Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista Engenharia de Software 31

Confira nesta edição da revista Engenharia de Software modelagem de negócio, e veja também refatoração para padrões de projeto.

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
0
 (2)  (0)
Revista Engenharia de Software 31: Modelagem de negócio

Nesta edição:

  • A importância do estado de “Não ter Ideias”

    Artigo da Revista Engenharia de Software edição 31.

  • Modelagem de Negócio

    Antes de pensarmos no software que será desenvolvido, precisamos entender o domínio do negócio de que este software fará parte. Neste sentido, este artigo trata da importância de entender a estrutura e a dinâmica do negócio antes de começar o desenvolvimento de algum projeto de software, e discutirá algumas notações para se modelar os processos de negócio.

  • O Processo de Medição de Software

    Neste artigo destacamos a medição de software como uma área fundamental na melhoria de processo, abrangendo conceitos e suas abordagens para implantação no programa MPS.BR.

  • Método de Análise e Projetos em SOA – Parte 1

    Neste artigo descrevemos um método de Análise e Projeto em SOA criado a partir do estudo de propostas existentes e de boas práticas.

  • Pessoas, motivação e software

    Este artigo destaca a importância das pessoas no processo de desenvolvimento de software, um elemento indispensável, mas que por vezes não é tratado da forma adequada pelas organizações na área de Tecnologia da Informação.

  • ICTGBOK e CGBOK: corpos de conhecimento em governança

    Este artigo tem por objetivo apresentar a proposta de criação de “corpos de conhecimento”: ICTGBOK e CGBOK, no sentido de instrumentalizar as equipes e organizações a obterem melhores resultados na aplicação de Governança em seus ambientes.

  • Refatoração para Padrões – Parte 4

    Aborda o tema refatoração para padrões com o objetivo de mostrar como o desenvolvedor pode usá-lo para melhorar o código-fonte de suas aplicações.

  • Diagramas de Atividades

    Esse artigo apresenta o Diagrama de Atividades, modelo disponível na UML para modelagem de ações/atividades bem como fluxo de controle entre elas. Essa representação pode se dar em vários níveis diferentes demonstrando a versatilidade dessa ferramenta. Diagramas de atividades podem ser poderosos aliados no esforço de documentar de forma eficiente um sistema em construção.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (2)  (0)

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?