Revista MSDN Magazine Edição 10 - Palavra do Editor

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Artigo Originalmente Publicado na MSDN Magazine Edição 10

msdn10_capa.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

Palavra do editor

Tenho observado o esforço das empresas em migrar para o .NET desde o lançamento oficial no mercado. Os argumentos utilizados são integração de dados e plataformas, facilidade e recursos das linguagens, interoperabilidade, performance, instalação, entre outros. A coisa mais fácil de convencer qualquer desenvolvedor de ASP é migrar para ASP.NET; já em mobilidade, como é um ramo totalmente novo e desperta um nicho de mercado a ser explorado, todos pensam em entrar em breve para agregar valor as aplicações; já em Windows Application é preciso explorar um pouco mais a aplicação, pois aqui tenho encontrado uma resistência muito grande, pois a pergunta é sempre a mesma: “O que posso fazer com o .NET que a minha aplicação atual não suporta?”. Neste caso, falar somente dos recursos da linguagem não convence ninguém, é preciso expor a facilidade de instalação, interoperabilidade, Web Services, integração com o legado, performance, XML e a produtividade do VS.NET. Mesmo assim, terá que suar muito! Enfim, nada que um bom treinamento para sua equipe não a prepare para mergulhar no .NET.

Uma questão que ouvi nos corredores do PDC foi: “Será que vale a pena esperar pelo VS.NET 2005?”. A resposta é não, não vale. Se você ainda não tem o VS.NET 2003 por que aguardar até julho/2005 para comprar uma ferramenta de desenvolvimento que atualmente é a melhor do mercado e atende a todas as necessidades e tipos de aplicações? Portanto, a hora de criar excelentes aplicações com tudo o que mercado lhe oferece é agora e é o VS.NET 2003. Pergunte a quem já usa.

Como MVP tive acesso ao VS.NET 2005 e ao time de Redmond responsável pela mesma. Garanto que existem muitas funcionalidades a serem melhoradas e criadas até o lançamento. Hoje está na versão beta 1 e até a versão final tem um longo caminho a ser percorrido.

Nesta edição, se você quer aprender a desenvolver em .NET e não tem recursos, saiba com o Tolomelli como ter acesso as versões Expressa desta tecnologia em tempo recorde e se atualizar para o melhor mercado do mundo, o .NET. O Mauro nos conta o que é segurança por obscuridade, descubra o que é e o que as cabeças pensantes estão achando disto.

Para quem já usa o ADO.NET terá uma visão geral da versão 2.0, onde o Joel descreve direto de Redmond as novas funcionalidades desta versão. E. para quem trabalha com o velho e bom ADO, leia o artigo do John Papa de como migrar do ADO para o ADO.NET. Assim que comecei a explorar o .NET, li uma frase de um escritor americano que me chamou a atenção: “Se você quer ser um bom programador .NET, se dedique e domine o ADO.NET”. Atualmente afirmo que este foi um dos melhores conselhos que li e sempre que posso, faço o mesmo com os meus alunos e desenvolvedores.

No último PDC Brasil e nos eventos nos EUA observei o quanto que o mundo de aplicações móveis tem crescido e ganhado um espaço nas aplicações e empresas. Pensando nisto, escrevi um artigo mostrando a arquitetura do mundo móvel, assim como as diferenças entre Smart Client e Server Side.

Se você nunca herdou um formulário, aprenda com o Thiago como criar um formulário Base e herdá-lo em outros formulários. Este recurso otimiza o uso de formulários padrão sem ter que ficar reinventando a roda.

É impressionante a quantidade de desenvolvedores “perdidos” em relação a Programação Orientada a Objetos (OOP). Acho muito cômodo ouvir falar que o .NET é totalmente voltado à OOP, mas muitos nem sabem o que é e como usar a OOP. Sendo assim, o mestre Lassala entra em ação e dá uma verdadeira aula de OOP (e olha que é só a parte I). Com certeza após este artigo você aprenderá ou esclarecerá suas dúvidas.

Quer saber como usar corretamente o Data Binding? Leia o que o Duncan descreve de forma simples, clara e objetiva o uso deste grande aliado, com a finalidade de esclarecer o uso e a aplicabilidade.

A Microsoft dispõe de ferramentas líderes de mercado para colaboração e integração de dados, documentos e informações entre equipes, departamentos e empresas. São o SharePoint Portal Server e o SharePoint Services. Para conhecer um pouco mais sobre isso, temos um artigo do Masterman e do Pattison.

Quem acompanha o meu blog, já notou que estou muito preocupado com o Design das páginas criadas em ASP.NET, os controles, as funcionalidades, enfim, como criar um bom design. Em relação a controles que não estão disponíveis na Toolbox do VS.NET, temos o TreeView que pode ser utilizado nas páginas. O artigo do George nos ensina a criar, preencher e manipular um TreeView.

No stress, think .NET. Go Mobility!

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?