Introdução a Arquitetura orientada a serviços (SOA)

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (6)  (1)

Neste artigo será contextualizado SOA, considerando conceitos e boas práticas na modelagem de serviços. Serão também apresentadas formas de interação entre TI e negócios, diminuindo dificuldades existentes no desenvolvimento e na implementação.

Artigo do tipo Teórico
Recursos especiais neste artigo:
Conteúdo sobre Engenharia.
De que se trata o artigo
O artigo trata da SOA (Arquitetura Orientada a Serviços), mais presente em organizações de médio a grande porte, ou empresas que buscam assumir uma posição em ascensão no mercado competitivo.


Em que situação o tema é útil
Essa arquitetura é útil em organizações que utilizam variados tipos de sistemas, com diferentes tecnologias e fornecedores, sendo imprescindível o atendimento a requisitos como escalabilidade, flexibilidade e interoperabilidade.

Arquitetura Orientada a Serviços
Neste artigo será contextualizado SOA, considerando conceitos e boas práticas na modelagem de serviços. Serão também apresentadas formas de interação entre TI e negócios, diminuindo dificuldades existentes no desenvolvimento e na adaptação de implementações e regras de negócios em sistemas corporativos.

Há divergências de comunicação entre setores de negócios e de TI. O que é solicitado nem sempre condiz com o que realmente os usuários imaginavam. Para corporações que buscam liderança no mercado competitivo, há caminhos a serem traçados. Para ser competitivo, não basta ter tecnologia de ponta, é necessário aperfeiçoar processos de negócios, ter união entre os setores e compreensão de todos os processos envolvidos na atividade empresarial.

A SOA (Arquitetura Orientada a Serviços) ajuda as empresas a estarem preparadas para evoluir em tecnologia e em rentabilidade, diminuindo restrições da tecnologia para os líderes de negócio, também possibilita assegurar uma estrutura flexível e reutilizável.

De maneira simples, SOA é uma abordagem de negócios para criar sistemas de TI (Tecnologia de Informação) que permitem alavancar recursos existentes, criar novos recursos e, principalmente, estar preparado para inevitáveis alterações exigidas pelo mercado, obtendo mais produtividade e lucro para a empresa.

Para usufruir dos benefícios desta arquitetura, é necessário investimento de tempo e aprendizado. Através do uso de SOA o entendimento entre os líderes do negócio e a área de TI é facilitada. O principal item do SOA são os serviços que servem para denominar o relacionamento entre um provedor e um consumidor, que possuem o objetivo de solucionar uma determinada atividade em comum.

Cada serviço pode ser definido como uma atividade específica, devido a identificação dos serviços encontrados na corporação. O mesmo pode ser comparado com o famoso brinquedo "Lego", onde se pode utilizar as mesmas peças para inúmeras ocasiões. Um exemplo é "um serviço para consulta de produtos...", que é criado apenas uma vez e pode ser utilizado em todo sistema.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?