Padrões de projeto em aplicações web

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

Este artigo apresenta a abordagem de padrões de projeto (design patterns) no contexto do desenvolvimento de aplicações web, e a importância da documentação e organização dos padrões em catálogos on-line.

Do que se trata o artigo:

Este artigo apresenta a abordagem de padrões de projeto (design patterns) no contexto do desenvolvimento de aplicações web, e a importância da documentação e organização dos padrões em catálogos on-line.

Em que situação o tema é útil:

A adoção de padrões, organizados em catálogos, ajuda a manter a consistência e coerência dos projetos, além da qualidade que se obtém na arquitetura do software. Por facilitar a comunicação pelo uso de uma linguagem comum, essa abordagem é indicada para organizações que desenvolvam grandes projetos, possuam grandes e médias equipes ou que estejam distribuídas geograficamente.

Resumo DevMan:

Padrões de Projeto são técnicas de reuso de software que oferecem benefícios práticos no desenvolvimento de aplicações web, tais como prover soluções de projeto de forma consistente, orientar equipes de desenvolvimento com diretrizes e boas práticas, melhorar o processo de comunicação com a adoção de uma linguagem comum de padrões, entre outros.

Padrões de projeto são boas soluções aplicadas a vários problemas comuns em um determinado contexto. É uma abordagem para o desenvolvimento de software baseado no reuso de ideias e soluções genéricas, mas que devem ser contextualizadas para problemas específicos.

As principais vantagens são: (a) criam uma linguagem compreendida por todos; (b) facilitam a mentalização da solução; e, (c) são propostas em alto nível (sem detalhes de implementação) para problemas recorrentes.

Apesar de terem sido criados inicialmente para solucionar problemas encontrados em projetos (design) de softwares orientados a objetos, o conceito se estendeu para outras preocupações da Engenharia de Software. Há padrões identificados para a análise de negócio, para transformação de código (refatoração), para projeto de banco de dados, para interfaces web, enfim, onde é possível identificar e catalogar boas soluções que são frequentemente aplicados, haverá padrões de projeto.

Este artigo apresenta a abordagem de padrões de projeto no contexto do desenvolvimento de aplicações web, e discute a importância de se documentar e organizar os padrões em catálogos, ação que promove a sistematização dessa abordagem em um processo de construção de aplicações web.

Definição

Os padrões de projeto surgiram de um conceito criado pelo arquiteto Christopher Alexander, em sua obra “The Timeless Way of Building”, de 1979. O autor propôs que cada padrão é uma regra com três partes, que expressa a relação entre contexto, problema e solução.

Cada padrão é um relacionamento entre um certo contexto, um certo sistema de forças que ocorre repetidamente nesse contexto (problema), e uma certa configuração (solução) que permite que essas forças se resolvam.

Essas três partes, além do próprio nome do padrão, formam a essência da documentação de um padrão:

1. O Contexto: se refere ao conjunto de situações que se repetem, nas quais o padrão de projeto pode ser aplicado;

2. O Problema: que trata do conjunto de “forças” – objetivos e limitações – que ocorrem dentro do contexto;

3. A Solução: que é uma estrutura formal para ser aplicada na resolução do problema.

A primeira iniciativa em aplicar padrões no desenvolvimento de software veio com a publicação do livro de Erich Gamma e três colaboradores (Helm, Johnson e Vlissides), intitulado “Design Patterns: Elements of Reusable Object-Oriented Software” (1995), onde os autores identificaram 23 padrões para projetos orientados a objetos. Esses padrões formam a base para a maioria dos padrões que tratam de problemas em projetos dessa natureza, como o catálogo de padrões Blueprints, também chamados de Core J2EE Patterns.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?