Inversão de Controle - Revista Java Magazine 96 - Parte 2

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)

Neste artigo veremos o que é e como utilizar Inversão de Controle em um projeto de software. O conceito será abordado sem a utilização de nenhum framework para que assim, após conhecer as vantagens, o leitor tenha conhecimento para escolher a melhor ferramenta para o seu problema.

Artigo no estilo Curso

Do que se trata o artigo:

Neste artigo veremos o que é e como utilizar Inversão de Controle em um projeto de software. O conceito será abordado sem a utilização de nenhum framework para que assim, após conhecer as vantagens, o leitor tenha conhecimento para escolher a melhor ferramenta para o seu problema.

Em que situação o tema é útil:

A Inversão de Controle se torna útil quando o desenvolver busca uma forma de desenvolver sistemas altamente modularizados e simples de serem mantidos.

Resumo DevMan:

O artigo apresenta como a Inversão de Controle pode ser aplicada em um software. Além disso, são abordadas algumas características básicas como a Injeção Por Construtor versus Injeção Por Setters, utilização de frameworks e desacoplamento de componentes.

No artigo publicado na Java Magazine 95, relatamos os fundamentos para o desenvolvimento de um sistema com baixo acoplamento. Sem este conhecimento é muito provável que você não compreenda totalmente o real sentido do padrão Inversão de Controle. Dito isso, neste artigo, apresentaremos o que é e como utilizar este padrão, que simplifica o desenvolvimento de componentes altamente desacoplados, de fácil manutenção e reuso.

Inversão de Controle (IoC)

No contexto de desenvolvimento de software, a Inversão de Controle pode ter vários significados e isto pode gerar muitas dúvidas em quem pretende aplicá-lo. Por exemplo, qual o controle que está sendo invertido?

Um dos primeiros a questionar o nome Inversão de Controle foi Martin Fowler. Segundo Fowler, o termo Inversão de Controle não expressa claramente a intenção deste padrão. Neste momento ele sugeriu que o nome mais indicado fosse Injeção de Dependências (Dependency Injection ou DI), e a partir deste fato IoC e DI passaram a representar o mesmo padrão.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?