Quando usar Java Collections - Parte I

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (1)

Em Programação orientada a objetos, é comum trabalharmos não apenas com um objeto, mas sim com um conjunto deles...

Quando usar Java Collections - Parte I

 

Em primeiro lugar o que é uma coleção?

 

Em Programação orientada a objetos, é comum trabalharmos não apenas com um objeto, mas sim com um conjunto deles. Com base nisso fica clara que uma collection é um objeto que agrupa múltiplos elementos (variáveis primitivas ou objetos) dentro de uma única unidade, devido a isso uma coleção também pode ser denominada como um container.

 

Ok, mas isso serve para que?

 

Coleções são usadas para armazenar, recuperar e manipular dados, assim como facilitar a transmissão de dados de um método para outro.

 

Tem um exemplo disso?

 

Geralmente coleções representam itens de dados que formam no geral um grupo.

 

Ex: Uma agenda telefônica contém uma coleção de números e nomes de telefones.

 

Antes do Java 1.2 existiam (ainda existem :-)) as seguintes classes:

·         Vector

·         Stack

·         Hashtable

·         Array

·         BitSet

 

A partir do Java 1.2 foi introduzido o Java Collections Frameworks, uma arquitetura unificada para fornecer uma manipulação mais eficiente de coleções de objetos, através de interfaces, algoritmos e implementações. Essas classes e interfaces estão localizadas no pacote java.util.

 

Collections disponibiliza componentes reutilizáveis, tais como:

·         Listas

·         Filas

·         Plihas

·         Vetores

·         etc.

 

As Operações básicas de uma Coleção são:

·         Adicionar objetos a um conjunto

·         Remover objetos do conjunto

·         Saber se um (ou outro conjunto) está no conjunto

·         Recuperar um objeto do conjunto

·         Executar uma iteração no conjunto

 

As seguintes operações podem ser adquiridas através de métodos comuns à maioria dos conjuntos (coleções):

·         Add

·         Remove

·         Contains

·         Size

·         Iterator

 

Os três grupos do Java Collections são:

·         Listas – Listas de itens, gerencia um grupo de elementos em sequência,como se fosse uma matriz, mas, a grande diferença é que List a quantidade de elementos é modificada dinamicamente
Classes que implementam java.util.List

·         Conjuntos - Itens exclusivos, não permitem duplicação de elementos
Classes que implementam java.util.Set

·         Mapas – Itens com uma identificação exclusiva
Classes que implementam java.util.Map.

 

Na segunda parte do artigo estaremos explorando com exemplos, o grupo List.

 

Até o próximo artigo.

 

Abraços

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?