Nem parece Web: é Vaadin! - Revista Java Magazine 96 - Parte 2

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Neste artigo veremos o Vaadin, uma ferramenta para a construção de interfaces web elegantes e que fornece um estilo de programação diferente daquele já bastante difundido pelo JSF.

Artigo no estilo Curso

De que se trata o artigo:

Neste artigo veremos o Vaadin, uma ferramenta para a construção de interfaces web elegantes e que fornece um estilo de programação diferente daquele já bastante difundido pelo JSF. Vamos demonstrar os principais conceitos que envolvem esta tecnologia e apresentá-la através de um exemplo prático que irá explorar as diferenças entre a forma de desenvolvimento Vaadin e JSF.

Em que situação o tema é útil:

Diversas ferramentas já buscaram abstrair ao máximo as peculiaridades do ambiente web para os desenvolvedores. Contudo, nenhuma o conseguiu de forma tão elegante como o Vaadin. Esta ferramenta permite focar-se no principal, que é a construção da aplicação. Os detalhes de comunicação cliente/servidor são praticamente abstraídos, sobrando raríssimas situações em que serão necessárias intervenções desta natureza.

Resumo DevMan:

Este artigo apresenta os conceitos do framework Vaadin na prática, durante o desenvolvimento de uma aplicação. Com ele, os sistemas web são desenvolvidos em um novo paradigma, muito semelhante ao Swing, utilizando a composição de componentes e normalmente adotando painéis para realizar este agrupamento.

Devido a sua natureza voltada para a criação de sistemas, e não de sites web comuns, o Vaadin já nos brinda com alguns componentes que simplificam bastante nosso código, como os componentes de formulário e de tabela. Todo desenvolvedor que entra neste novo mundo, também não pode deixar de conferir os diversos componentes disponibilizados no site oficial, através da opção Add-ons!

No primeiro artigo sobre o framework Vaadin, publicado na Java Magazine 95, que está disponível gratuitamente através do link http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp.asp?comp=22319, apresentamos um resumo sobre sua história e analisamos a sua arquitetura. Agora, vamos realizar um estudo prático explicitando todos os passos necessários para desenvolver sistemas com esta ferramenta, e por fim utilizá-la na prática durante a implementação de uma aplicação web.

Preparação Inicial

A instalação segue o roteiro padrão da maioria dos frameworks Java. Baixe, do site oficial do projeto, a versão que consta apenas com o arquivo no formato JAR. Este arquivo deve seguir o modelo vaadin-<versao>.jar, por exemplo, vaadin-6.6.1.jar. Na sua IDE preferencial, é necessário criar um projeto nos moldes de um aplicativo para a web. Feito isto, seu projeto deve contar com uma pasta chamada WEB-INF. Agora copie o arquivo baixado para a subpasta lib.

Neste momento ainda precisamos configurar nosso arquivo web.xml, informando a ele a Servlet do Vaadin e também uma classe específica que sua aplicação precisa ter, que herda de com.vaadin.Application. Criaremos esta classe nas próximas seções. Para este primeiro momento, use as configurações conforme a Listagem 1.

Listagem 1. Descritor WEB-INF/web.xml para o servlet.

<web-app id="WebApp_ID" version="2.4">
    <display-name>JavaMagazine</display-name>
    <context-param>
      <param-name>productionMode</param-name>
      <param-value>false</param-value>
    </context-param>
    <servlet>
      <servlet-name>JavaMagazine</servlet-name>
      <servlet-class>com.vaadin.terminal.gwt.server.ApplicationServlet</servlet-class>
      <init-param>
        <param-name>application</param-name>
        <param-value>com.javamagazine.JMApplication</param-value>
      </init-param>
    </servlet>
    <servlet-mapping>
      <servlet-name>JavaMagazine</servlet-name>
      <url-pattern>/*</url-pattern>
    </servlet-mapping>
  </web-app>
"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?