Implantando melhoria de processo na prática - Revista Engenharia de Software Magazine 51

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (1)

Um estudo de caso sobre o CMMI. Este artigo apresenta a experiência da Dataprev em atividades de melhoria de processo. Mas especificamente, será feita uma discussão sobre o uso do CMMI.

De que se trata o artigo:

O CMMI é um modelo desenvolvido pelo SEI que é utilizado para definição e implementação de melhorias de processos de desenvolvimento de software. Uma de suas premissas é que "a qualidade é influenciada pelo processo". Neste contexto, este artigo apresenta a experiência da Dataprev em atividades de melhoria de processo. Mas especificamente, será feita uma discussão sobre o uso do CMMI.

Em que situação o tema útil:

A utilidade do tema abordado neste artigo está em evidenciar que a qualidade dos serviços prestados por qualquer empresa tem relação direta com a qualidade de seus processos, o que para o caso de empresas desenvolvedoras de soluções em TI se traduz num esforço intensivo e contínuo de melhoria de seus processos de software.

Resumo DvMan

Ao tratar da incorporação de qualidade em um processo de desenvolvimento de software, através do domínio e emprego das práticas descritas nos modelos específicos de maturidade de software, a equipe envolvida se vê diante de um grande desafio.

O sucesso de implementações deste porte, via de regra, está associado à estratégia adotada na formulação das diretrizes para a realização do trabalho. Assim, o planejamento criterioso de cada uma das etapas ligadas à definição e entrega dos produtos / serviços (marcos de controle), precisa ser reconhecido como fator crítico de sucesso para que o resultado final tenha a qualidade esperada.

Cabe destacar, conforme apresentado neste artigo, que a estratégia adotada pelo projeto foi a de tratar, como marcos de controle, a definição de etapas com suas respectivas entregas. Essa abordagem possibilitou a avaliação dos resultados das entregas e a observação dos ganhos obtidos, principalmente, no que concerne à internalização do conhecimento (Etapa Workshop e Etapa Institucionalização) e a verificação dos resultados (Etapa Avaliação).

Autores: Rosana Fernandes Osório e Guilherme Tavares Motta

O reconhecimento de uma empresa como centro de excelência no desenvolvimento de produtos e serviços exige atenção contínua à melhoria de seus processos produtivos. Para tanto, o entendimento das características dos processos existentes, bem como o conhecimento dos fatores que afetam a capacidade, o planejamento e a implementação de ações voltadas às reais necessidades do negócio da empresa, são algumas das iniciativas de melhoria determinantes do sucesso na busca da excelência.

As empresas que atuam no contexto da Indústria de Software, em consonância com o que se pratica nas demais empresas independente do ramo de atividade, devem proceder ao monitoramento constante dos diferentes fatores que venham a afetar suas iniciativas de melhoria. Neste contexto, é recomendável a implementação de um programa de melhoria de processos, no âmbito da organização (visão organizacional), com foco na ampla comunicação das estratégias de melhoria, estabelecimento de políticas, determinação de objetivos, atribuições de responsabilidades e a clara definição de atividades.

A implementação do programa de melhorias de processos levará à definição do Processo Padrão de Desenvolvimento de Software da Organização, cuja aplicação, institucionalização e monitoramento culminarão na identificação de novas oportunidades de melhoria. Desta forma a organização caminhará rumo à excelência do desenvolvimento de produtos de software, em alinhamento às ações inovadoras e aderentes às boas práticas da engenharia de software.

Na busca pela inovação e boas práticas da engenharia de software, deu-se início ao Projeto CMMI-DTP: Institucionalização do Modelo CMMI na DATAPREV. Este projeto teve como objetivo investir na análise e avaliação do processo de software em uso na empresa como forma de identificar os pontos fortes, fracos e as melhorias requeridas para tornar o processo de software da DATAPREV aderente aos objetivos e práticas estabelecidas pelo nível 3 do modelo CMMI DEV 1.2. Para isso, suas principais metas foram: “Implementar as práticas do modelo CMMI – DEV 1.2, níveis 2 e 3, na DATAPREV; “Institucionalizar o uso dos processos definidos no PD-DATAPREV; e Internalizar o conhecimento de implementação do modelo CMMI DEV 1.2 na DATAPREV” (ler Nota 1).

Nota 1. CMMI

O CMMI é um modelo utilizado para definição e implementação de melhorias de processos de desenvolvimento de software e tem como premissa que a qualidade de um produto é influenciada pelo processo utilizado em seu desenvolvimento. Os níveis do CMMI (e como consequência a melhoria dos processos da organização) podem ser alcançados considerando-se duas estratégias: por estágios ou contínua.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?