Array
(
)

Inutilidade

Motta
   - 19 abr 2004

Quem é o sujeito da frase, de primeira estrofe do Hino Nacional ?

Sem sacanagem ...


Dan.sm
   - 19 abr 2004

O sujeito é ´As margens plácidas do Ipiranga´.
O trecho inicial do hino pode ser reescrito dessa forma:
As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico.


Cebikyn
   - 19 abr 2004

Não, dan.sm, trata-se de uma oração sem sujeito, o trecho é:


Citação:
Ouviram, do Ipiranga, às margens plácidas,
De um povo heróico, o brado retumbante.
...

Veja que é usado acento grave, isto indica que as “margens plácidas” é adjunto adverbial da oração (note também que ele está deslocado de sua posição, logo aparece entre vírgulas). O trecho pode ser reescrito como:


Citação:
Ouviram o brado retumbante de um povo heróico às margens do Ipiranga.



Cebikyn
   - 19 abr 2004

Que falta de atenção :oops: ...


Citação:
isto indica que as “margens plácidas” é adjunto adverbial da oração

o certo é:


Citação:
isto indica que “margens plácidas” é adjunto adverbial da oração



Fvilela
   - 19 abr 2004

MEU DEUS!!! Portugues e Literatura são as piores matérias que existem.
Em relação ao sujeito da frase, só uma certeza tenho: O sujeito não sou eu.


Motta
   - 19 abr 2004

O dan.sm está certo , não há acento grave, logo o sujeito é ´as margens plácidas´


Lucas Silva
   - 19 abr 2004


Citação:
MEU DEUS!!! Portugues e Literatura são as piores matérias que existem.

Eu também acho, prefiro matemática, e física....eheheheh


Cebikyn
   - 19 abr 2004


Citação:
O dan.sm está certo , não há acento grave, logo o sujeito é ´as margens plácidas´

Num livro meu tem, mas realmente o certo é sem acento (Lei Nº 5.700 - de 1 de setembro de 1971).


Citação:
(...) Logo no primeiro verso se nos depara a ordem indireta dos sintagmas: “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas”. O sintagma nominal sujeito: do Ipiranga as margens plácidas vem proposto ao sintagma verbal: Ouviram.

A metonímia do Ipiranga as margens plácidas, naquele momento histórico, configura o Brasil. E o animismo Ouviram expresso no verbo que tem por sujeito, conforme foi dito acima, as margens plácidas do Ipiranga, é empregado para referir-se aos brasileiros.

Além do hipérbato, aparece uma anástrofe: do Ipiranga. A antecipação do determinante põe em relevo o rio e traz-nos à lembrança o acontecimento memorável que fez mudar o destino de nossa Pátria. (...)



Otto
   - 19 abr 2004


Citação:

Citação:
MEU DEUS!!! Portugues e Literatura são as piores matérias que existem.

Eu também acho, prefiro matemática, e física....eheheheh



pow, inclui quimica e filosofia ai véio... pra poder completar....


Dan.sm
   - 19 abr 2004


Citação:
O dan.sm está certo , não há acento grave, logo o sujeito é ´as margens plácidas´


Ainda bem que vocês confirmam que a minha resposta é a correta. Após a mensagem do Cebikyn, eu cheguei a repensar minha capacidade interpreto-linguistico-patriota de textos repletos de figuras de linguagem, como o hipérbato, no caso.

Aliás, caso alguém ainda em dúvida quanto a não-existência da crase, acesse o site . http://www.exercito.gov.br/01Instit/Hinoscan/nacional.htm.

Além do mais,

Citação:
=´Cebikyn´]Não, dan.sm, trata-se de uma oração sem sujeito, o trecho é: ...
Ouviram o brado retumbante de um povo heróico às margens do Ipiranga.
Citação:


Caso realmente houvesse a crase e a oração correta fosse como o Cebikyn disse, a oração seria com sujeito INDETERMINADO, e não sem sujeito.


Dan.sm
   - 19 abr 2004

Desculpe pelas 4 cópias enviadas do mesmo post, mas é que eu estava com problemas para enviar e tive que ´aloprar´ o botãozinho de enviar.


Otto
   - 19 abr 2004

ehehe, quando manda envia, aparece uma pá de erros ai ne?? mas, mesmo aparecendo esses erros, a msg foi enviada... :wink:


Aroldo Zanela
   - 20 abr 2004


Citação:
Desculpe pelas 4 cópias enviadas do mesmo post, mas é que eu estava com problemas para enviar e tive que ´aloprar´ o botãozinho de enviar.

Colegas,

Infelizmente o site continua com problemas. Duplicidades removidas.