Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista Engenharia de Software Magazine 41

Nesta edição da Revista Engenharia de Software Magazine você aprenderá sobre Fundamentos da Agilidade: Conheça em detalhes o XP, Scrum e outras abordagens ágeis

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
0
 (2)  (0)
Revista Engenharia de Software Magazine 41: Fundamentos das Metodologias Ágeis

Nesta edição:

  • Scrum e o gerenciamento de projetos

    Este artigo tem como meta apresentar de forma prática como um mesmo projeto pode ser beneficiado com a aplicação das técnicas ágeis de gerenciamento de projetos, unidas e aliadas às tradicionais, de forma a se complementarem mutuamente nos aspectos de papéis e responsabilidades do Scrum, com os papéis e responsabilidades do gerente de projetos, e sem haver conflitos de interesse.

  • Fundamentos das Metodologias Ágeis

    Nesse artigo são descritas de forma geral a origem e as motivações para a utilização de métodos ágeis e também detalhes sobre os principais métodos. Os métodos ágeis são descritos principalmente sob o ponto de vista do fluxo de atividades e práticas conduzidas durante o desenvolvimento de software.

  • Uso de cenários para especificação de requisitos de qualidade

    Este artigo fornece uma visão geral da engenharia de requisitos, requisitos de qualidade e cenários, e atua como introdução à avaliação de arquitetura de software utilizando cenários.

  • Derivando casos de teste a partir de casos de uso

    Esse artigo apresenta uma estratégia para, na etapa de especificação de um processo de teste de software, elaborar casos de teste a partir dos casos de uso.

  • Arquitetura da informação na web

    O artigo trata do uso da Arquitetura da Informação na Web com o objetivo de estruturar e organizar os websites para os usuários encontrarem as informações que procuram com mais facilidade. Ao utilizar padrões, é possível criar uma estrutura consistente e de simples manutenção.

  • Boas práticas para escrita de métodos, funções e procedimentos – Parte 3

    Este artigo aborda o tema Código Limpo com o objetivo de mostrar como o desenvolvedor pode usá-lo para melhorar a qualidade do código-fonte de suas aplicações. A discussão deste tema é interessante uma vez que provê conhecimento ao desenvolvedor sobre como transformar códigos considerados ruins em bons códigos através de exemplos práticos das teorias aqui abordadas.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (2)  (0)

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?