Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista MSDN Magazine Edição 09 - .NET Líder do mercado de plataformas de desenvolvimento?

Artigo Originalmente Publicado na MSDN Magazine Edição 09

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
0
 (1)  (0)

msdn09_capa.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

.NET Líder do mercado de plataformas de desenvolvimento?

por Leonardo Tolomelli

No início de maio de 2004, a Forrester Research, empresa de pesquisa de mercado americana voltada para o segmento de empresas de tecnologia, publicou um documento intitulado “The State of Technology Adoption” (o que em português seria algo como “O Estado de Adoção de Tecnologias”), de autoria de Nicholas Wilkoff.

Este documento é resultado de uma pesquisa realizada com mais de 878 tomadores de decisão de tecnologia da informação de empresas americanas com pelo menos 1.000 funcionários. O objetivo do estudo era entender como estava o planejamento da área de TI destas empresas para o ano de 2004.

O relatório traz uma série de informações interessantes, e vou detalhar algumas delas neste texto, mas quem tiver interesse em acessar o documento completo, ele está disponível para download no site da Microsoft (http://msdn.microsoft.com/vcsharp/news/forrester/default.aspx). O documento é bastante completo, abrangendo desde o uso de sistema ERP (se as empresas estão adotando pacotes de mercado ou desenvolvendo ou adaptando seus próprios sistemas), CRM, mensageria e conectividade. Alguns dos principais achados do estudo foram:

- As empresas estão investimento na reestruturação dos seus IDCs para melhorar o uso e eficiência do setor de TI. É o que estão chamando de OrganicIT.

- Preocupações regulatórias estão fazendo as corporações repensarem seus sistemas, estudando novas propostas para uma fácil adequação a estas normas. A mais comum delas é a Sabarnes-Oxley.

- Ambientes de desenvolvimento e integração continuam na pauta.

- A fundação para mobilidade está tomando forma.

- As corporações pesquisadas estão planejando atualizar em média 25% do parque de PCs este ano.

 

Mas vamos agora ao que interessa para o mundo de desenvolvimento de software que é a nossa praia.  Um dos grandes investimentos para este ano está no fundamento para mobilidade. 82% destas empresas já possuem VPNs (Virtual Private Networks) implementadas e 54% delas já implementaram firewall pessoais nas máquinas de seus funcionários. Além disso, 60% pretendem expandir suas redes Wireless nos próximos 12 meses. Com isso, 53% das empresas têm planos de implementar soluções móveis no mesmo período.

Apesar da pesquisa ter envolvido somente empresas americanas, temos percebido um grande interesse também das empresas nacionais em mobilidade. Prova disso são os investimentos que estão sendo realizados pelas operadoras de telefonia no país, através de Access Points Wireless em aeroportos, shopping centers e cafés. Estas empresas têm reconhecido que a produtividade dos funcionários sempre conectados compensa o investimento inicial.

Quando questionados sobre a plataforma de desenvolvimento que seria usada em seus projetos no ano de 2004, 56% das empresas responderam .NET e os demais 44% encolheram J2EE. Este é um número bastante impressionante, principalmente se lembrarmos que estamos falando a respeito de uma plataforma de software muito nova. A Microsoft .NET foi lançada oficialmente em fevereiro de 2002, pouco mais de dois anos. E para quem vem trabalhando na divulgação da plataforma como eu, é gratificante perceber a grande receptividade do público e sua rápida adoção.

Detalhando o que está sendo desenvolvido por estas empresas, EAI (Enterprise Application Integration ou integração de aplicativos corporativos) está na liderança. E um número que chama bastante atenção é a utilização de Web Services como solução para esta integração. Em média as empresas já possuem ou estão desenvolvendo 20 serviços.

No caso do Brasil, nossas pesquisas internas mostram uma situação similar. Todavia como a pesquisa não é aberta como a da Forrester, não podemos divulgar os números. Contudo, acredito que isso já possa ser percebido pelo próprio mercado, através do aumento de procura por profissionais com qualificações na plataforma.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (1)  (0)

(opcional) Onde podemos melhorar?

Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?