Seja Legal, não use softwares piratas!

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (3)  (0)

O objetivo desse artigo é mostrar algumas soluções gratuitas disponíveis para não ter mais problemas com a pirataria.

Introdução

 

Segundo relatório preparado para a empresa Business Software Alliance (BSA), a pirataria de software caiu no mundo, porém os prejuízos aumentarem em 20% em relação a dados de 2006.

A receita perdida pelas empresas desenvolvedoras de software chegou a certa de US$ 47,8 bilhões. A maior parte dos softwares piratas é utilizada por empresas de pequeno e medido porte.

O relatório aponta o EUA com o maior prejuízo cerca de US$ 8 bilhões, seguido pela China e Rússia, que tiverem o prejuízo de US$ 6,7 bilhões e US$ 4,1 bilhões, respectivamente.

O curioso é que o índice americano foi o mais baixo de todos os países pesquisados certa de 20% de software pirata em operação, para se ter uma idéia a Índia quarta colocada apresenta um total de 69% (Portal Terra, 2009).

O objetivo desse artigo é mostrar algumas soluções gratuitas disponíveis para não ter mais problemas com a pirataria.

 

Neura?

 

Isso é como minha namorada chamou da minha atitude de tirar qualquer software pirata da minha máquina, porém não é neura não, e sim aprendizado.

Estou cursando Pós Graduação em Segurança da Informação, e estávamos tendo aulas sobre Conceitos e padrões de segurança da informação, nessa matéria tivemos aula sobre governança de TI, várias normas, padrões e controles que são aplicados, para que as empresas tenham relatórios confiáveis, sem furo ou o que chamam de caixa2.

E aprendemos superficialmente sobre a Lei SOX (Sarbaney Oxley) e nela consta, por exemplo, que em caso de furo em relatório ou conivência com o mesmo, seremos responsabilizados.

Depois disso eu parei para analisar, o que adianta eu impor isso em minha empresa se, por exemplo, eu não fizer a minha parte perante a lei. No caso o uso de softwares piratas e computadores não registrados, no caso, sem nota fiscal.

Já faz mais ou menos um ano que eu troquei de computador, e fiz questão que fosse tudo certinho, no caso, quis nota fiscal tudo dentro dos conformes.

Porém quando fui analisar a questão de softwares legais, tive problemas, tinha lá o Office 2007, Project 2007, Visio 2007, Nero, Delphi 7 e Windows XP, tudo pirata.

 

O começo

 

A primeira coisa a fazer foi procurar algum software gratuito que substituísse os meus softwares piratas ou licenciar os mesmos.

Comecei pelo Windows XP, fazia tempo que eu queria começar a utilizar o Windows Vista, porém como trabalhava em uma empresa onde todos os softwares eram desenvolvidos em Windows XP fiquei com medo da incompatibilidade. Agora como não estou mais lá resolvi instalar, quando comprei meu computador ele veio com o Windows Vista Home Basic original, então problema resolvido, e até o momento estou gostando do Windows Vista, caso você não tenha o Windows original e deseja instalar algum gratuito abaixo vai uma lista, de algumas das possibilidades.

  • OpenSuse
  • Ubuntu
  • Slackware
  • Mandriva

 

Office 2007

 

Problema sistema operacional resolvido, agora vamos para o próximo passo, Office 2007, o que fazer? Comprar uma licença achei caro demais, então resolvi instalar o http://www.broffice.com.br/, até o momento estou surpreso com o desempenho do mesmo, não estou tendo problemas de adaptação, apenas uma configuraçãozinha aqui outra ali, mas do resto tudo normal.

 

Project 2007

 

Esse foi fácil, fui até o Google e pesquisei sobre Project Gratuito, e encontrei o seguinte software OpenProj em http://www.openproj.org/, muito bom, para quem utilizava o Project 2007 não terá problema nenhum de migração, porque é igualzinho, você consegue até visualizar os arquivos gerados no Project.

 

Visio 2007

 

Infelizmente para esse eu não achei nada, porém, o que se faz no Visio, é possível fazer no BrOffice. 

 

Delphi7

 

Faz 6 anos que desenvolvo com Delphi, porém eu decidi que não irei mais desenvolver utilizando a ferramenta Delphi e linguagem pascal, claro não nos projetos particulares em caso de empresa sem problema.

Então nem precisei me preocupar foi preciso apenas retirar do computador, porém, depois de alguns dias descobri que existe Delphi grátis, inclusive já postei sobre o assunto algumas semanas atrás http://zp3informatica.wordpress.com/2009/05/14/delphi-gratis/. E também tem outra alternativa chamada FreePascal (http://www.freepascal.eti.br).

Para os demais projetos utilizo o NetBeans (http://www.netbeans.org) e Eclipse (http://www.eclipse.org), para desenvolvedores Microsoft, é disponibilizado de graça uma versão Express do Visual Studio (http://msdn.microsoft.com/pt-br/express/default.aspx).

 

Banco de Dados

 

Não tive problemas, sempre utilizei o Mysql (http://www.mysql.org), porém existem outras soluções, como por exemplo, o Oracle Express (http://www.oracle.com/global/br/corporate/press/2006_mar/bd-10g-express-ed_chega_mercado.html) que tem todas as funcionalidades do Oracle, apenas limitado em 4 GB de Informações, o mesmo ocorrendo com o SQL Express 2008 (http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?FamilyID=58ce885d-508b-45c8-9fd3-118edd8e6fff&DisplayLang=pt-br), além de outras soluções gratuitas como FireBird (http://www.firebirdsql.org), PostGres (http://www.postgresql.org), entre outros.

 

Outras aplicações

 

Existem muitos outros sistemas gratuitos tem sites especializados em disponibilizar softwares free, vou citar os dois que conheço que é o http://www.baixaki.com.br e http://www.superdownloads.com.br.

E vou citar para finalizar o gimp que é um editor de imagens muito bacana e que não deixa nada a desejar para os considerados pagos. Para baixar o gimp aqui está à página http://www.gimp.org/.

 

Benefícios

 

Tendo software original em seu computador, você terá sempre atualização disponível quando encontrado alguma falha no mesmo, e com isso deixará o seu sistema mais seguro, dentre outros benefícios.

 

Conclusão

 

Existem muitos softwares gratuitos que podem facilmente substituir o seu software pago, como mostrado no artigo, porém, caso queira continuar com o software pago, registre-o, isso fará bem para todo mundo, para você que terá direito a diversas atualizações, e para a empresa que será paga pelo produto desenvolvido.

 

Bibliografia

 

Pirataria de software cai mas prejuízos crescem 20%. In: Portal Terra. Disponível em http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI2887267-EI4805,00-Pirataria+de+software+cai+mas+prejuizos+crescem.html. Acessado em 03/06/2009.

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?