Utilizando jQuery e o Google Maps para Encontrar Rotas entre Endereços

Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Para efetuar o download você precisa estar logado. Clique aqui para efetuar o login
Confirmar voto
0
 (1)  (0)

Nesse artigo falaremos sobre o jQuery, o motivo de ter surgido e ganhado espaço no ambiente de desenvolvimento web, assim como suas principais características.

Esse artigo faz parte da revista WebMobile edição 25. Clique aqui para ler todos os artigos desta edição

 

Java Web

Utilizando jQuery e o Google Maps para Encontrar Rotas entre Endereços

 

 

De que trata o artigo:

Com este artigo iremos desenvolver uma aplicação simples onde a partir de dois endereços informados é montada uma URL para acesso à rota no Google Maps, e a partir dessa aplicação você poderá derivar várias outras aplicações, tais como indicar rotas de transporte de mercadorias entre fornecedor e clientes ou serviços de delivery (ex: entrega de pizza). Para entendermos e acompanharmos a construção desta aplicação, é necessário somente conhecimentos em HTML e JavaScript. Serão discutidos conceitos básicos da biblioteca JavaScript jQuery, e utilizaremos desses conceitos para integrar a aplicação com o Google Maps.

 

Para que serve:

jQuery é uma poderosa biblioteca JavaScript criada para simplificar a criação de efeitos visuais e de interatividade em websites.

 

Em que situação o tema é útil:

Neste artigo iremos focar em localização geográfica, ou seja, naqueles serviços que trabalham com mapas, mais especificamente com o Google Maps. Com a localização geográfica podemos rapidamente encontrar lojas, bancos, casas, ruas e até mesmo pessoas. Mas por que isso é importante? Simples! Nada melhor do que acessar um serviço que possibilite a você encontrar rapidamente o que você deseja sem ficar muito tempo “navegando sem bússola” na Web. Este tem sido o objetivo principal de vários serviços na Web.

 

 

 

Quantas vezes você acessou um website e disse: “Isto poderia ser exatamente o que eu estava querendo... se...”.

Se você pudesse pegar o endereço daquele restaurante e plotá-lo em um mapa. E se você quisesse colocar todas as suas informações, tais como e-mail, documentos, fotos, resultados de pesquisas, seus mapas e suas apresentações em um único local para trabalhar juntos mais facilmente? E por que não?

Vários serviços que agregam valor a estas informações foram surgindo: redes sociais, tais como Orkut, Facebook, Last.fm dentre outros, streaming de vídeo, mapas, blogs, fotologs, e poderíamos citar várias outras aplicações que estão presentes na Web.

No entanto, neste artigo, iremos focar em localização geográfica, ou seja, naqueles serviços que trabalham com mapas, mais especificamente com o Google Maps. Com a localização geográfica podemos rapidamente encontrar lojas, bancos, casas, ruas e até mesmo pessoas. Mas por que isso é importante? Simples! Nada melhor do que acessar um serviço que possibilite a você encontrar rapidamente o que você deseja sem ficar muito tempo “navegando sem bússola” na Web. Este tem sido o objetivo principal de vários serviços na Web.

Com este artigo iremos desenvolver uma aplicação simples onde a partir de dois endereços informados é montada uma URL para acesso à rota no Google Maps, e a partir dessa aplicação você poderá derivar várias outras aplicações, tais como indicar rotas de transporte de mercadorias entre fornecedor e clientes ou serviços de delivery (ex: entrega de pizza). Para entendermos e acompanharmos a construção desta aplicação, é necessário somente conhecimentos em HTML e JavaScript. Serão discutidos conceitos básicos da biblioteca JavaScript jQuery, e utilizaremos desses conceitos para integrar a aplicação com o Google Maps.

Num primeiro momento falaremos sobre o jQuery, o motivo de ter surgido e ganhado espaço no ambiente de desenvolvimento web, assim como suas principais características. Seguindo, mostraremos como o Google Maps pode ser utilizado por uma aplicação. E então, construiremos passo-a-passo o nosso serviço.

JavaScript e a biblioteca jQuery “Write less. Do more

Considerada uma linguagem de brinquedo por sérios desenvolvedores web por um bom tempo, JavaScript tem ganhado importância com o resultado de avanços com a tecnologia AJAX e com Rich Internet Applications (RIA – ver Nota DevMan 1). A linguagem JavaScript tem sido forçada a crescer rapidamente, e com isso desenvolvedores client-side (características da aplicação voltadas para a interação com o usuário, como por exemplo, o comportamento de botões, mensagens, manipulação de dados informados pelo usuário e etc) têm desenvolvido bibliotecas que provêem novos paradigmas e melhoram paradigmas existentes para o desenvolvimento web.

 

Nota DevMan 1. Rich Internet Applications – Aplicações de Internet Rica

Aplicações de Internet Rica (da sigla em inglês RIA – Rich Internet Application) são Aplicações Web que possuem características e funcionalidades de softwares tradicionais do tipo aplicativo. RIA típicos transferem todo o processamento da interface para o navegador da Internet, porém mantém a maior parte dos dados (como por exemplo, o estado do programa, dados do banco) no servidor de aplicação.

 

RIAs normalmente:

·         Rodam em um navegador, ou não necessitam de Instalação.

·         Rodam localmente em um ambiente seguro chamado sandbox.

 

O jQuery é uma dessas bibliotecas. Comparada com outras bibliotecas que têm o foco pesado em JavaScript inteligente, "

A exibição deste artigo foi interrompida :(
Este post está disponível para assinantes MVP

 
Você precisa estar logado para dar um feedback. Clique aqui para efetuar o login
Receba nossas novidades
Ficou com alguma dúvida?