DevMedia
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Este é um post disponível para assinantes MVP
Este post também está disponível para assinantes da Easy .net magazine
ou para quem possui Créditos DevMedia.

Clique aqui para saber como acessar este post

1) Torne-se um assinante MVP e por apenas R$ 69,90 por mês você terá acesso completo a todos os posts. Assinar MVP

2) Adquira Créditos: comprando R$ 180,00 em créditos esse post custará R$ 1,20. Comprar Créditos

easy .net Magazine 14 - Índice

Silverlight: Introdução – Revista easy .net Magazine 14

O artigo aborda o que é o Silverlight, para que é utilizado, quais suas principais características, além de ferramentas, controle, recursos e boas práticas de desenvolvimento de aplicações utilizando a tecnologia da Microsoft

[fechar]

Você não gostou da qualidade deste conteúdo?

(opcional) Você poderia comentar o que não lhe agradou?

Confirmo meu voto negativo

O Silverlight é gratuito. O seu plug-in roda no Internet Explorer da Microsoft e tem suporte ao Windows 7, Vista, XP , 2000, Server e Macintosh OS X, utilizando os Browsers Internet Explorer, Firefox, Safari e Chrome. Algumas versões de browser e sistemas operacionais não são compatíveis, como o Firefox no Windows Server 2008 R2 ou o SeaMonkey no Windows 2000.

              Atualmente estamos na versão 4 do Silverlight, mas já temos uma versão Beta disponível do Silverlight 5. A partir da versão 3 o Silverlight começou a ficar mais maduro e acessível para a criação de aplicativos de negócios. Uma série de boas práticas de desenvolvimento começou a ser aplicada pelos programadores e designers e a tecnologia começou a fazer parte de diversos projetos, como por exemplo, o uso do padrão MVVM (detalhado adiante).

Apesar de ser possível criar Web Sites institucionais ou similares, o Silverlight não teve seu foco nesse tipo de projeto. Particularmente acredito que o grande diferencial da tecnologia está em proporcionar conteúdo rico e interativo em partes de um projeto Web ou em projetos onde seja necessário manipular conteúdos multimídias, tudo isso contando com o poder da plataforma .net. Isso significa que você poderá programar em C#, por exemplo, para continuar a criar as outras camadas do projeto, utilizando Web Services, WCF (Windows Communication Foundation), base de dados e tudo mais.

 

Nota do DevMan

Windows Communication Foundation – WCF – é uma API destinada ao desenvolvimento de aplicações distribuídas na plataforma .NET, baseada em serviços, onde um servidor provê funcionalidades que podem então ser acessadas e consumidas por aplicações clientes.

 

Se você já possui aplicativos com o Windows Forms, e deseja criar somente algumas partes mais ricas quanto à interface do projeto, é possível inserir recursos WPF em projetos Windows Forms. Particularmente, acho o modelo de desenvolvimento para o WPF e Silverlight mais fácil e flexível.

Com o WPF e o Silverlight o designer da aplicação ganhou mais liberdade de criação. Se forem utilizadas boas práticas de desenvolvimento, é possível trabalhar na interface visual do projeto sem afetar outras camadas, ou seja, o designer poderá inclusive trabalhar em uma ferramenta gráfica à parte, como o Expression Blend, sem se preocupar em deixar o projeto incompatível com modelo da aplicação.

 

Nota do DevMan

O Expression Blend é uma ferramenta da Microsoft cujo objetivo principal é auxiliar no desenvolvimento de designs em Silverlight ou WPF. Nela você pode criar interfaces aprimoradas para suas aplicações. O Expression Blend é totalmente integrado ao Visual Studio. O Microsoft Expression Blend 4 já está disponível para download de avaliação no site da Microsoft.

"

A exibição deste artigo foi interrompida

Este post está disponível para assinantes MVP.

O que você achou deste post?
Publicidade
Serviços

Mais posts