Expressões Lambda - Revista ClubeDelphi 132

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

O .NET Framework está em constante evolução. Através do Delphi Prism, o desenvolver Delphi possui acesso total a novos recursos e melhorias que são adicionadas. Este artigo trata de uma das diversas novidades, as Expressões Lambda.

Atenção: esse artigo tem um vídeo complementar. Clique e assista!

De que se trata o artigo

O .NET Framework está em constante evolução. Através do Delphi Prism, o desenvolver Delphi possui acesso total a novos recursos e melhorias que são adicionadas. Este artigo trata de uma das diversas novidades, as Expressões Lambda.

Em que situação o tema é útil

No desenvolvimento diário é sempre melhor escrever um código de maneira mais simples, mais entendível e menos verboso. O uso das Expressões Lambda permite isso e muito mais.

Expressões Lambda

Neste artigo vamos abordar a evolução de alguns recursos do .NET Framework. Tudo começa com os Delegates, passando então para os Métodos Anônimos e culminando nas Expressões Lambda, foco maior deste. Através de exemplos ficará claro como é importante evoluir uma linguagem, e como fazer uso dos novos recursos para criar um código mais legível.

Com certeza você deve estar se perguntando, o que é expressão lambda. Que nome não é? Mas esse é o nome para um recurso muito útil que foi introduzido no .Net Framework em sua versão 3. De uma forma resumida posso dizer que uma expressão lambda é uma forma de se escrever métodos anônimos de forma mais clara e resumida.

Mais um conceito, talvez novo para alguns, precisa ser introduzido: métodos anônimos. Os métodos anônimos dispensam a criação de um método específico para operações que somente necessitam ser executadas uma única vez. Eles são utilizados em conjunto com Delegates. Como pode ser visto este é mais um conceito. Na verdade, expressões lambda são a evolução dos métodos anônimos que por sua vez são uma evolução dos delegates. Mas para entender como tudo isso se encaixa vamos explorar do início.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?