Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 2 - Clube Delphi 117

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (0)  (0)

Nesta parte iremos realizar a conexão com o banco de dados, também iniciaremos a implementação dos Data Modules que serão responsáveis pela organização dos módulos de acesso a dados do nosso sistema. Por fim, faremos uma breve introdução aos Ribbon Controls.

[links] Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 1
Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 3
Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 4
Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 5
Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 6
Sistema de Locadora em Delphi 2010 – Parte 7[/links] [rotulo-curso/]

[lead]Do que trata o artigo

Nesta parte iremos realizar a conexão com o banco de dados, também iniciaremos a implementação dponsáveis pela organização dos módulos de acesso a dados do nosso sistema. Por fim, faremos uma breve introdução aos Ribbon Controls.

Para que serve

Os recursos aqui vistos auxiliam na organização e facilidade de manutenção, já que teremos uma centralização dos componentes por módulos. Veremos como utilizar os Ribbon Controls, que permitem desenvolver um visual mais agradável para a aplicação.

Em que situação o tema é útil

Qualquer tipo de software pode fazer uso de vários Data Modules para um melhor controle de acesso a dados, pois com isso, teremos o benefício de uma aplicação organizada.

Resumo do DevMan

Na parte inicial de nosso artigo, acompanhamos de uma maneira bem introdutória como criar o banco de dados e demais objetos que de início serão utilizados, como Generators e Domains. Vimos também a introdução ao conceito de herança visual, fazendo a criação do nosso formulário principal de herança e aprendendo um pouco sobre conceitos básicos de orientação a objetos, como manipulação de métodos/propriedade e encapsulamento.

Nesta segunda parte aprenderemos a utilizar o Data Explorer, que nada mais é do que o assistente de criação de conexão com banco de dados. Veremos também como aplicar os Ribbon Controls em nossa aplicação, que é uma suíte de componentes para criação de GUI (Graphic User Interface) disponibilizada pela Microsoft e inicialmente introduzida na versão 2007 do MSOffice. [/lead]

[subtitulo]Criando a conexão com o banco de dados[/subtitulo]

Anteriormente deixamos nossa tela de herança preparada para efetuar a navegação e manipulação através dos DataSets que serão instanciados futuramente. A partir deste ponto, veremos como proceder com a criação desses DataSets para a alimentação dos nossos cadastros baseados no formulários de herança (formulários herdados). Primeiramente abra o exemplo anterior em seu Delphi 2010. Em nosso exemplo adotarei a estrutura de dados baseando-me no diretório C:\ClubeDelphi\DB para a localização do banco de dados. Vamos acessar o Data Explorer (menu View>Data Explorer), selecione na ramificação do TreeView a conexão do Firebird e com o botão direito do mouse clique em Add New Connection. Na janela de conexão, informe em Connection Name o nome de CLUBEDELPHI e clique em OK. Com a nova conexão devidamente criada iremos apontar para o caminho do nosso banco de dados no diretório citado anteriormente, então, clique com o botão direito do mouse sobre a conexão recentemente criada e selecione a opção Modify Connection para que uma nova janela seja exibida. Configure-a conforme ilustrado na Figura 1.

Figura 1. Configuração do banco de dados

Para verificar se sua conexão está corretamente configurada clique no botão Test Connection, caso esteja tudo certo, você poderá visualizar uma mensagem conforme mostrado na Figura 2.

Figura 2. Conexão bem sucedida

[subtitulo]Modularizando sua aplicação: Data Modules[/subtitulo]

Após ter concluído o processo de conexão com o banco de dados passaremos para a criação dos Data Modules. Data Modules, como o próprio nome sugere, são repositórios próprios para centralizar a camada de acesso a dados de uma aplicação. É muito comum adotar apenas um único Data Module para a aplicação toda. Esta prática pode funcionar em uma aplicação muito pequena, que faça uso de poucas funcionalidades, porém, com o passar do tempo e crescimento da aplicação, adotar esta prática é algo inviável. Neste caso, utilizamos também os Data Modules para organização de nossos componentes de acesso a dados. Uma prática para quem já adota esta forma de trabalho é dividir o software em módulos, por exemplo, em um sistema comercial poderíamos dividi-lo em contas a pagar, contas a receber, controle bancário, cadastros básicos, endereços entre muitos outros, sendo cada um destes representados por um Data Module. E isto será exatamente o que faremos em nossa aplicação. Adotaremos inicialmente três Data Modules, sendo inicialmente separados em cadastros, empréstimos e relatórios.

"

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?