O uso dos conceitos Web 2.0 na educação

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Nesse artigo, será abordado o uso dos conceitos da Web 2.0 na educação e o potencial didático para melhoria da aprendizagem dos alunos e o ensino dos professores.

Sobre o artigo


Este artigo foi escrito em conjunto com Gilberto de Paiva (graduado em física na USP e pós-graduado em Engenharia de Websites na Universidade Cruzeiro do Sul), com o apoio do prof. Dr. Juliano Schimiguel e prof. Ms. Douglas Almendro, ambos da Universidade Cruzeiro do Sul.

Antes de entendermos o potencial dos conceitos e aplicações da Web 2.0 na educação, devemos entender primeiro sobre a
história e princípios da Web 2.0, como alguns itens sobre a Educação à Distância (EaD) :

Histórico da Web 2.0

O surgimento da Web foi um avanço na comunicação mundial, porém houve a crise da bolha, onde muitas empresas virtuais quebraram devido à alta especulação dos valores de anúncio e do comércio eletrônico.

A própria Netscape, empresa marco da Web tradicional, investiu em aplicativos Web. Ela achou que com isso, vários programadores e desenvolvedores Web comprariam os servidores da Netscape para abrigar e publicar os aplicativos na Web.
Mas, viu seus negócios irem quase à falência (devido à popularização do Internet Explorer e de servidores gratuitos como o Apache).

A Web 2.0 surgiu de um conceito de Tim O' Reilly, presidente da O' Reilly Media International, como uma nova forma de estruturar a Web e torná-la mais agradável aos usuários da página e revigorar o mundo virtual, abalado pelo "estouro da bolha".

Além do estouro da bolha, as novas tecnologias (banda larga) e a melhoria dos equipamentos, permitiram o surgimento e desenvolvimento da Web 2.0.

A empresa símbolo da Web 2.0, o Google, resolveu focar em serviços ao invés de produtos.



Serviços que são aperfeiçoados continuadamente, com a colaboração dos



usuários, interface simples e uma grande e eficiente base de dados. Esses itens que o Google priorizou em seus serviços se enquadram nos princípios da Web 2.0 que estudaremos abaixo.





Princípios e recursos da Web 2.0"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?