Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login

Revista .net Magazine Edição 81

Confira nesta edição da .net magazine: ASP.NET MVC 3.

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (2)  (0)
Revista .net Magazine Edição 81: ASP.NET MVC 3

Nesta edição:

  • Net Brasil - ASP.NET MVC 3

    O ASP.NET MVC sempre suportou o conceito de View Engines, que são módulos plugáveis que implementam diferentes opções de templates. Templates estes que determinam como nós podemos construir as Views da aplicação.

  • Quick Update - Protegendo dados em memória

    O objetivo desde artigo é esclarecer alguns aspectos importantes e inerentes à segurança da informação ao utilizar objetos do tipo string em sistemas computacionais. A classe SecureString é apresentada, bem como descrita como pode nos auxiliar a proteger dados sensíveis em memória e desta forma prevenir que informações restritas e sigilosas sejam capturadas. Com o suporte da classe SecureString é possível construir softwares mais seguros e com maior confiabilidade.

  • BPOS

    O BPOS (Business Productivity Online Standard Suite) é um conjunto de ferramentas da Microsoft que roda nas nuvens, com alta disponibilidade, sofisticado sistema de segurança e com um gerenciamento simplificado. Neste artigo vamos ter uma introdução ao BPOS com um overview sobre cada um dos produtos desta solução.

  • Intermediate Language - IL

    Neste artigo os fundamentos da Microsoft Intermediate Language (MSIL) são apresentados. Trata-se da linguagem utilizada pela plataforma .NET para representar o código intermediário, gerado pelos compiladores das diversas linguagens, antes que eles sejam convertidos em código binário pelo compilador JIT.

  • WCF

    Neste artigo abordaremos uma visão geral do Windows Communication Foundation, mostrando os principais conceitos. Em seguida, utilizaremos esses conceitos para criação de uma aplicação prática.

  • Silverlight

    O pacote Expression Studio contém uma série de recursos que auxiliam o programador ou designer durante o desenvolvimento de aplicações RIA (Rich Internet Application), o Expression Blend em especial traz um conjunto de recursos indispensáveis para a produtividade de determinadas tarefas. Neste artigo vamos conhecer como aplicar behaviors utilizando o Expression Blend 4.

  • Tratamento adequado de erros

    O artigo demonstra a importância de tratar erros adequadamente, pois existem situações em que o as técnicas usadas podem atrapalhar em vez de ajudar. São exibidas ainda algumas situações comuns em que alguns pontos importantes passam despercebidos ao programador e também, algumas técnicas que podem ajudar a fazer um melhor tratamento de erro. Por fim, algumas situações menos comuns onde erros “irritantes” acontecem serão estudadas.

  • ASP.NET MVC 3 – Parte 1

    São apresentas as principais novidades presentes do ASP.NET MVC 3, a nova versão do framework da Microsoft. Além de novidades como Razor View Engine, NuPack (NuGet), Dynamic views, Global filters, entre outros.

  • DataAnnotations com WPF

    O DataAnnotations foi introduzido inicialmente na plataforma .NET para atender as necessidades de validação em aplicações Web, feitas com ASP.NET MVC e Silverlight. Esse artigo é sobre como aproveitar os recursos do DataAnnotations também em aplicações WPF, implementado o padrão Notifications.

  • Tecnologias Web no .NET

    Hoje a plataforma .NET Framework nos oferece três alternativas diferentes para a construção de aplicativos ou sites para Web. São o ASP.NET Web Forms, o ASP.NET MVC e o Silverlight. Esse artigo irá mostrar as diferenças entre essas três tecnologias, indicando os cenários em que cada uma delas se encaixa melhor.

  • Visual Studio LightSwitch (Exclusivo)

    Este artigo fará uma pequena abordagem sobre o Microsoft Visual Studio LightSwitch. Havendo primeiramente uma parte conceitual que apresentará a ferramenta e posteriormente uma parte prática, mostrando como é possível usá-la para criar aplicações profissionais com acesso a uma base de dados em poucos minutos e sem implementar código algum.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Ajude-nos a evoluir: você gostou do post?  (2)  (0)
Confirmar voto
Compartilhe:
Ficou com alguma dúvida?