Array
(
)

Siglas e mais siglas

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009

Galera, acho que eu não sou o único a não conseguir decorar tantas siglas. Portanto sugiro que façamos um dicionário :) Que tal? JDK: [i]Java Developer Kit[/i]. É o kit de desenvolvimento Java oferecido gratuitamente pela Sun. JRE: [i]Java Runtime Enviroment[/i]. É o ambiente de execução Java oferecido gratuitamente pela Sun. JVM: [i]Java Virtual Machine[/i] - Máquina Virtual Java. É o programa que faz um .class java poder ser executado J2ME: [i]Java 2 Micro Edition[/i]. Conjunto de bilbiotecas para desenvolvimento voltado aos dispositívos móveis J2SE: [i]Java 2 Standard Editon[/i]. É o java padrão, utilizado para desenvolvimento desktop J2EE: [i]Java 2 Enterprise Edition[/i]. É um extensão ao J2SE para servidores, implementando várias bibliotecas para facilitar a computação distribuída, como os EJBs JSP: [i]Java Server Pages[/i]. É uma tecnologia para desenvolvimento de aplicações WEB semelhante ao PHP XML: [i]Extensible Markup Language[/i]. Linguagem como o HTML utilizada para armazenamento e troca de informações EJB: [i]Enterprise JavaBeans[/i]. Define um modelo para aplicações com servidores criando componentes reusáveis. Vamos completando que ao final montamos um HTML e publicamos como recurso adicional da page :) :!: :!:

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009

Aí vao mais algumas. Todas essas definicoes podem ser melhoradas. Aqui realmente é um dicionário de pesquisa rápida. :D JCA: [i]Java Connector Architecture [/i]- uma arquitetura desenvolvida de modo a facilitar a comunicacao entre servidores J2EE e EIS's. JMS: [i]Java Messaging System [/i]- uma arquitetura existe dentro do universo J2EE que permite troca de mensagens de maneira assíncrona. MOM: [i]Message Oriented Middleware [/i]- é o software que age como um Mediator na arquitetura de mensagens assíncronas. MDB: Nao, nao é a extensao do banco de dados do Access. É [i]Message-Driven-Bean[/i], ou seja, um EJB capaz de processar mensagens assincronamente. JDO: [i]Java Data Objects [/i]- uma extensao sob o JSR-000012 que regula métodos de persistência de objetos Java em bancos de dados relacionais. WSDL: [i]Web Service Description Language [/i]- uma linguagem (ou melhor, uma estrutura em XML) usada para definir uma descricao para um servico WEB. WML: [i]Wireless Markup Language [/i]- uma linguagem como a HTML, para celulares e outros dispositivos móveis. UML: [i]Unified Modeling Language [/i]- uma linguagem utilizada durante o processo de análise e desenvolvimento de software capaz de traduzir requerimentos funcionais e nao-funcionais do sistema. (Tá muito suscinta essa descricao). CORBA: [i]Common Object Request Broker Arquitecture [/i]- uma arquitetura que possibilita o desenvolvimento de sistemas construídos em diversas linguagens distintas, atuar de maneira distribuída segunda um protocolo bem definido. O principal elemento que torna isso possível é o ORB (Object Request Broker). IDL: [i]Interface Definition Language [/i]- é a linguagem usada para definir interfaces de comunicacao na arquitetura CORBA. EIS: [i]Enterprise Information System [/i]- qualquer sistema que centralize informacoes de negócio da sua empresa.

0
|
0

Cabral
   - 09 abr 2009

JAR - [i]Java ARchive [/i]- comprimir e criar arquivos "executáveis" em java AWT - [i]Abstract Window Toolkit [/i]- API para desenvolvimento de Janelas. GUI - [i]Grafic User Interface [/i]- São os tipos de interface geráficas para Usuários, nada muito intuitivo.. hehehe RMI - [i]Remote Method Invocation [/i]- Mas centrado em Sistemas distribuídos, semelhante ao CORBA. POO - [i]Programação Orientada a Objetos [/i] :wink: Ahhh espero ter ajudado... []'s

0
|
0

Dadario
   - 09 abr 2009

Tem a parte de segurança com: JCE - [i]Java Cryptography Extension[/i]. Extensão para utilização de criptografia utilizando providers que fornecem os algoritmos tipo DES, RSA e outros. A SUN tem o seu dentro da propria API SUNJCE, mas tem de outras empresas, como IBM e também alguns free, como o [url=http://www.bouncycaslte.org"]Bouncy Castle[/url] :!: :!: :!: :!: :!: :!:

0
|
0

Lucas Teixeira
   - 09 abr 2009

JRE Java Runtime Enviroment - Toda a "parafernália" necessária para se rodar um programa em java, engloba a JVM (ver primeiro post) e outras funcionalidades... :!:

0
|
0

Volnei Munhoz
   - 09 abr 2009

JDBC - Java Database Connectivity: Tecnologia que permite que uma aplicação java conecte-se e manipule um bando de dados. [url=http://java.sun.com/products/jdbc/]Leia mais...[/url] JSF - JavaServer Faces: Esta tecnologia simplifica a construção de interfaces com o usuário através de componentes reutilizáveis que podem estar conectados a data sources. [url=http://java.sun.com/j2ee/javaserverfaces/index.jsp]Leia mais...[/url]

0
|
0

Clovis Junior
   - 09 abr 2009

JDK: Na realidade significa Java Development Kit, não muda nada no significado mas também já não é muito usado mesmo...

0
|
0

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009

JAAS - Java Authentication and Authorization Service: Implementação da segurança e controle de acessos da máquina virtual.

0
|
0

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009

SCJP: Sun Certified Java Programmer: Certificação da Sun para programador Java SCJD: Sun Certified Java Developer: Certificação da Sun para desenvolvedor Java SCEA: Sun Certified Enterprise Architect: Certificação da Sun para arquiteto Java SCWCD: Sun Certified Web Component Developer: Certificação da Sun para desenvolvedor web em java JRMP Java Remote Method Protocol: Protocolo java para invocar métodos em objetos de outras VMs

0
|
0

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009

RMI: Remote Method Invocation: API para invocar métodos em outras VMs. AOP: Aspect Oriented Programming: Programação orientada a aspectos, evolução natural da OOP (Object Oriented Programming)

0
|
0

Vitor Pamplona
   - 09 abr 2009


Citação:
="jrodrigues"]UML: [i]Unified Modeling Language [/i]- uma linguagem utilizada durante o processo de análise e desenvolvimento de software capaz de traduzir requerimentos funcionais e nao-funcionais do sistema. (Tá muito suscinta essa descricao).
[size=14:731a0ab520]Complementando ... [/size:731a0ab520] UML - (Unified Modeling Language) é uma linguagem gráfica padrão para modelagem de dados, destinada à especificação, à construção, à visualização e à documentação de sistemas complexos de software. MDA - (MODEL DRIVEN ARCHITECTURE / Arquitetura de Modelagem Dirigida) é uma nova forma de se escrever especificações e desenvolver aplicações, com base em uma PIM (Modelo plataforma-independente). RUP - (Rational Unified Process) é um processo que fornece uma abordagem disciplinada para o desenvolvimento de software, nomeando tarefas e responsabilidades dentro de uma organização. OOAD - (object-oriented analysis and design) Análise e Projetos Orintado a Objetos. blz . . :!:

0
|
0

Tadeu Santos
   - 09 abr 2009

RNA - (Redes Neurais Artificiais) metodologia usada para resolver problemas de Inteligência Artificial.

0
|
0

Rharari
   - 09 abr 2009

SOA - Service Oriented Architecture: arquitetura de sistemas orientada a serviços. UDDI - Universal Description, Discovery and Integration: padrão de registros de webservices. JNI - Java Native Interface: interface nativa que permite ao Java comunicar-se com outras linguages.

0
|
0

Claudio Silva
   - 09 abr 2009

Adição: JNLP: Java Network Lauching Protocol: Protocolo que define como uma aplicação java em site remoto pode ser baixada e executada em uma JVM restrita com sandbox dinamicamente configurada através da web. É a tecnologia por trás do Java Web Start: http://java.sun.com/products/javawebstart/ []s

0
|
0

Andre Valdestilhas
   - 09 abr 2009

Só mais uma... * DAO(Data Access Object) padrão de desenvolvimento. Mais um padrão que voce usa isso quando quer se livrar da monotonia de reescrever código. É aplicado por exemplo: para escrever uma classe para acessar um banco de dados ou outro objeto...

0
|
0

Rharari
   - 09 abr 2009

HTTP: Hypertext Transfer Protocol: Protocolo de Transferencia de Hipertexto - Protocolo que roda sobre o TCP/IP de nivel de aplicação para aplicativos em ambiente distribuido, colaborativo, orientado a objeto e que utilizam hipertexto. FTP: File Transfer Protocol: Protocolo de Transferencia de Arquivos - É o protocolo utilizado na internet para trocas de arquivos. Roda sobre o TCP/IP. UDP: User Datagram Protocol: Protocolo de Datagramas - um protocolo desprovido de conexao (connectionless) e que assim como o HTTP roda sobre o TCP/IP. Ele nao possui controle de erros e nem controle de entrega dos pacotes TCP/IP. Ideal para transmitir multimedia na Web pois é mais rápido que o HTTP. WDP: Wap Datagram Protocol: Protocolo WAP de Datatgramas - é um protocolo de rede para o transporte de datagramas em uma rede sem fio TCP/IP. RTFM: Read the Fucking Manual - Leia o maldito manual! :D

0
|
0

Leandro Silva
   - 09 abr 2009

Se esqueceram do: JNI - Java Native Interface - API que serve para usar java com apis desenvolvida com outras linguagens API - Application Program Interface - é um conjunto normalizado de rotinas e chamadas de software que podem ser referenciadas por um programa aplicativo. Valeu? :!: :!: :!: :!:

0
|
0

Rogério Ribeiro
   - 09 abr 2009

:!: OMG (Object Management Group) - mantém as especificações (padrões) necessários de interfaces para computação de Objetos Distribuídos, sendo o seu padrão mais conhecido o CORBA. IIOP (Internet Inter-ORB Protocol) - um padrão de protocolo da OMG , baseado na arquitetura TCP-IP que define como os servidores de objetos irão se comunicar. IR (Interface Repository) - permite manter definições de IDL(Interface Definition Language) para que os objetos possam ser armazenados, modificados e recuperados. A IR é mantida através dos famosos ORB's dentre eles é claro o: Java 2 ORB da SUN.

0
|
0

Niflheim
   - 09 abr 2009

tirado do site: http://www.cafeh.com.br/artigos/9/index.jsp JDK : Java Developer Kit. É o kit de desenvolvimento Java oferecido gratuitamente pela Sun. Oferece compilador, interpretador, gerador de documentação etc. Ele também incluí o JRE (veja JRE) e é o mínimo que os desenvolvedores Java precisam para desenvolver aplicativos nessa plataforma. JRE : Java Runtime Enviroment. É o ambiente de execução Java oferecido gratuitamente pela Sun. É direcionado aos usuários de aplicativos Java. JVM : Máquina Virtual Java. Ela é o núcleo da arquitetura Java, e o que torna possível código desenvolvido numa plataforma executar sem alterações em qualquer plataforma com uma JVM. JSP : É uma tecnologia para desenvolvimento de aplicações WEB semelhante ao Microsoft Active Server Pages (ASP), porém tem a vantagem da portabilidade de plataforma podendo ser executado em outros Sistemas Operacionais além dos da Microsoft. Ela permite ao desenvolvedor de sites produzir aplicações que permitam o acesso a banco de dados, o acesso a arquivos texto, a captação de informações a partir de formulários, a captação de informações sobre o visitante e sobre o servidor, o uso de variáveis e loops entre outras coisas. Fonte: http://www.hostsul.com.br/ajuda/jsp.shtml JXTA (pronounced "juxta") : é uma iniciativa da Sun Microsystem para peer-to-peer (P2P), um esforço de pesquisa criado para promover e explorar novas abordagens para computação distribuída. O nome "JXTA" se refere a iniciativa e a tecnologia resultante, que centraliza uma plataforma de entregas e protocolos de comunicação P2P. O nome da organização foi desenvolvido como um diminutivo para a palavra "juxtapose" (ou justaposição). Na conferência de P2P realizada pela O'Reilly Network em fevereiro de 2001, Bill Joy, cientista chefe da Sun, explicou que o nome foi escolhido porque juxtapose significa colocar coisas próximas umas das outras, "que é realmente o que peer-to-peer se propõe.” Fonte: http://search390.techtarget.com/gDefinition/0,294236,sid10_gci778096,00.html XML (Extensible Markup Language) XML surgiu de um refinamento da SGML, que por sua vez é uma linguagem poderosa mas de difícil compreensão [1,3]. O XML incorpora as principais características da SGML no que diz respeito distribuição de informações (Banco de Dados) via WWW, com a vantagem de ser de fácil compreensão por parte do desenvolvedor. O XML e o HTML possuem uma origem comum, o SGML, e servem para propósitos distintos, sendo assim é errôneo dizer que o XML veio para substituir o HTML, pois com o auxílio do HTML podemos trabalhar informações dispostas em XML .[5] Em XML, projetistas podem criar seus próprios elementos de acordo com a aplicação que está sendo modelada, dando importância ao conteúdo e à estrutura da informação, sem se preocupar com a apresentação. Para que o parser XML verifique se um documento está correto ou não (parser de validação), ele processa inicialmente seu DTD correspondente, para verificar a estrutura do documento [4]. Vários parsers, disponíveis gratuitamente no WWW, verificam (análise léxica) e validam (análise sintática) documentos XML de acordo com seu DTD associado. Além desses, há também parsers que não exigem a presença de um DTD e que portanto somente validam seus elementos.[6] Fonte:http://www.inf.ufrgs.br/pos/SemanaAcademica/Semana2000/JoaoAbelar/ EJB : "Enterprise JavaBeans (EJB) technology defines a model for the development and deployment of reusable Java server components. – Components are pre-developed pieces of application code that can be assembled into working application systems." (Sun) Fonte:http://www.ucb.br/prg/professores/fgoulart/j2ee_ejb.pdf SOAP : it is a simple XML based protocol to let applications exchange information over HTTP. Fonte: http://www.w3schools.com/soap/ :o :!:

0
|
0

Niflheim
   - 09 abr 2009

Hum.... pessoal, vamos dar uma lidinha nos anteriores antes de postar... tah saindo muitos repetidos... :roll:

0
|
0

Ricardo
   - 09 abr 2009

CLDC- "Connected Limited Device Configuration". Um dos profiles da tecnologia J2ME, voltado para dispositivos como celulares e palm´s CDC- "Connected Device Configuration". Profile para dispositivos com um pouco mais de capacidade de procesamento e armazenamento. KVM- A Máquina virtual Java do J2ME, normalmente chamada de KVM ( Kilobyte Virtual Machine ), não é necessariamente a mesma utilizada pelas versões j2EE e j2SE, sendo quase sempre um conjunto menor dessas versões. Retirado do site www.code-blood.com.br

0
|
0