PHP: Sistema de Login com Níveis de Acesso

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (8)  (0)

Veja neste artigo como desenvolver um sistema de login com nível de acesso de usuário comum e administrador usando PHP e MySQL.

Fala pessoal, hoje vamos ver como se faz um sistema de login passo-a-passo.

O meu intuito nesse artigo não é entregar um script pronto, mas sim te mostrar o “caminho das pedras” enquanto você é quem criará o seu próprio sistema.

Versões utilizadas nesse artigo: PHP 5.2.9 e MySQL 5.0.5.

O nosso sistema consistirá em um login simples, validado por usuário e senha (encriptada) contra uma tabela no banco de dados e armazenando os dados na sessão. Haverá dois níveis de acesso para os nossos usuários: normal (1) e administrador (2).

Criando a Tabela MySQL

Você pode executar esse código MySQL para criar a nossa tabela de usuários que tem 7 campos: id, nome, usuario, senha, níveis, ativo e cadastro, como mostra a Listagem 1.

saiba mais Saiba mais sobre o MySQL
CREATE TABLE IF NOT EXISTS `usuarios` (
      `id` INT(11) UNSIGNED NOT NULL AUTO_INCREMENT,
      `nome` VARCHAR( 50 ) NOT NULL ,
      `usuario` VARCHAR( 25 ) NOT NULL ,
      `senha` VARCHAR( 40 ) NOT NULL ,
      `email` VARCHAR( 100 ) NOT NULL ,
      `nivel` INT(1) UNSIGNED NOT NULL DEFAULT '1',
      `ativo` BOOL NOT NULL DEFAULT '1',
      `cadastro` DATETIME NOT NULL ,
      PRIMARY KEY (`id`),
      UNIQUE KEY `usuario` (`usuario`),
      KEY `nivel` (`nivel`)
  ) ENGINE=MyISAM ;
Listagem 1. Criando a Tabela MySQL

Com isso você já tem uma tabela pronta para o nosso tutorial. Rode esse script da Listagem 2 se quiser alimentar a tabela com alguns usuários de teste:

INSERT INTO `usuarios` VALUES (NULL, 'Usuário Teste', 'demo', SHA1( 'demo'), 'usuario@demo.com.br', 1, 1, NOW( ));
  INSERT INTO `usuarios` VALUES (NULL, 'Administrador Teste', 'admin', SHA1('admin' ), 'admin@demo.com.br', 2, 1, NOW( ));
Listagem 2. Inserindo dados na tabela

Como vocês podem perceber, o nosso campo de senha tem 40 caracteres e quando cadastramos os usuários testes usamos isso significa que usaremos uma senha encriptada.

O formulário de Login em XHTML

Vamos criar agora o nosso formulário que será onde o visitante entrará com os dados e será mandado para a página validacao.php onde os dados serão validados (ohh) como mostra a Listagem 3.

<!-- Formulário de Login -->
  <form action="validacao.php" method="post">
  <fieldset>
  <legend>Dados de Login</legend>
      <label for="txUsuario">Usuário</label>
      <input type="text" name="usuario" id="txUsuario" maxlength="25" />
      <label for="txSenha">Senha</label>
      <input type="password" name="senha" id="txSenha" />
   
      <input type="submit" value="Entrar" />
  </fieldset>
  </form>
Listagem 3. Formulário de login

Como esse artigo não é uma aula sobre formulários e método POST eu vou pular a parte que fala sobre os names desses inputs e a relação deles com o PHP em si.

A validação dos dados em PHP

Já temos o banco de dados e o formulário de login… Agora vamos começar a fazer a validação. Os próximos códigos deverão ser colocados dentro do validacao.php que irá tratar os dados recebidos do formulário:

Primeiro de tudo nós precisamos verificar se o usuário de fato preencheu algo no formulário, caso contrário mandamos ele de volta para o index.php, como mostra a Listagem 4.

<?php
   
  // Verifica se houve POST e se o usuário ou a senha é(são) vazio(s)
  if (!empty($_POST) AND (empty($_POST['usuario']) OR empty($_POST['senha']))) {
      header("Location: index.php"); exit;
  }
   
  ?>
Listagem 4. Verificando se o input foi preenchido

Com isso, todo código que vier depois desse if estará seguro de que os dados foram preenchidos no formulário.

Agora nós iremos abrir uma conexão com o MySQL mas essa conexão pode ser feita de outra forma, até antes do if se você preferir. Depois de abrir a conexão nós iremos transmitir os dois valores inseridos pelo visitante (usuário e senha) para novas variáveis e usaremos o mysql_real_escape_string() para evitar erros no MySQL, como mostra a Listagem 5.

<?php
   
  // Verifica se houve POST e se o usuário ou a senha é(são) vazio(s)
  if (!empty($_POST) AND (empty($_POST['usuario']) OR empty($_POST['senha']))) {
      header("Location: index.php"); exit;
  }
   
  // Tenta se conectar ao servidor MySQL
  mysql_connect('localhost', 'root', '') or trigger_error(mysql_error());
  // Tenta se conectar a um banco de dados MySQL
  mysql_select_db('usuarios') or trigger_error(mysql_error());
   
  $usuario = mysql_real_escape_string($_POST['usuario']);
  $senha = mysql_real_escape_string($_POST['senha']);
   
  ?>
Listagem 5. conectando com o MySQL

Agora é hora de validar os dados contra a tabela de usuários, como mostra a Listagem 6.

<?php
   
  // Verifica se houve POST e se o usuário ou a senha é(são) vazio(s)
  if (!empty($_POST) AND (empty($_POST['usuario']) OR empty($_POST['senha']))) {
      header("Location: index.php"); exit;
  }
   
  // Tenta se conectar ao servidor MySQL
  mysql_connect('localhost', 'root', '') or trigger_error(mysql_error());
  // Tenta se conectar a um banco de dados MySQL
  mysql_select_db('usuarios') or trigger_error(mysql_error());
   
  $usuario = mysql_real_escape_string($_POST['usuario']);
  $senha = mysql_real_escape_string($_POST['senha']);
   
  // Validação do usuário/senha digitados
  $sql = "SELECT `id`, `nome`, `nivel` FROM `usuarios` WHERE (`usuario` = '".$usuario ."') AND (`senha` = '". sha1($senha) ."') AND (`ativo` = 1) LIMIT 1";
  $query = mysql_query($sql);
  if (mysql_num_rows($query) != 1) {
      // Mensagem de erro quando os dados são inválidos e/ou o usuário não foi encontrado
      echo "Login inválido!"; exit;
  } else {
      // Salva os dados encontados na variável $resultado
      $resultado = mysql_fetch_assoc($query);
  }
   
  ?>
Listagem 6. Validando Dados

Repare que estamos buscando registros que tenham o usuário igual ao digitado pelo visitante e que tenham uma senha igual a versão SHA1 da senha digitada pelo visitante. Também buscamos apenas por registros de usuários que estejam ativos, assim quando você precisar remover um usuário do sistema, mas não pode simplesmente excluir o registro é só trocar o valor da coluna ativo pra zero, como vemos na Listagem 7.

A consulta gerada fica mais ou menos como mostra a Listagem 7:

SELECT `id`, `nome`, `nivel` FROM `usuarios` WHERE (`usuario` = 'a') AND (`senha` = 'e9d71f5ee7c92d6dc9e92ffdad17b8bd49418f98') AND (`ativo` = 1) LIMIT 1
Listagem 7. Select na tabela

Depois de rodar a consulta (query) nós verificamos se o número de resultados encontrados (ou não) é diferente de um, caso seja é exibida uma mensagem de erro acompanhada de um exit que finaliza o script… Caso ele encontre apenas um resultado nós temos o nosso usuário e já puxamos o seu ID, nome e nível de acesso do banco de dados.

Salvando os dados na sessão do PHP

Agora nós precisamos salvar os dados encontrados na sessão pois eles serão utilizados mais tarde, em outras páginas e eles precisam “persistir” até lá… Depois de salvar os dados na sessão nós iremos redirecionar o visitante para uma página restrita, como mostra a Listagem 8.

if (mysql_num_rows($query) != 1) {
      // Mensagem de erro quando os dados são inválidos e/ou o usuário não foi encontrado
      echo "Login inválido!"; exit;
  } else {
      // Salva os dados encontrados na variável $resultado
      $resultado = mysql_fetch_assoc($query);
   
      // Se a sessão não existir, inicia uma
      if (!isset($_SESSION)) session_start();
   
      // Salva os dados encontrados na sessão
      $_SESSION['UsuarioID'] = $resultado['id'];
      $_SESSION['UsuarioNome'] = $resultado['nome'];
      $_SESSION['UsuarioNivel'] = $resultado['nivel'];
   
      // Redireciona o visitante
      header("Location: restrito.php"); exit;
  }
Listagem 8. Salvando os dados na sessão

Verificando se o usuário está logado

Nosso sistema de login está quase completo! Agora só precisamos verificar se o usuário está logado no sistema e se o seu o nível de acesso condiz com o da página. Vamos agora escrever um pequeno bloco de PHP no início do arquivo restrito.php (que só deve ser acessado por usuários logados), como mostra a Listagem 9.

<?php
   
  // A sessão precisa ser iniciada em cada página diferente
  if (!isset($_SESSION)) session_start();
   
  // Verifica se não há a variável da sessão que identifica o usuário
  if (!isset($_SESSION['UsuarioID'])) {
      // Destrói a sessão por segurança
      session_destroy();
      // Redireciona o visitante de volta pro login
      header("Location: index.php"); exit;
  }
   
  ?>
   
  <h1>Página restrita</h1>
  <p>Olá, <?php echo $_SESSION['UsuarioNome']; ?>!</p>
Listagem 9. Verificando se o usuário está logado

Pronto meu amigo! O seu sistema de login está pronto para funcionar… Só vamos fazer alguns incrementos para ele ficar mais “usável”… Agora você vai ver como fazer a verificação de usuário logado e de nível de acesso, por exemplo para uma página onde apenas os administradores possam ter acesso, como mostra a Listagem 10.

<?php
   
  // A sessão precisa ser iniciada em cada página diferente
  if (!isset($_SESSION)) session_start();
   
  $nivel_necessario = 2;
   
  // Verifica se não há a variável da sessão que identifica o usuário
  if (!isset($_SESSION['UsuarioID']) OR ($_SESSION['UsuarioNivel'] <$nivel_necessario)) {
      // Destrói a sessão por segurança
      session_destroy();
      // Redireciona o visitante de volta pro login
      header("Location: index.php"); exit;
  }
   
  ?>
Listagem 10 : Verificando usuário logado

Código de Logout

O arquivo logout.php é tão simples que pode ter uma linha só, como vemos na Listagem 11.

<?php session_start(); session_destroy(); header("Location: index.php");exit; ?>
Listagem 11 : Código de Logout

Ou se você preferir, uma versão mais extensa (Listagem 12):

<?php
      session_start(); // Inicia a sessão
      session_destroy(); // Destrói a sessão limpando todos os valores salvos
      header("Location: index.php"); exit; // Redireciona o visitante
  ?>
Listagem 12 : Código de logout mais extenso

Artigo originalmente publicado por Thiago Belem: Como criar um Sistema de Login com Níveis de Permissão

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ficou com alguma dúvida?