Introdução ao Analysis Services 2005 – Parte 1

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Veja neste artigo a introdução ao Analysis Services 2005.

Por Reydeval Rocha

 

 

Olá pessoal!!!

 

É bom estar de volta! Estaremos iniciando uma série de artigos sobre o Analysis Services 2005 que culminará com um cenário para a construção de uma aplicação de exemplo. Espero que aproveitem os recursos dessa poderosa ferramenta para construção de análises gerenciais. Vamos lá.

 

 

Introdução

 

O Microsoft SQL Server Analysis Services (SSAS) é uma ferramenta de processamento analítico - OLAP -  utilizada para integração de dados relacionais. Através do SSAS é possível criar soluções de business intelligence e data mining de uma forma fácil, interativa e a um custo muito inferior de outras ferramentas OLAP consagradas.

 

 

Conceitos

 

Antes de iniciarmos os trabalhos com o SSAS é necessário a explanação de alguns conceitos que serão bastante utilizados ao longo desta série de artigos.

 

Data Warehouse

 

Infra-estrutura de banco de dados que suporta a implementação de inúmeras aplicações tais como: business intelligence, data mining e crm.

 

Tais aplicações dão suporte à tomada de decisão através do processamento informacional de dados, complementando o processamento transacional existente que suporta a operação do negócio.

 

Business Intelligence – Inteligência de negócios

 

Não é um produto, é um processo suportado por um número de diferentes produtos e serviços profissionais de tecnologia de informação (TI) e Gestão empresarial. Tem como principal objetivo apoio à tomada de decisão.

 

Data Mining – Mineração de dados

 

Aplicações de mineração de dados, ou seja, descobrir e entender tendências, comportamentos, anomalias e outras relações não óbvias, presentes em grupos (clientes, prospects, produtos, empresas, lojas, agências, processos, regiões, etc), que sejam relevantes para um determinado negócio ou atividade.

 

CRM – Customer Relationship Managment

 

Aplicação que objetiva a fidelização, ou seja, a manutenção da base de clientes. A própria sigla indica tal objetivo. Existem dois tipos de crm:

 

  • CRM Operacional – sistemas para interação com o cliente
  • CRM Analítico – sistemas para análise de perfil do cliente

 

 

Conclusão

 

Nesse artigo, apresentamos conceitos básicos necessários para o andamento da série de artigos sobre o Analysis Services 2005. No próximo artigo trataremos sobre modelagem multidimensional, star schema e snowflake schema, além de falarmos sobre as formas OLAP existentes. Até lá!

 

 

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?