Array
(
    [0] => stdClass Object
        (
            [Votos_Balanceados] => 1
            [id] => 514483
            [titulo] => Melhor banco, produto e mercado de trabalho
            [dataCadastro] => DateTime Object
                (
                    [date] => 2015-03-23 14:31:51
                    [timezone_type] => 3
                    [timezone] => America/Sao_Paulo
                )

            [isFirstPost] => -1
            [idUsuario] => 418027
            [status] => A
            [isExample] => 
            [NomeUsuario] => Jothaz
            [Apelido] => 
            [Foto] => 418027_20150313165406.jpg
            [Conteudo] => Conhecimento não enche espaço, então quanto mais conhecimento só vai enriquecer você como ser humano e seu currículo.

Claro que você não vai ser expert em tudo, mas quanto mais você souber melhor para seu aprimoramento profissional e mais oportunidades você terá.

A primeira dica que posso lhe dar é não pensar em termos que qual o melhor ou pior, não existem formas de mensurar, principalmente em TI, questões tão subjetiva. O que serve para alguns não serve para outros. Tudo depende do cenário, do custo, do tempo, da cultura e da diretriz tecnológica do cliente, só para citar alguns pontos. Quanto mais você conhecer mais facilidade você terá em encontrar a solução adequada.

E tudo depende do que você quer para sua vida profissional, você que ser uma programadora ou quer galgar outros cargos? Já vi aqui no fórum alguns post´s de pessoas que dizem que estão muito satisfeitas com Delphi e não querem aprender outra tecnologia. Ok respeito isso, só acho que isto limita consideravelmente o universo de expansão da carreira de um profissional. Nada contra Delphi, mas o profissional dever ser mais racional e menos passional, e existe um universo amplo e vasto para se conhecer ao invés de ficar preso a uma tecnologia somente. Já vi muita gente que realmente conhece profundamente uma tecnologia, mas fica estagnado naquilo e não evolui.

Certamente alguns vão ficar de mimi e dizer que quem quer conhecer tudo não é bom em nada! Até concordo, mas existem os que fazem e os que projetam/gerencia. E quem projeta não precisa ser expert, precisa ter a visão geral.

Eu mesmo já trabalhie com: clipper, turbo pascal, cobol, pick system, zim, natural, PL1, mumps, vb,asp classico, java, asp.net, c#, php, adabas, db2, oracle, postgresql, mysql, sql server, caché, html 5, css3, javascript, bootstrap e atualmente estou estou estudando angulasJs, nodesJs e ruby. Sou doutour em todas esta tecnologias, claro que não, mas ja desenvolvi projetos em todas elas! E tem algumas que prefiro trabalhar a outras, mas este conhecimento me dá base para trabalhar como consultor e atuar em vários projetos, tanto na empresa que trabalho como atuando como freelancer. Vou começar um projeto freelance para migrar de clipper para web. Isso mesmo pleno ano 2015 e temos clipper rodando! É preciso saber clipper para migar para outra linguagem, não, mas se souber fica mas fácil ainda. E não é só clipper temos cobol, pick system, mumps entre outros que rodam e atendem os clientes até hoje. Então apesar de toda a evolução ainda temos um legado em pleno funcionamento.

Esqueça esta abordagem simplista e foque nos conceitos, pois isto sim é a base de tudo. ) )

Melhor banco, produto e mercado de trabalho

Marilia Silva
   - 22 mar 2015

Não sei se cabe essa pergunta no forum, por ser bem generico, pessoal...enfim, uma pergunta que vai alem do comum. Na verdade, qual o melhor banco, a tecnologia(produto) e mercado de trabalho?
Afinal, quantos sgbd´s os profissionais de dados devem conhecer? não importando sua função: dba, analista, desenvolvedor.

Post mais votado

Jothaz
   - 23 mar 2015

Conhecimento não enche espaço, então quanto mais conhecimento só vai enriquecer você como ser humano e seu currículo.

Claro que você não vai ser expert em tudo, mas quanto mais você souber melhor para seu aprimoramento profissional e mais oportunidades você terá.

A primeira dica que posso lhe dar é não pensar em termos que qual o melhor ou pior, não existem formas de mensurar, principalmente em TI, questões tão subjetiva. O que serve para alguns não serve para outros. Tudo depende do cenário, do custo, do tempo, da cultura e da diretriz tecnológica do cliente, só para citar alguns pontos. Quanto mais você conhecer mais facilidade você terá em encontrar a solução adequada.

E tudo depende do que você quer para sua vida profissional, você que ser uma programadora ou quer galgar outros cargos? Já vi aqui no fórum alguns post´s de pessoas que dizem que estão muito satisfeitas com Delphi e não querem aprender outra tecnologia. Ok respeito isso, só acho que isto limita consideravelmente o universo de expansão da carreira de um profissional. Nada contra Delphi, mas o profissional dever ser mais racional e menos passional, e existe um universo amplo e vasto para se conhecer ao invés de ficar preso a uma tecnologia somente. Já vi muita gente que realmente conhece profundamente uma tecnologia, mas fica estagnado naquilo e não evolui.

Certamente alguns vão ficar de mimi e dizer que quem quer conhecer tudo não é bom em nada! Até concordo, mas existem os que fazem e os que projetam/gerencia. E quem projeta não precisa ser expert, precisa ter a visão geral.

Eu mesmo já trabalhie com: clipper, turbo pascal, cobol, pick system, zim, natural, PL1, mumps, vb,asp classico, java, asp.net, c#, php, adabas, db2, oracle, postgresql, mysql, sql server, caché, html 5, css3, javascript, bootstrap e atualmente estou estou estudando angulasJs, nodesJs e ruby. Sou doutour em todas esta tecnologias, claro que não, mas ja desenvolvi projetos em todas elas! E tem algumas que prefiro trabalhar a outras, mas este conhecimento me dá base para trabalhar como consultor e atuar em vários projetos, tanto na empresa que trabalho como atuando como freelancer. Vou começar um projeto freelance para migrar de clipper para web. Isso mesmo pleno ano 2015 e temos clipper rodando! É preciso saber clipper para migar para outra linguagem, não, mas se souber fica mas fácil ainda. E não é só clipper temos cobol, pick system, mumps entre outros que rodam e atendem os clientes até hoje. Então apesar de toda a evolução ainda temos um legado em pleno funcionamento.

Esqueça esta abordagem simplista e foque nos conceitos, pois isto sim é a base de tudo.

Mariana Carvalho
   - 22 mar 2015

Falar de banco acho mais delicado, por que? Algumas empresas utilizam mais que uma. Sobre os profissionais, o assunto fica mais delicado ainda, pois as oportunidade diminuem consideravelmente quando comparamos com outras áreas da tecnologia de informação.

Thiago Santana
   - 23 mar 2015

Meio complexo esse assunto, tipo qual melhor banco!
Isso vai depender muito qual a necessidade do cliente

Marilia Silva
   - 23 mar 2015


Citação:
Falar de banco acho mais delicado, por que? Algumas empresas utilizam mais que uma. Sobre os profissionais, o assunto fica mais delicado ainda, pois as oportunidade diminuem consideravelmente quando comparamos com outras áreas da tecnologia de informação.


Entendo mesmo Mariana, uma questão complicado mesmo antes de postar aqui, ví que não é tão simples.

Marilia Silva
   - 23 mar 2015


Citação:
Meio complexo esse assunto, tipo qual melhor banco!
Isso vai depender muito qual a necessidade do cliente


Tambem estou achando, andei pesquisando, o pessoal trata isso como um "mito" de tipo, realmente dificil de definir, como escreveu, depende da necessidade.

Marilia Silva
   - 23 mar 2015

Concordo Jothaz, não tenho mais nada a acrescentar, o que escreveu, foi bem mais que esperava, rsrs. obrigada a todos.

Mariana Carvalho
   - 26 mar 2015

É quase o mesmo dilema, banco de dados e linguagem de programação, não se prenda a uma unica tecnologia, tente conhecer uns dois ou tres.

Thiago Santana
   - 27 mar 2015


Citação:
É quase o mesmo dilema, banco de dados e linguagem de programação, não se prenda a uma unica tecnologia, tente conhecer uns dois ou tres.


Concordo com você Mariana

Marilia Silva
   - 27 mar 2015


Citação:
É quase o mesmo dilema, banco de dados e linguagem de programação, não se prenda a uma unica tecnologia, tente conhecer uns dois ou tres.


Tenho visto dessa forma tambem, é interessante tambem esse mundo dos bancos de dados relacionais, a maioria são bons, segundo informações.

Thiago Santana
   - 29 mar 2015

Tanto que o Visual Studio 2015 agora pode ter integração com banco de dados não relacional, justamente para quebrar esse paradigma!

Marilia Silva
   - 18 abr 2015


Citação:
Tanto que o Visual Studio 2015 agora pode ter integração com banco de dados não relacional, justamente para quebrar esse paradigma!


Não conheço bem essa ferramenta, para falar a verdade somente por nome.

Marisiana
   - 23 abr 2015

Eu gostei da opinião do Jothaz, mas tenho a impressão que a opinião que ele descreveu é a visão de um gerente de projetos, de um analista de negócios ou de um consultor.
Para adquirir toda essa visão sobre as tecnologias, é necessário ter um bom tempo de caminhada na área.
Quando se trata do perfil de um desenvolvedor, de um analista de sistemas, ou de um profissional em fase inicial de carreira, deve-se ter cuidado com o que se pensa e com a forma como cada um conduz a sua carreira.
Ter foco no objetivo é fundamental.

Para o profissional, quanto mais conhecimento ele tem em tecnologias, é melhor para ele. Mas, se o seu foco como profissional é evoluir dentro da empresa que você trabalha, não tem porque você usar o teu tempo aprendendo sobre uma tecnologia que você possa nunca vir a utilizar no teu trabalho. É mais válido dominar as tecnologias que você tem que utilizar do que sair "atacando" em todos os lados. E sim, sempre considerar a possibilidade de ter que aprender uma tecnologia diferente caso surja alguma demanda.

Ninguém trabalha sozinho em uma empresa, se você é bom na tecnologia que você trabalha e o teu colega é bom na tecnologia que ele trabalha, juntos vocês podem fazer um excelente trabalho. Assim, domine as tecnologias que você precisa utilizar no teu trabalho e busque acompanhar a evolução das tecnologias da tua área de atuação.
Se você pensa em saber um pouco de tudo e trabalhar sozinho, a qualidade do teu trabalho pode nunca vir a ser comparada com a qualidade do trabalho de uma equipe completa e competente.
Quando o seu gestor quer saber uma opinião técnica sobre determinado trabalho que você desempenha dentro da empresa, ele espera uma resposta assertiva. Se ele precisa saber sobre determinada tecnologia que não é utilizada na empresa e você não souber responder, ele pode te dar um tempo determinado para que você pesquise e se informe a respeito.
Ter uma visão sobre determinadas tecnologias, não é a mesma coisa que ter domínio delas.

Marilia Silva
   - 23 abr 2015

Sim, muita experiencia profissional, pelas soluções, opiniões...

Marilia Silva
   - 23 abr 2015

Sim, muita experiencia profissional, pelas soluções, opiniões...

Jothaz
   - 23 abr 2015


Citação:
Eu gostei da opinião do Jothaz, mas tenho a impressão que a opinião que ele descreveu é a visão de um gerente de projetos, de um analista de negócios ou de um consultor.
Para adquirir toda essa visão sobre as tecnologias, é necessário ter um bom tempo de caminhada na área.
Quando se trata do perfil de um desenvolvedor, de um analista de sistemas, ou de um profissional em fase inicial de carreira, deve-se ter cuidado com o que se pensa e com a forma como cada um conduz a sua carreira.
Ter foco no objetivo é fundamental.

Para o profissional, quanto mais conhecimento ele tem em tecnologias, é melhor para ele. Mas, se o seu foco como profissional é evoluir dentro da empresa que você trabalha, não tem porque você usar o teu tempo aprendendo sobre uma tecnologia que você possa nunca vir a utilizar no teu trabalho. É mais válido dominar as tecnologias que você tem que utilizar do que sair "atacando" em todos os lados. E sim, sempre considerar a possibilidade de ter que aprender uma tecnologia diferente caso surja alguma demanda.

Ninguém trabalha sozinho em uma empresa, se você é bom na tecnologia que você trabalha e o teu colega é bom na tecnologia que ele trabalha, juntos vocês podem fazer um excelente trabalho. Assim, domine as tecnologias que você precisa utilizar no teu trabalho e busque acompanhar a evolução das tecnologias da tua área de atuação.
Se você pensa em saber um pouco de tudo e trabalhar sozinho, a qualidade do teu trabalho pode nunca vir a ser comparada com a qualidade do trabalho de uma equipe completa e competente.
Quando o seu gestor quer saber uma opinião técnica sobre determinado trabalho que você desempenha dentro da empresa, ele espera uma resposta assertiva. Se ele precisa saber sobre determinada tecnologia que não é utilizada na empresa e você não souber responder, ele pode te dar um tempo determinado para que você pesquise e se informe a respeito.
Ter uma visão sobre determinadas tecnologias, não é a mesma coisa que ter domínio delas.


Para variar você demonstra muita argucia e captou plenamente o que eu pretendi expor! O universo em que atuo realmente tem suas peculiaridades e particularidades. Pois normalmente atuo em projetos de grande porte como consultor. Se bem que neste projeto que estou atualmente, me foi dado um desafio, onde faço quase todos os papeis.

Talvez o que não deixei claro foi que quando digo para conhecer várias tecnologias, não quis dizer para se dedicar a todas elas, seria mais ficar antenados nas novidades. Pois assim você pode verificar ser vale a pena investir em aprendê-las. Então você viu e corrigiu esta falha. Claro deve-se ter um foco e um norte, porém sem perder o senso do novo e da descoberta.

E como sempre deixo claro meus post são apenas opiniões pessoais com todas a imperfeições inerentes aos seres humanos.

Eu particularmente tenho facilidade em aprender e sempre estou disposto a novos desafios, mas isto não serve para todos, principalmente para os iniciantes. E olha que gosto de literatura, arqueologia, história, games e outra coisitas mais.

Agradeço por colocar minha elucubrações nos trilhos.

Marisiana
   - 23 abr 2015

Não tive intenção de te corrigir Jothaz, concordo com teu ponto de vista! =)
Já tinha percebido que você é um profissional com um vasto conhecimento e, imagino que, de grande competência para exercer a função na qual você atua.
Tem meu respeito e admiração!

Marilia Silva
   - 23 abr 2015

Jothaz, quase uma enciclopedia do forum!

obs: É um elogio!

Que continuemos assim, ajudando, opinando, discordando...enfim, tudo isso faz parte do forum

Jothaz
   - 24 abr 2015


Citação:
Não tive intenção de te corrigir Jothaz, concordo com teu ponto de vista! =)
Já tinha percebido que você é um profissional com um vasto conhecimento e, imagino que, de grande competência para exercer a função na qual você atua.
Tem meu respeito e admiração!


Marisiana a recíproca é verdadeira. Só nos conhecemos pelo fórum, mas mesmo no ambiente virtual a sua: inteligência, paixão pelo conhecimento, educação, atitude harmonizadora, generosidade e bom senso podem ser notados. Seria uma profissional e pessoa que eu gostaria de trabalhar em equipe. Olha devemos nos orgulhar de uma joia como você pertencer ao gênero homo sapiens.

Citação:
Jothaz, quase uma enciclopedia do forum!

obs: É um elogio!

Que continuemos assim, ajudando, opinando, discordando...enfim, tudo isso faz parte do forum


Marilia Silva, talvez este seja um dos melhores elogios que você poderia me fazer. Isto remete aos enciclopedistas e ao movimento Iluminista (vontade dos pensadores de expor as ideias e pensamentos) e a Voltaire do qual sou um grande admirador. Muito obrigado!

Marisiana
   - 24 abr 2015

Estou lisonjeada com suas palavras Jothaz! =)
Obrigada!

Marilia Silva
   - 24 abr 2015

Marisiana sempre presente nos topicos e ajudando bastante! Tambem te agradeço pela ajuda!

Marisiana
   - 24 abr 2015

Por nada Marilia!
É sempre bom participar..! =)