução de uma aplicação de software.

O .NET Framework conta com um abrangente conjunto de recursos que permite aos desenvolvedores não apenas atuar diante da ocorrência de tais falhas, como também gerar novas exceções relativas à implementação de comportamentos customizados ou até mesmo, dispará-las quando alguma condição inválida vier a acontecer.

É comum que se forme uma grande expectativa no que se refere ao funcionamento adequado de programas voltados a finalidades diversas, sendo que isso normalmente acontece em virtude da grande dependência de usuários com tais soluções.

Muito embora uma série de medidas seja adotada com a intenção clara de atenuar os efeitos de erros que comprometam a execução de uma aplicação, é praticamente impossível partir do pressuposto de que um software encontra-se totalmente livre de falhas. Estas são conhecidas dentro do desenvolvimento de software como exceções.

Quando se leva em conta o tratamento de exceções em um programa, o máximo a que se pode chegar nestes casos é proibir que ações de um usuário conduzam a problemas durante a utilização do mesmo (como validações de formulários). Já erros motivados por causas externas como a indisponibilidade de um servidor ou base de dados não podem ser evitados, o que não significa que não existam formas de se tratá-los: dados descrevendo tais falhas podem ser gravados para uma análise futura, sendo que esta técnica é conhecida pelo nome de logging.

Ainda considerando a interação entre usuários e sistemas de software, uma prática bastante comum diante da ocorrência de erros é a apresentação de mensagens customizadas num formato mais amigável. A implementação deste tipo de característica costuma ter um duplo objetivo: informar um usuário de maneira clara que um problema aconteceu e como este pode ser contornado, assim como impedir que informações específicas de um erro e que por serem técnicas demais (ou até conterem detalhes que afetem a segurança da aplicação) sejam exibidas em tela.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?