Quick Tips: Diretivas de compilação – Parte 1

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Nesta quick tip veremos o que é uma diretiva de compilação e os tipos existentes.

Quick Tips: Diretivas de compilação – Parte 1

 

Nesta quick tip veremos o que é uma diretiva de compilação e os tipos existentes.

 

Uma diretiva de compilação é um comentário com uma sintaxe especial, diferenciada, elas podem ser inseridas em qualquer lugar onde é permitido inserir comentários. Uma diretiva de compilação possui um $ logo após a abertura de chaves “{“ seguido do nome da diretiva e possivelmente de parâmetros, dependendo da diretiva.

 

Temos três tipos de diretivas de compilação:

Switch Directives – São diretivas do tipo liga/desliga que possuem os valores On ou Off, que também podem ser definidos como + ou – no caso do uso de diretivas em seu formato curto.

Parameter directives – Estas diretivas especificam parâmetros que afetam a compilação como por exemplo nomes de arquivos.

Conditional directives – São diretivas que permitem que detemrinados blocos de código sejão compilados ou não, de acordo com a condição definida na diretiva.

 

Exemplo de uso de diretivas pelo Delphi

 

{$R *.dfm}

Todo formulário que criamos vem com a diretiva àcima em seu arquivo .pas. Esta diretiva indica que a o arquivo de resource que conterá os dados dos componentes em design time será um arquivo com mesmo nome da unit porém com a extensão dfm.

 




É isso aí pessoal, espero que tenham gostado.

Fiquem a vontade para criticar, tirar dúvidas e sugerir novos temas.
Abraço.

Ricardo Coelho

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?