Array
(
)

Brincadeira.....

Rafmattos
   - 03 fev 2004

> > > CASO 1

Um réu, condenado a prisão perpétua por assassinato em
primeiro grau, consegue fugir ao fim de 25 anos na
prisão. Ao fugir, entra numa casa, onde dorme um jovem
casal. O assassino amarra o homem a uma cadeira e a
mulher na cama. A seguir, encosta o seu rosto ao peito
da mulher, levantando-se e saindo do quarto.
Imediatamente, arrastando a cadeira, o marido aproxima-
se da esposa e diz-lhe: - Meu amor, este homem não vê
uma mulher há anos. Eu vi ele te beijando o peito e já
que ele se afastou um pouco, quero te pedir que
cooperes com ele e faças tudo o que ele te pedir. Se
ele quiser fazer sexo selvagem contigo, faça e finja
que gosta. Por favor. As nossas vidas dependem disso!!!
Seja forte, minha linda, eu te amo. A jovem esposa diz
ao marido: - Querido, estou agradecida que pense assim!
Este homem não vê uma mulher há anos, no entanto ele
não me beijou o peito. Ele me disse no ouvido que
gostou muito de você e perguntou se guardamos a
vaselina no banheiro. Seja forte, meu lindo, eu
também te amo muito.

Conclusão: Não estar verdadeiramente informado pode
trazer sérios inconvenientes. A informação atualizada e
exata é fundamental para ter sucesso num eventual
ataque de concorrencia desleal e assim evitar surpresas
desagradáveis.



> > > CASO 2

Um rapaz vai a uma farmácia e diz ao farmacêutico: -
Senhor, tem preservativo? A minha namorada convidou
para eu ir jantar esta noite na casa dela. O
farmacêutico dá-lhe o preservativo e o jovem sai da
farmácia. De imediato, volta, dizendo: - Senhor, é
melhor dar outro, porque a irmã da minha namorada, é
uma gostosona, e vive cruzando as pernas na minha
frente. Às vezes, até vejo suas entranhas. Acho que
também quer algo, e como vou jantar hoje lá na casa
delas... O farmacêutico dá o preservativo e o jovem sai
da farmácia. Mais uma vez, volta, dizendo: - Senhor, é
melhor dar outro, porque a mãe da minha namorada também
é boa pra cacete. A velha, quando a filha não está por
perto, vive se insinuando de um jeito que me deixa
excitado, e como eu hoje vou jantar lá na casa
delas...Chega a hora da comida e o rapaz está sentado à
mesa com a sua namorada ao lado, a mãe e a irmã à
frente. Nesse instante entra o pai da namorada e senta-
se também à mesa. O rapaz baixa imediatamente a c
abeça,
une as mãos e começa a rezar: - Senhor, abençoa estes
alimentos, bzzzz, bzzzz, bzzzz,... damos graças por
estes alimentos .. Passa um minuto e o rapaz continua
de cabeça baixa rezando: - Obrigado Senhor por estes
dons, bzzz, bzzz, bzzz. Passam cinco minutos e
prossegue : -Abençoa Senhor ! este pão, bzzz, bzzz,
bzzz,... Passam mais de dez minutos e o rapaz continua
de cabeça baixa rezando. Todos se entreolham
surpreendidos e a namorada diz ao seu ouvido: - Meu
amor, não sabia que eras tão crente ..!!! - E eu não
sabia que o teu pai era farmacêutico !!!

Conclusão: Não comente os planos estratégicos da
empresa com desconhecidos, porque essa inconfidência
pode destruir a sua própria organização.


> > > CASO 3

Um velho vivia sozinho no interior dos EUA. Ele queria
cavar seu jardim, mas era um trabalho muito pesado. Seu
único filho, que normalmente o ajudava, estava na
prisão. O velho então escreveu a seguinte carta ao
filho, reclamando de seu problema: ´Querido filho,
estou triste porque, ao que parece, não vou poder
plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo
porque sua mãe sempre adorava a época do plantio depois
do inverno. Mas eu estou velho demais para cavar a
terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse
problema, mas sei que você não pode me ajudar com o
jardim, pois está na prisão. Com amor, papai. ´Pouco
depois o pai recebeu o seguinte telegrama: ´PELO AMOR
DE DEUS, papai, não escave o jardim! Foi lá que eu
escondi os corpos!´ Às quatro da manhã do dia seguinte,
uma dúzia de agentes do FBI e policiais apareceram e
cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo.
Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho
contando o que acontecera. Esta foi a respos
ta: ´Pode plantar seu jardim agora, papai. Isso é o máximo
que eu posso fazer no momento.´

Conclusão: Nada como uma boa estratégia para conseguir
coisas que parecem impossíveis.


Henry
   - 03 fev 2004

Putz o caso um e extremamente agonizante......


Beppe
   - 03 fev 2004

O caso três foi impressionante hehehe...


Elitonon
   - 04 fev 2004

será que no caso 2 o farmaceutico:
1) matou o rapaz
2) matou o rapaz e a namorada
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã e a mãe
4) matou todos e suicidou-se
5) suicidou-se
6) é assumido e não fez nada, jantou numa boa


Marcelo.l
   - 04 fev 2004

elitonon disse:
#Código

será que no caso 2 o farmaceutico: 
1) matou o rapaz
2) matou o rapaz e a namorada
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã e a mãe
4) matou todos e suicidou-se
5) suicidou-se
6) é assumido e não fez nada, jantou numa boa


7) é assumido e não fez nada, jantou numa boa, deu outra camisinha para o rapaz e foi para o quarto rebolando.


Beppe
   - 04 fev 2004


Citação:
elitonon disse:
#Código

será que no caso 2 o farmaceutico: 
1) matou o rapaz
2) matou o rapaz e a namorada
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã
3) matou o rapaz e a namorada e a irmã e a mãe
4) matou todos e suicidou-se
5) suicidou-se
6) é assumido e não fez nada, jantou numa boa


7) é assumido e não fez nada, jantou numa boa, deu outra camisinha para o rapaz e foi para o quarto rebolando.

8) é assumido e não fez nada, jantou numa boa, deu outra camisinha para o rapaz e foi para o quarto rebolando e voltou oferecendo ´companhia´.


Elitonon
   - 05 fev 2004

Putz... quero morrer amigo de vcs !!!