Revista MSDN Magazine Edição 19 - Explorando o Visual Studio .NET 2003 (Parte 2)

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Artigo Originalmente Publicado na MSDN Magazine Edição 19

msdn19_capa.JPG

Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

Explorando o Visual Studio .NET 2003 (Parte 2)

por André Furtado

Este artigo discute

Este artigo usa as seguintes tecnologias:

·          Depuração

·          Criação de instaladores

·          A janela Server Explorer

Visual C#, Visual Basic .NET, Visual Studio .NET 2003

 

Download:

 

Chapéu

VS.NET 2003

 

 

Esta é a segunda parte do tutorial que pretende capacitá-lo na utilização produtiva da IDE (Integrated Development Environment) Visual Studio .NET 2003. Na primeira parte (publicada na edição anterior), você aprendeu como manipular soluções e projetos, codificação, compilar e estabelecer referências entre projetos, além de entender as diferentes versões do VS.NET e os cuidados de sua instalação. Agora, ensinarei como extrair o máximo dos mecanismos de depuração da ferramenta, como criar instaladores para sua aplicação e apresentarei uma visão geral do Server Explorer.

A Arte de Depurar

Por mais qualificado que seja um desenvolvedor, ele nunca irá se livrar da introdução acidental de erros em seu código. A tarefa de corrigir um erro, entretanto, demanda que sua fonte seja localizada primeiro, o que por muitas vezes pode dar mais trabalho do que realizar a correção. Para aumentar a produtividade na procura pela fonte de um erro, as IDEs oferecem funcionalidades de depuração, que permitem que a execução de uma aplicação seja controlada passo-a-passo pelo desenvolvedor e que seja identificado, em tempo real, o valor de váriáveis e a linha de código sendo executada em um dado momento. Isso facilita não apenas a descoberta da causa de um erro como também a execução de testes de caixa-branca, em que o desenvolvedor exercita diferentes fluxos de execução do código e checa continuamente o estado interno da aplicação.

Além de oferecer funcionalidades básicas de depuração, o VS.NET estende o conceito ao oferecer recursos mais avançados, como depuração multi-linguagem e multi-processo, utilização de uma mesma sessão para depuração de código pertencente a diferentes tecnologias (código gerenciado, código nativo ou código T-SQL, por exemplo), depuração simplificada para projetos Web, etc. Entretanto, antes de entendermos como funciona o processo de depuração na IDE, vamos criar uma solução chamada ExemploDepuracao, contendo dois projetos simples, que serão o alvo da depuração. Se você possuir qualquer dúvida na criação desses projetos, recorra à primeira parte deste tutorial.

O primeiro projeto que você deve criar é uma Class Library de nome Math, escrita em VB.NET, que expõe publicamente métodos estáticos (shared) para o cálculo de funções matemáticas simples, conforme a Listagem 1.

Listagem 1. Funções matemáticas simples implementadas em VB.NET

Public Shared Function Multiplicar(ByVal x As Integer, ByVal y As Integer) As Integer

   Dim result As Integer

   result = x * y

   Return result

End Function

 

Public Shared Function Somar(ByVal a As Integer, ByVal b As Integer) As Integer

   Dim result As Integer

   result = a + b

   Return result

End Function

 

O segundo projeto deve ser uma Windows Application (em C#) de nome Calculator, que exibirá ao usuário a interface de uma calculadora simples, apenas com as operações de soma e multiplicação, como mostra a Figura 1. Assumirei que você atribuiu aos botões os nomes btnSomar e "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?